• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Um Certo Verão na Sicília - Marlena de Blasi



    Marlena é uma jornalista americana incumbida, por uma revista acadêmica, a escrever um artigo sobre as regiões do interior da Sicília, a terra da beringela, dos tomates e das floresEla e o marido Fernando, partem então para uma viagem de pesquisa a fim de conhecer de perto a região do interior da ilha ao Sul da Itália. 


    Após um começo nada amistoso com a população local, Marlena chega a Villa Donnafugata e se depara com um mundo novo e intrigante, totalmente desconhecido, regido pela misteriosa Tosca. Fernando sente-se totalmente desconfortável, enquanto Marlena fica cada dia mais fascinada com as mulheres que vivem naquele lugar. Fascinada com suas tranças e seus cânticos.

    O padre Cósimo começa a detalhar a Marlena a história do lugar, enquanto realizam uma caminhada diária. Até que, um dia, a própria Tosca resolve revelar a história que nunca havia sido contada por ela. 

    A partir daí, a monotonia inicial do livro (deu vontade de abandonar a leitura) é interrompida pela surpeendente narrativa de uma linda e tocante história de amor. 


    A capa desse livro me encantou, me senti na Sicília mesmo, com todas aquela riqueza de detalhes! O livro é maravlilhoso! Muito bem escrito, intrigante. Os Personagens fortes e marcantes e Tosca é uma mulher maravilhosa.

    Vale a pena conferir!!!


    VOU POSTAR UM TRECHO DO CAP I PARA DESPERTAR A CURIOSIDADE DE VOCÊS:



    "MALVAS-ROSA NÃO CRESCEM NO DESERTO. ENTRETANTO, CENTENAS DE SUAS flores vermelho-acetinadas margeiam um largo caminho de pedras, até um portão de ferro escancarado. Eu sei que é um sonho. Além do portão, surgem surpreendentes e extensos jardins. Há rosas. Brancas, cor de marfim ou de creme queimado, sobem em treliças e se distribuem em canteiros, derramam-se, esparramam-se e se entrelaçam. Jardins cercados de madeira, cercas vivas de teixos, arbustos de lavanda, altos e volumosos, dedaleiras brancas agitando-se entre dálias e peônias brancas. Sei que o castelo, as rosas e as malvas-rosa são ilusões provocadas pela insolação. A alucinação vai passar. Vamos voltar para o carro e nos afastar dessa loucura de silêncio e escárnio. Mas, enquanto a alucinação durar, quero dar uma boa olhada nesse lugar, onde os caules retorcidos das glicínias, jasmins e videiras cobrem uma pérgula, formando um compartimento sombreado, de cujas profundezas partem risos. Qual foi a última vez em que ouvi risos? Incluindo os meus? Caminho em direção à pérgula e paro na entrada. Vejo um grupo de mulheres, trajando longos vestidos pretos, sentadas em torno de uma mesa coberta por oleado. Uma luz trêmula atravessa as folhas, adornando os dedos das mulheres, que estão entretidas com uma pilha de feijões amarelos.


    - Buongiorno - dizem elas, antes de nós.
    Desejamos-lhes bom dia, por nossa vez. De alguma forma, o cumprimento é suficiente. Não quero mais que olhar para essas figuras fantásticas, que parecem não ambicionar nada mais do que estar mergulhadas no trabalho. Os sonhos podem ser simples. Embora não saiba quem somos ou o que queremos, uma das mulheres - talvez a mais velha - levanta-se e aponta na direção do castelo. Um sinal de boas vindas. Uma longa caminhada entre limoeiros e laranjais, um pomar de amendoeiras e árvores menores, cerejeiras e ameixeiras. Ouço Fernando repetindo sem parar: "Onde estamos? Onde diabos estamos?"


    [...]

    3 Comentários :

    1. Eu não conhecia esse livro até ler sua resenha. É sempre bom atualizar-se! Parabéns!

      ResponderExcluir
    2. Oi, Gabi!

      Esse livro tem uma capa maravilhosa! Dá vontade de ler o livro só de olhá-la! Mas estou no meu 'momento infanto'! (rsrsr) Um dia quem sabe posso lê-lo.

      beijooo

      ResponderExcluir
    3. Aimmmmmmmmm, que capa mais perfeita!
      Nunca ouvi falar desselivro, mas sua resenha me interessou.
      Eu gosto de livros que começam mio monotamente, como quem não quer nada, e depois realente surpreendem!!
      Bjussssssss

      ResponderExcluir