• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Entrevista com a escritora Leila Rego





    * Por que escreveu o livro?

    Apesar de gostar muito de escrever (na adolescência fazia diários, participava dos jornaiszinhos do colégio, adorava redação...), eu nunca desejei ser escritora. Comecei a escrever há 05 anos atrás para me desestressar um pouco da rotina que vivia em São Paulo. Escrevia pequenas histórias, contos, histórinhas infantis para meu filho como forma de relaxamento. Era uma terapia que me fazia muito bem. E um dia percebi que eu gostava de escrever e comecei a levar o então hobbie mais a sério.

    * Você teve apoio da família?

    Sim, minha família, e principalmente o meu marido, sempre estiveram ao meu lado me apoiando, me incentivando nesse caminho mágico, que é a literatura.

    * Como foi o processo de criação do livro?

    PNTS surgiu de uma necessidade de encaixar Mariana (personagem principal) em um contexto que a fizesse desempenhar bem suas peculiaridades.  Mariana, por sua vez, simplesmente surgiu de uma mescla de características de pessoas que conheci, li a respeito ou observei.  Em 2007, já com Mariana “criada” em minha mente, eu comecei a montar a história de verdade, criar os personagens adicionais, e, efetivamente, escrever tudo de forma estruturada.   Mariana então tomou mais vida ainda e foi me inspirando diariamente a continuar criando a sua trajetória dentro de PNTS.

    * Como foi o processo de produção do livro?

    Finalizei o livro (PNTS) no início de 2009 e em seguida parti para publicar. A All Print, minha editora, que fez toda a produção, capa, diagramação, revisão, etc...
    Na segunda edição de PNTS, modifiquei a capa, fiz novas revisões e nova diagramação.
    PNTS 2 foi escrito em um ano, lançado em 2010, e toda a produção do livro foi feito pela editora.

    * Como escolheu o tema do livro? Memórias pessoais, ou criação?

    Como disse acima,  Mariana foi inspirada em várias “Marianas” que conheci, vi, ou tive breve contato.  Observando essas pessoas, percebi o quanto elas dão valor a marcas, status e condição financeira.   Aliás, o mundo capitalista em que vivemos nos “escraviza” desde cedo a ter certeza de que não conseguimos viver sem um carro do ano, sem ser lindo(a) e maravilhoso(a), etc.   Então juntei tudo isso em uma personagem e achei que seria interessante falar do assunto de uma forma leve e divertida, mas que ao mesmo tempo, levasse o leitor a uma reflexão.

    * Como está sendo feita a divulgação do livro?

    Os livros têm sido divulgados na blogosfera literárias, através do meu site, mídia (jornais e revistas) e o boca-a- boca, que para mim, é a melhor forma de divulgar.

    * Como você se sente ao escrever?

    Eu me divirto, viajo na história, sofro com os personagens, rio sozinha... Adoro o que faço e faço de coração, com muito carinho.

    * Você tem alguma profissão além de escritor? Qual?

    Sou formada em Turismo e trabalhei muito tempo como Consultora em Recursos Humanos.

    * Qual foi a sua maior dificuldade em publicar o livro?

    A dificuldade que ainda sinto é em divulgar os livros. Apesar de ter a internet como grande aliada, o espaço para conquistar é muito grande. 

    * Você passou por obstáculos para publicar o livro? Quais?

    Nada que marcasse. Foi um processo bastante tranquilo. 

    * O que você pensa à respeito do mercado editorial do Brasil?

    Acho que as editoras deveriam valorizar mais os autores nacionais. Temos tantos autores bons, com excelentes obras esperando por uma chance.

    * Quais são as suas pretensões para o futuro do seu livro?

    Espero que as edições se esgotem rapidamente. =)
    E pretendo também finalizar meu terceiro livro até junho do ano de 2011 e  lançá-lo no segundo semestre do mesmo ano

    * Perguntas de respostas rápidas:

    Personagem literário do sexo feminino marcante:
    Becky Bloom
    Personagem literário do sexo masculino marcante:
    Harry Potter
    Melhor livro brasileiro:
    Melhor? Existem vários. Um deles é Entre o amor e a amizade de Bianca Briones.
    Melhor livro estrangeiro:
    Todos da Marian Keyes.
    Livro que marcou a infância:
    O Menino do Dedo Verde
    Livro de cabeceira:
    Ai, tantos! Um que amo é o Diários de uma Paixão.
    Livro que abandonou:
    Todos de auto-ajuda que tentei ler.
    Livro que recomenda:
    Pode ser os meus? =)
    Melhor livro que virou filme:
    Diários de uma Paixão e a série Harry Potter.
    Citação de livro mais importante:
    “Distante de casa, longe do meu amor, em um lugar onde eu menos esperava foi onde encontrei o amor.
    Que curioso, geralmente, é assim: quando não esperamos, quando não imaginamos, quando não queremos é que as coisas acontecem.”
    PNTS 2 – alguma coisa acontece no meu coração.





    12 Comentários :

    1. Adorei a entrevista, sou fã da Leila pela sua humildade e sua garra!
      Beijos e parabéns!

      ResponderExcluir
    2. Olá!

      Já li algumas entrevistas com a autora, mas sempre me surpreendo! É humilde e muito guerreira. Um exemplo!

      Abraços e sucesso!

      ResponderExcluir
    3. Obrigada pelo espaço. Adorei estar aqui.
      Beijos e muito sucesso!
      -Leila Rego
      www.leilarego.com.br
      Twitter:@LeilaRego

      ResponderExcluir
    4. Gostei da entrevista, odeio entrevistador que no meio da pergunta começa a puxar o saco do autor e esquece de terminar a pergunta..rs
      Bjos

      ResponderExcluir
    5. hahaha Solange mas ai não é entrevistador. É fofoqueiro rs To zuando, mas no jornalismo temos que entrevistar de uma forma imparcial se não fica mole rs
      bjs

      ResponderExcluir
    6. Adorei a entrevista, gêmula!
      Bom ver uma autora que não teve dificuldade de publicar! XD

      ResponderExcluir
    7. Adorei a entrevista eeeeee, ainda mais a citação ^^

      ResponderExcluir
    8. Estou louca para ler os livros da Leila!

      Ainda não tive oportunidade, mas estão na minha lista de desejados para 2011!

      ResponderExcluir
    9. ei Gabi, entrevista mara.

      adoro a Leila, ela é super simpática e é uma ótima autora. ^^

      beijos.

      ResponderExcluir
    10. cada autor tem sua historia, e sempre adoro saber como o autor estava quando escreveu o livro e no que ele tinha em mente.

      Amei a entrevista.

      Bjos

      ResponderExcluir
    11. A entrevista ficou muito bacana e me deixou ainda mais curiosa para conhecer os livros e o trabalho da Leila. Vou ler e ver o que acho. Parabéns Leila!

      ResponderExcluir
    12. Acho muito legal ela contar que teve apoio porque meu sonho é ser escritora e as pessoas me dizem que eu não vou conseguir. Ela é a prova de que é possível. Amei.

      ResponderExcluir