• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Clássicos #1 – A Moreninha – Joaquim Manuel de Macedo

    Hoje estamos iniciando uma seção do blog! Ainda não sabemos se será semanal ou quinzenal, estamos decidindo a respeito!!! 

    É com muito prazer que apresentamos a seção Clássicos, que vai trazer resenhas de livros consagrados da literatura nacional e estrangeira!

    Escolhi um livro nacional para o primeiro post por dois motivos:
    - prestigiar nosso maravilhoso acervo literário; 
    - esse livro foi um dos primeiros que li e, contribuiu muito no início da minha ‘carreira de leitora compulsiva’!

    Sem mais delongas, vamos ao livro: 




    Augusto é um estudante de Medicina que não está interessado em manter um relacionamento sério com nenhuma mulher. Em uma aposta com seus amigos, ele assume a responsabilidade de escrever um romance caso se apaixone por uma moça e esse sentimento dure mais de 15 dias.

    O grupo de rapazes parte para uma temporada na casa da avó de Felipe, em uma ilha do Rio de Janeiro (hoje ilha de Paquetá)! Os dias prometiam bastante animação, com festas e saraus e lindas moças de família para alegrar o olhar. 

    Em meio à reuniões muito animadas e a um grupo seleto de convidados, o jovem Augusto conhece Carolina, irmã do amigo anfitrião! A moça é diferente das demais: é decidida e travessa, de personalidade forte! Carolina passeia entre a criança e a mulher e testa a paciência do jovem Augusto a todo momento.

    Os dois entram em uma queda de braço de sentimentos que se estende por boa parte do livro, e travam boas discussões,  cenas com muitas confusões, carinho e grandes revelações.  

    Esse livro é alvo de muitas críticas, mas vamos enumerar alguns pontos, ok?

    É um livro ambientado na época do Segundo Reinado (1840 -1889). Então, é claro que o livro traz costumes da época e retrata a sociedade carioca daquele tempo, com seus valores, preconceitos e festas animadas!

    As moças dessa época eram totalmente diferentes (em comportamento) então, não espere encontrar um livro recheado com cenas HOT, porque você vai se decepcionar. É um romance quase adolescente, cheio de ternura e inocência. Um verdadeiro água-com-açúcar!

    Leitura obrigatória nas escolas e no vestibular, A Moreninha SEMPRE esteve na lista dos livros que marcaram a minha vida! 

    Fica a dica de um livro simples, leve e totalmente apaixonante! 


    Clássico é Clássico

    Observação: 

    O passeio à Ilha de Paquetá é muito procurado por turistas e moradores da cidade. Lá você encontra a Praia da Moreninha e pode desfrutar de um agradável passeio de bicicleta (existem locais onde os turistas podem alugar) e ainda conhecer a tão famosa 'pedra' do livro! 
    O passeio é lindo! Vale à pena conferir!

    10 Comentários :

    1. Oi, Gabi.

      Eu li esse livro há um tempão. Fez parte da minha adolescência, na época do colégio, onde eu lia só os clássicos. Adorava José de Alencar, Machado de Assis, Bernardo Guimarães e Joaquim Manuel de Macedo.

      Até hoje, eu tenho "A Moreninha", que está bem amarelo pelo tempo, mas inteiro.

      Adoro aquela Balada do Rochedo e sei até alguns trechinhos de cor (de tanto que li!):

      "Eu tenho quinze anos
      E sou morena e linda!
      Mas amo e não me amam,
      E tenho amor ainda,
      E por tão triste amar
      Aqui venho chorar."

      Esse livro é lindo! Adoro livros leves, água-com-açúcar. Ideais para relaxar.

      Recomendo para todos que ainda não leram.

      Beijos.

      ResponderExcluir
    2. Oi Gabi,

      Concordo plenamente com a Carla!
      A Moreninha foi um livro que eu adorei ler na época do colégio. gostei tanto que li, uma 2 a 3 vezes depois!

      Parabéns pela escolha para a estréia da nova seção!

      Beijos.

      ResponderExcluir
    3. Eu li este livro or causa de um trabalho do ensino médio.

      E amei, é meu livro preferido de literatura brasileira clássica.

      Confesso que eu não gosto muito desses livros porque tem uma linguagem difícil ou eu não gosto da história mesmo.

      O que facilitou a minha compreensão de alguns termos difíceis dessa história foi ter um glossário na edição que eu comprei (por R$1,99 YEAH).

      Tem bastante informações dos personagens, termos, onde se passa s história, etc.

      É comprar livros assim no caso de clásicos históricos, que tenham glossários.

      Bye

      ResponderExcluir
    4. ei Gabi, não li esse livro e confesso que não sou chegada em clássicos. =/

      beijos.

      ResponderExcluir
    5. Nossa eu li esse livro quando tinha, seilá uns 12 anos, mais tarde reli e reli. Gosto muito de classicos.Ainda quero ler Shakespeare, mas tenho medo. Ah! Os classicos brasileiros li todos...

      ResponderExcluir
    6. Clássico e clássico. Eu fujo deles. kkkk. Linda iniciativa, flor. Bjs.

      ResponderExcluir
    7. Parabéns pela resenha Babi! Já li A Moreninha nos tempos do ensino médio e amei! Uma linda e pura história, como você descreveu.Beijos!

      ResponderExcluir
    8. Mandou mtu bem começando por um clássico nacional Babi!
      Pena q eu não li essa história ainda!!
      beijos

      ResponderExcluir
    9. Oi Gabi,

      Nossa... agora vc me fez relembrar minha época de segundo grau, onde liamos os clássicos para o vestibular (foi nestas leituras que me apaixonei pelo "O Alienista" do machado de Assis).
      Eu acho essa história bem bonitinha, e depois do Crepúsculo, podemos dizer que esse amor inocente está na moda.

      Bjos,
      Andrea
      http://literamandoliteraturando.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    10. Foi o primeiro livro de literatura brasileira q li...
      foi depois de ter visto um filme na TV Cultura.. com a Sonia Bra.. ela era novinha!!

      adorei tanto a história q fiquei falando dela o tempo tod.. então minha mãe comprou o livro e me deu!!
      li com tanto gosto!! ai ai.. eu era pirralha ainda..
      até hj eu tenho livro e de vez em qndo eu o releio..

      ResponderExcluir