• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Castle Rock - O universo de King em uma série de Tv


    No final do mês de Julho, o serviço de streaming Hulu lançou a série Castle Rock, baseada nas obras de Stephen King. Onde cada temporada pretende contar histórias diferentes, com personagens diferentes, estilo American Horror Story e Black Mirror.

    Na primeia temporada de Castle Rock, somos aprensentados a cidadezinha no Maine que dá nome a série, onde acompanhamos dois personagens importantes para a trama. Henry Deaver (André Holland), um advogado que se dedica a casos de corredor da morte; e um garoto (Bill Skargärd), que foi encontrado enjaulado em uma ala abandonada da prisão de Shawshank.

    Crítica | Nasce uma estrela


    Ontem (11/10) foi o lançamento de um dos filmes mais aguardados por mim nesse ano: A star is born, o filme da Lady Gaga cm o Bradley Cooper. Nem preciso dizer que os dois são artistas fantásticos e que eu esperava muito desse filme por ser fã do trabalho deles e fico feliz em dizer que eles entregam um filme muito melhor do que meus melhores sonhos. 

    Pra quem não conhece ou não viu nada sobre o filme, ele é um remake do filme lançado em 76 (que teve duas versões anteriores lançadas em 37 e 54). O filme sofreu modificações desde sua primeira versão, mas a essência dele é a mesma: retratar uma jovem estrela em acensão e, simultaneamente, a queda e decadência de um artista já consagrado. No caso dos dois primeiros filmes a história se dá com dois atores (a segunda versão é com estrelas de um musical) e nos dois últimos com músicos. 

    A Louca dos Gatos


    A terceira coletânea da cartunista Sarah Andersen traz novas tiras que retratam os desafios de ser um jovem adulto num mundo cada vez mais instável. (...)Além de suas tirinhas sagazes e encantadoras, a autora, que já reuniu mais de 2 milhões de fãs no Facebook, traz também ensaios ilustrados com dicas para os artistas aspirantes aprenderem a lidar com críticas, ignorarem os trolls na internet e não desistirem de mostrar seu trabalho.




    A duquesa feia

    A duquesa feia é mais um dos romances que recriam contos de fada narrados por Eloisa James, e, como seus anteriores, me conquistou pela leitura leve e divertida que proporciona, além do fato de ter me surpreendido profundamente com os eventos narrados.

    Neste volume, conhecemos a história de Theo e James, dois melhores amigos que foram criados juntos. Como filha do melhor amigo do pai de James, Theo foi acolhida por ele com a morte de seu pai e passou os anos de sua vida nutrindo uma amizade e um carinho sincero por James. Contudo, o que nenhum dos dois sabia é que, enquanto cuidava de Theo, o pai de James aproveitou para usar de parte da herança da menina, que comporia o seu dote, para pagar dívidas feitas por ele com maus investimentos. Agora, com a apresentação de Theo à sociedade e a busca por um noivo para ela, o pai de James quer obrigá-lo a casar com a amiga a fim de que ela não descubra o desfalque em sua herança. Mesmo contra a vontade, James acaba propondo casamento a Theo e surpreende a ambos com o forte sentimento que demonstra por ela e que é correspondido na mesma medida - ao menos até ela descobrir toda a farsa e ver sua vida destruída.

    Outsider

    Publicado pela Suma aqui nas nossas terrinhas brasileiras, mais um dos últimos títulos do mestre ganha sua forma em cerca de 519 páginas. A capa chama atenção por mostrar o que parece ser uma espécie de criatura ou um homem estranho. E já na sinopse vem o interesse imediato, pra quem ama assassinatos ou mistério, Outsider é um prato cheio. É cheio de ganchos para que você parta de capítulo para capítulo como um bom livro policial, e a minha única justificativa para demorar a terminá-lo foi a famigerada correria do dia dia, mas cada parágrafo valeu muito a pena.