• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Meu Querido Gurreiro - Julie Garwood



    Orelha:

    "Na Inglaterra feudal, Elizabeth Montwright escapa por um triz da chacina que destruiu sua família e a exilou de seu castelo ancestral. Decidida a vingar-se, ela passa outra vez pelos portões da fortaleza, disfarçada de camponesa, para pedir a ajuda de Geoffrey Berkley, o poderoso lorde que expulsou os assassinos de sua família.

    O corajoso guerreiro ouviu as súplicas da jovem, resistiu a suas exigências e jurou seduzir sua bela súdita. Contudo, ao lutar contra as carícias desse guerreiro, o coração de Elizabeth se inflamou-se de amor pelo galante homem que se tornaria o defensor de sua causa... e lhe conquistaria seu indomável coração!"

    Elizabeth acaba de presenciar o brutal assassinato de toda a sua família e tenta proteger a todo custo o irmão mais novo e herdeiro de MontWright, Thomas!

    Escondida na mata desde o fatídico dia, ela recebe a noticia que o castelo foi recuperado pelo suserano de seu pai e aliada ao escudeiro vai cuidar do homem que está entre a vida e a morte. Elizabeth, como toda mocinha de livros medievais, aprendeu a arte da cura vendo sua mãe salvar vidas e agora tem a missão de salvar a vida de Geofrey, e quem sabe conseguir a proteção para o irmão e vingança ao assassino de sua família.


    Quem é leitor do blog sabe da minha paixão por livros medievais com mocinhos grosseiros e mocinhas teimosas, e sabe também que amo livros de banca. Os livros da Julie até o momento (pelo menos os dois históricos que li) me parecem romances de banca arrumados para festa, e isso não é uma crítica!!!
    'Meu Querido Guerreiro' tinha todos os elementos para ser maravilhoso: um assassinato misterioso, um mocinho coração gelado, uma mocinha obstinada... mas a coisa desandou. Elizabeth perdeu a personalidade e virou uma chata, Geofrey assumiu um papel de homem insuportável.
    Sem falar nas expressões nada medievais utilizadas: cabeçudo??? Falha na traduçao? Acredito que sim! 
    Enfim, o livro me decepcionou. Estou dando um desconto por se tratar do primeiro livro da Julie *Diva* Garwood, escrito em 1985!





    6 Comentários :

    1. não tão bom qnto o resto realmente ^^

      ResponderExcluir
    2. Humm... Julie é boa... que pena que esse ela peca (alias essa é a segunda resenha que fala que esse não é muito bom)...
      =(
      Deixa p proxima...

      bjussss

      ResponderExcluir
    3. Adorei a sua resenha,pois se já estava correndo dessa escritora, agora atravessarei o Atlântico a nado para não ter que ler nada dela..kk
      Bjos

      ResponderExcluir
    4. Eu comecei a ler esse livro cheia de expectativas de que ele fosse bom e não consegui nem chegar na metade. Realmente, a Elizabeth virou uma chata querendo que tudo fosse do jeito que ela desejava. Me irritou.

      ResponderExcluir
    5. SOl me mata de rir, kkkkk
      Eu ganhei esse livro de aniversário ano passado, e a pessoa que me deu até hoje não enviou, kkkk
      Faz aniversário em Abril, cadê as velinhas?
      kkkk
      Gostei da resenha,beijo!

      ResponderExcluir
    6. Que pena que o livro decepcionou. ainda não li nada dessa autora, acredita? rs
      Bjs

      www.fernandameireles.com

      ResponderExcluir