• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Clássicos #5 Pollyana - Eleanor H. Poter



    Pollyanna é uma menina de onze anos, que após ficar orfã vai viver na casa de uma tia rica, em Beldingsville.  Totalmente amarga e muito rígida, Miss Polly não gostou nada de ter uma nova hóspede em sua casa, ainda mais sendo essa hóspede uma menina alegre que cria em seu próprio mundo uma maneira de encontrar felicidade onde essa não existe. 

    Miss Polly a tratava muito mal, sempre lhe aplicando castigos e deixando a pobre menina largada de lado. Não fosse por Nancy e Tom, o jardineiro, que lhe acolheram de braços abertos a menina não teria ganho nem um mísero sorriso naquela casa escura e triste. 

    Inspirada nos ensinamentos de seu amado pai, Pollyana inventa o JOGO DO CONTENTE. O jogo nasceu em um Natal, no qual a menina ficara frustrada em não ganhar a boneca que tanto gostaria e sim um par de muletas. Sem entender o que aquilo significava, o pai sentou-se ao seu lado e disse que ela deveria ficar feliz em não precisar fazer uso das muletas. 

    A partir desse momento tem início a brincadeira que tem por objetivo tentar enxergar o lado bom de tudo o que acontece, encontrar uma compensação nas coisas ruins. E a jovem menina passa o Jogo do Contente adiante sempre que se depara com alguma pessoa aborrecida e que precise de um novo caminho.

    * Quem acompanha o blog sabe que tenho uma enorme queda por clássicos. Li Pollyana ainda criança e esses dias, arrumando um armário de papéis, encontrei junto com alguns outros livros que fizeram diferença na minha vida. Não resisti e mergulhei fundo no mundo criado por Eleanor H. Poter

    Sim, Pollyana faz diferença! Quem acredita ser mais uma história infantil, com uma menininha órfã e ingênua, está enganado. Pollyana é uma menina forte, que enfrenta com sabedoria situações que muitos de nós não saberia como superar.

    Um livro de grandes lições, de positividade. Decidi adotar o Jogo do Contente no meu cotidiano e aconselho que façam o mesmo. Por que enxergar a tristeza se podemos enxergar uma luz por trás dela? Por que perder tempo lamentando um fato e não agradecer o que temos de bom?

    Última resenha de um mês em que estive meio ausente (por motivos de trabalho) deixo minha dica para os que ainda não leram. Ah, aconselho uma caixa de lenços para acompanhar a leitura!!!

    Outros Clássicos resenhados aqui no blog:





    11 Comentários :

    1. Ai que lindo Gabi, li esse livro ainda era moleca, e me emocionei muito, aconselho a qualquer um, o livro é realmente um clássico!
      Lindo e tocante!

      ótima resenha, para fechar com chave de ouro o mês!
      Beijão!

      ResponderExcluir
    2. Ai Gabi!

      Que linda a sua resenha! Muito emocionante msm :)

      Parabéns!

      ResponderExcluir
    3. Fiquei encantada com sua resenha! Eu li Pollyanna há muitos anos... e realmente é um livro que tem uma mensagem maravilhosa... encantador!

      Clássico dos clássicos!

      ResponderExcluir
    4. Eu lí há uns meses atrás e fiquei muito impressionada com esta história tão bela, é tocante a forma como Pollyanna transforma a vida de todos qe vivem ao redor dela. Um ótimo livro.

      Balaio de Livros.

      ResponderExcluir
    5. Ah, eu amo Pollyanna *-* Esse livro é lindo demais! E a continuação - Pollyanna Moça - também é uma graça!

      ResponderExcluir
    6. Pollyanna foi um marco na minha vida. Um divisor de águas. Algo que me transformou, e faz sim, a maior diferença.
      Recomendo sempre, e cuido com o maior carinho das minhas edições de Pollyanna e Pollyanna Moça.
      Viva o talento e doçura da Porter ao escrever essa história =D

      Beijos
      http://mixmistura.blogspot.com/

      ResponderExcluir
    7. adoro esse livro, li Pollyana Moça e é uma graça igualmente!!!! recomendo!
      beijos

      ResponderExcluir
    8. Li esse livro a tanntos anos, ele é um classico que todos deviam ler,
      beijos.

      ResponderExcluir
    9. Eu nunca li esse livro, mas eu sei que vou amar, só pela resenha, pois gosto muito de livros que emocionam, e esse pelo que vi, vai me levar as lagrimas! Bjo!

      ResponderExcluir
    10. Ohh esse livro é muito fofo! Adorooo! Tb chorei, hehe! Adorei a resenha. Bjss!

      ResponderExcluir
    11. Nossa Gabi que resenha maravilhosa. Adorei o jogo do contente, vou tentar fazer como vc e adotar isso pra minha vida tbem.

      Agora quero ler o livro pra poder conhecer direitinho essa estoria.

      Era para meu nome ser Pollyanna por causa dessa obra, qdo minha madrinha foi escolher ficou entre esse e Fabiana. Daí meu pai, sabe-se la pq optou por Fabiana. Infelizmente ele ja nao esta mais aqui pra eu poder fazer essa pergunta!

      Vou tentar achar o livro pra comprar, mas ja esta anotado aqui.

      beijos e parabens pela resenha

      ResponderExcluir