• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Stranger Things Book Tag


    Oi, gente! Como vocês estão? Eu espero que bem.

    Há algum tempo saiu a nova temporada da aclamada série da Netflix, Stranger Things. - Que já tem resenha aqui no blog, confira aqui -. Como fã da série e amante de livros, não poderia deixar de responder essa tag incrível que encontrei no instagram da @_bukowisk.se. Ela consiste em indicar livros relacionando com elementos que encontramos durante as temporadas. Então vamos lá!

    A bússola de ouro


    Sempre ouvi falar muitíssimo bem de A bússola de ouro, tanto pelos que leram o livro e amaram, quanto pelos que viram só o filme. Mesmo assim eu nunca tive a oportunidade de conhecer o universo literário de Pullman e a única coisa que me passa pela cabeça agora é "porque eu levei tanto tempo, Senhor?"

    Lyra é uma garota de 12 anos que vive em uma faculdade com seu daemon Pantalaimon, sendo criada pelos catedráticos que ali vivem (espécie de professores). Como a maior parte das crianças de sua idade, Lyra é um tanto agitada, intrometida e curiosa e ama se meter onde não deve. É por causa desse teu jeito que fica sabendo de coisas que não deveria como a existência do Pó e a cidade misteriosa da Aurora Boreal que o tio pesquisa no norte. 

    Encontro de Livreiros CIA das Letras


    No último dia 31 do mês de outubro, nosso blog comemorou em grande estilo o Halloween a convite da CIA das Letras. O encontro de livreiros promoveu os novos lançamentos das editoras para esse semestre e para o início do ano que vem, e ainda tivemos a presença de autores e editores, incluindo a atriz e escritora Fernanda Torres, que até tirou foto com a gente! Fora os brindes maravilhosos e os sorteios que eu (Ingrid), tive a sorte de ganhar (pelo menos um).

    Fera – Brie Spangler

    “Dylan não é como a maior parte dos garotos de quinze anos. Ele é corpulento, tem quase dois metros de altura e tantos pelos no corpo que acabou ganhando o apelido de Fera na escola. Quando ele conhece Jamie, em uma sessão de terapia em grupo para adolescentes, se apaixona quase instantaneamente. Ela é linda, engraçada, inteligente e, ao contrário de todas as pessoas de sua idade, parece não se importar nem um pouco com a aparência dele. O que Dylan não sabe de início, porém, é que Jamie também não é como a maioria das garotas de quinze anos - ela é transgênera, ou seja, se identifica com o gênero feminino, mas foi designada com o sexo masculino ao nascer. Agora Dylan vai ter que decidir entre esconder seus sentimentos por medo do que os outros podem pensar ou enfrentar seus preconceitos e seguir seu coração.” – SKOOB

    Primeiras impressões: The Good Doctor


    Meses atrás eu vi o trailer de The Good Doctor rodando pelo facebook e como boa fã de seriados médicos, simplesmente não pude conter minha ansiedade. Ainda mais quando se trata de um seriado cujo protagonista é autista. Autista e cirurgião. Eu não me aguentava de tanta vontade de assistir. Um bônus ainda maior foi saber que o seriado é dos mesmos produtores de House (uma das minhas séries favoritas da vida!). Eis que The Good Doctor finalmente saiu e eu vim contar pra vocês as minhas primeiras impressões da série.

    O protagonista é Shaun Murphy, que além de ser autista, sofre de savantismo: o distúrbio dos gênios. Isso faz que, por mais que tenha enormes dificuldades de comunicação, seu cérebro faz conexões que a maioria das pessoas "normais" não é capaz de fazer. Ou seja, ele vê possibilidades onde ninguém mais vê, o que o torna um excelente médico. Apesar disso, a maior parte dos médicos no hospital em que será residente é contra sua contratação e Shaun tem que lutar contra muito preconceito e ceticismo por parte deles que acreditam que ele não é capaz.