• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Entrevista com o autor - Valéria Araujo, Livro: Meu Marido foi embora, e agora?



    1) Por que você escreveu o livro?

    Senti a necessidade de mostrar para algumas mulheres que, ser abandona pelo marido, não é o fim do mundo. Que é possível reconstruir a vida sozinha, e que, amar novamente é permitido e necessário.


    2) Você teve apoio da família? 

    Sim. Mas minhas amigas da Faculdade foram as responsáveis pela coragem de publicar.



    3) Como foi o processo de criação do livro?

    Sempre escrevi secretamente em meus momentos de aflição. Quando me separei comecei escrevendo o meu drama. Depois refiz todo o texto e resolvi criar uma Heroína que supera o abandono, dando a volta por cima de uma maneira simples e surpreendente.
    Escrever é uma grande loucura. Nós escritores, escrevemos e apagamos parágrafos e capítulos inteiros várias vezes.

    4) Como foi o processo de produção do livro?
    Difícil. O enredo do livro tinha ordem cronológica. Posteriormente, percebi que o primeiro capítulo, o qual queria disponibilizar no meu site para que todos pudessem conhecer um pouquinho da história, não iria causar impacto. Mudei o texto novamente.
    Quando achei que o livro estava pronto, vi que o livro ficaria caro demais para um livro de estreia. Retirei vários capítulos.
    É tudo muito difícil. Ser responsável por toda produção não é fácil. São muitas etapas: capa, revisão, ficha catalográfica, selo ISBN, diagramação, gráfica, divulgação e distribuição. 

    5) Como escolheu o tema do livro? Memórias pessoais, ou imaginação?
    Um pouco dos dois.

    6) Como está sendo feita a divulgação do livro?
    Através dos blogs, Twitter, facebook, Orkut, palestras e eventos.

    7) Como você se sente ao escrever?
    É muito bom criar. É uma grande viagem. 
    Poder caracterizar um personagem e moldar sua personalidade é muito legal.
    Quando li em algumas resenhas que fizeram do meu livro, que nunca tinham conhecido um personagem tão canalha como Rodrigo. Fiquei Maravilhada, pois era exatamente isso que queria passar.

    8) Você tem alguma profissão além de escritor? Qual?
    Sou professora e tenho uma tenda de açaí. 
    Infelizmente, um escritor iniciante no Brasil tem que fazer de tudo para se sustentar e, nas horas vagas, escrever.

    9) Qual foi a sua maior dificuldade em publicar o livro?
    Publicar um livro independente no Brasil é muito caro. Minha maior dificuldade foi pagar.

    10) Você passou por obstáculos para publicar o livro? Quais?
    Quando coloco na minha cabeça que vou executar um determinado projeto, enquanto não executo, não sossego. Foi assim com o livro.

    11) O que você pensa à respeito do mercado editorial do Brasil?
    É como jogar na loteria. Você joga e fica torcendo para um dia ganhar.
    Nunca enviei um original para nenhuma editora, mas ouço falar que é um mundo fechado.
    Agora que tomei gosto por essa coisa que se chama “escrever”, vou enviar todos os originais e vou aguardar o resultado.

    12) Quais são as suas pretensões para o futuro do seu livro?
    Espero vender todos e talvez publicar a continuação, que seria o futuro de Helena e Marina, mencionando um pouquinho mais de Cadu. Afinal, as leitoras querem conhecer mais o rapaz.


    Rapidinhas...

    Personagem literário do sexo feminino marcante: Laila (A cidade do Sol)
    Personagem literário do sexo masculino marcante: Noah (Diário de uma paixão)
    Melhor livro brasileiro: Dom casmurro
    Melhor livro estrangeiro: A cidade do sol
    Livro que marcou a infância: O caso da borboleta Atíria
    Livro de cabeceira: Cien años de soledad
    Livro que abandonou: Nenhum. Mesmo que não me agrade muito, leio até o final.
    Livro que recomenda:Acabei de ler “O menino do pijama listrado” e recomendo.
    Melhor livro que virou filme: Pearl Harbor
    Citação de livro mais importante: " Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" – O Pequeno Príncipe.






    8 Comentários :

    1. Ah que legal! A Valéria é mesmo uma fofa!!!
      Espero conseguir ler o livro dela em breve pois parece ser muito bom!!!

      Beijinhos,

      (Ei! Tem uma promo rolando lá no blog! Participa?!?)

      ResponderExcluir
    2. Deu vontade de ler o livro, gostei de saber que a autora vende açai, adoro!
      ótima entrevista, é bom sempre saber um pouco mais da autora dos nossos queridos livros!

      ResponderExcluir
    3. Adoro conhecer melhor os autores.
      Realmente, ser um autor independente no Brasil é caro.
      Desejo muito sucesso para a autora.

      Bjs
      www.fernandameireles.com

      ResponderExcluir
    4. Parece ser muuuito legal o livro! Com certeza, tá na minha estante!

      ResponderExcluir
    5. Adoro ler as entrevistas com autores, realmente ser autor no Brasil não deve ser nada facil,
      beijos.

      ResponderExcluir
    6. Adorei a entrevista. Após saber os bastidores da criação, fica mais fácil acompanhar a história e o desenrolar da mesma.

      Parabéns à Valéria pelo trabalho.
      @thaorteg

      ResponderExcluir
    7. Oi !!
      Vou ler o livro da autora logo que eu terminar de ler o segundo volume da série outlander! A capa é tão linda!! Espero me divertir com a história!
      Adorei a entrevista e coincidentemente também li quando era menina na escola " O caso da borboleta Atíria" da série vagalume e me encantei!

      Bjos e sucesso para a autora!!

      ResponderExcluir
    8. Estava aqui procurando pela resenha mas nao achei #mimimi Mas fiquei super feliz em ler a entrevista!

      Acho isso um diferencial tao bacana nos blogs. No meu caso adoro saber sobre os bastidores da criaçao dos livros e tal. Parabens pela entrevista meninas. ADorei!

      Sobre o livro, eu nao imaginava que seria uma 'biografia'. Sei que nao é bem isso mas achei super interessante saber como foi o processo criativo do livro!

      Fiquei super animada em ler 'Cidade do Sol', essa foi a primeira critica positiva que li sobre o livro. OMG, se a auotra esta recomendando deve ser bom #YUPIIII

      Adorei, beijos

      ResponderExcluir