• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Como vocês lêem um romance?


    Orhan Pamuk- Romancista Turco/ Prêmio Nobel 2006

    Hoje li um texto do brilhante romancista Orhan Pamuk e mais uma vez fiquei maravilhada com a profundidade de suas palavras e o domínio do conhecimento sobre os Romances. O texto é um artigo publicado no mês de Julho de 2011 na revista Serrote do Instituto Moreira Salles


    O escritor ficou 12 anos de sua vida lendo Romances sem parar só para observar o seu modo de leitura acerca deste tema.  Entre, teorias maravilhosas,que não vou contar aqui, e idéias muito boas sobre a profundidade, ou em suas palavras, o centro do romance pude grifar algumas frases que farão todos os leitores do blog refletirem por bastante tempo. Pelo menos é assim que estou me sentindo após a leitura.

    Antes, vou contar aos leitores como EU leio um Romance.


    Começo a ler um romance de uma forma despreocupada e inconsciente, buscando o entretenimento. Porém na metade da narrativa procuro a intensidade dos personagens e desejo descobrir tudo sobre suas vidas. Adoro personagens em 1ª pessoa, mas sinto falta de um outro olhar, quando este personagem é onipresente.

    Às vezes, confundo a fantasia do livro com a realidade e fico buscando identificar situações narradas com acontecimentos rotineiros ou trágicos. Tais como acidentes, separações, traições, doenças e etc. Porque todos sabem que um romancista escreve sobre aquilo que vê e sente, então acredito que essa necessidade de identificação é quase que mortal.


    Precisamos tornar aquela história em vida real senão, não entramos no romance de cabeça e não nos envolvemos com os personagens. Quantas vezes vocês não compararam um personagem com alguém da família ou amigos? Eu faço isso sempre, ou melhor, às vezes desejo que o meu companheiro faça igual a tal personagem, ou então que eu aja como Elizabeth Darcy! Hahahaha


    Enfim, é deste jeito que leio um romance. Apesar de deixar minha mente viajar, leio intensamente e vagarosamente. Não consigo correr com a leitura só para chegar ao final. Tenho que desmembrar todo enredo e incorporar as palavras.


    “ Sentir prazer na leitura de um romance é desfrutar o ato de pôr de lado as palavras e transformá-las em imagens mentais”- Orhan Pamuk


    Não é verdade? Quem lê correndo não tem tempo de sentir e de construir uma imagem. Isso me preocupa muito quando vejo jovens lendo bastante sem nenhuma base.


    Outra questão que é muito importante e ao mesmo tempo se torna até engraçada, é o fato da moralidade que empregamos na leitura. Quantas vezes não largamos o livro só porque ficamos com raiva das atitudes do personagem? Eu fiz isso com Sou toda errada da Tammy Luciano e após os conselhos de Pamuk, pretendo retomar a leitura e entrar no livro.


    “Quando se lê um romance, a moralidade deve fazer parte da paisagem, e não algo que emana de dentro do leitor e se volta contra os personagens.”- Pamuk


    E por fim, mas não menos importante:


    “ Eu lia romances como se sonhasse, esquecido de tudo, para adquirir conhecimento do mundo, construir a mim mesmo e moldar minha alma”.- Pamuk


    Nem preciso comentar! Perfeito, não?


    Quero saber dos leitores: Como vocês lêem um romance?





    16 Comentários :

    1. Que post perfeito!
      Adorei, me senti igual!
      Leio um livro pelo prazer que ele me dá, ele me transporta para lugares que só minha imaginação permite, visualizo rostos e mais rostos, sinto as emoções!

      A partir do momento que ler passe a ser uma obrigação, acabou para mim, pode acreditar que morri!

      Amanhã falo mais sobre como eu leio, kkk

      ResponderExcluir
    2. Ei Carol...

      Adorei o post, concordo com varias coisas, especialmente o fato de ler correndo.
      Qdo estava cursando o colegial nos obrigavam a ler e isso foi me desagrando e me desestimulando na leitura. Comecei a tomar birra e ODIAVA a coleção Vagalume. Ler com praso estipulado e pra fazer prova era a treva!

      Hoje leio por prazer, no meu tempo e ritmo. Por isso voltei a gostar de ler. Mas tenho de confessar que em se tratando de alguns autores eu não tenho educação: devoro o livro em dias.
      Minha ultima vitma foi 'Amor de Redenção'!

      Enguliiii o livro e agora quero reler com calma kkkk

      beijos

      ResponderExcluir
    3. Fabi,

      Eu tb engulo alguns livros, mas sabe que depois sinto falta de um detalhamento maior. Só que ai é tarde porque detesto reler livros rs

      beijos

      ResponderExcluir
    4. Carol,

      a-mei, a-m-e-i, AMEI! Simples e conciso - porém sincero. Ler um romance é deparar-se com a mente de outrem; dos seus sentimentos, das suas perspectivas; é criar um elo imaginário, só de vocês - seu e do escrito. É estar absorta em pensamentos, confundir as realidades, sentir através das palavras. É, também, rir e chorar com intensidade e não querer acabar o livro, já que aquele castelo romântico também acabará. Um livro marca. Um livro é um pedaço da gente numa outra pessoa. Um olhar diferente, que esbraveja e pede para sair.

      É um amor em comum, uma paixão que penetra na nossa alma.

      Quando ele diz: "Eu lia romances como se sonhasse, esquecido de tudo, para adquirir conhecimento do mundo, construir a mim mesmo e moldar minha alma", eu tenho que aplaudir e ficar com lágrimas nos olhos... porque é exatamente o que eu sinto. O livro, pra mim, é um história em que eu posso ser quem eu quiser e fazer o que eu quiser; e, o mais maravilhoso é sonhar... livro é um sonho que escolhemos e que poderemos repetir quando bem quisermos!

      Amei o post!

      ResponderExcluir
    5. E tem gente que diz que ler romances e bobagem! Essas pessoas precisam ler esse texto e saber o quanto ele agregra conhecimento e emoção na nossa vida.

      Um post super diferente esse. Adorei!!

      Beijos

      ResponderExcluir
    6. Adorei o texto!
      Realmente ler um romance é uma coisa especial. Muitas vezes até cria alguma esperança em mim. E depois fico na saudade quando o livro acaba!

      Emocionante!

      Bjos

      ResponderExcluir
    7. Carol...

      Ai amiguinha devorar livros é o meu mal, mas no meu caso adoro reler kkkk ainda mais se for saga pq né? Sempre esqueço de alguma coisa!

      Minha memoria é uma coisa fora do normal de tão ruim :P

      beijos querida, parabéns pelo post. :)

      ResponderExcluir
    8. Fabiana, fiquei curiosa com sua opinião sobre o livro Amor de Redenção, você gostou?!
      Por que eu amei, reler acho que demora, até pelo montante de livros que tenho que ler, mas relembrar algumas partes, sempre!

      ResponderExcluir
    9. Amei o post!
      Acho que todos lemos romances buscando a identificação, e nada melhor do que compartilhar das sensações e ficar refletindo sobre aquilo depois!
      Beijos!

      ResponderExcluir
    10. Todos os genêros literários são bons e importantes para nossa vida, mas o Romance é surreal!

      Eu estou com um grande Romance de Pamuk aki para ler, mas estou esperando o momento certo. O meu momento Carol e Pamuk rs

      Não é a toa que Orhan ganhou o prêmio Nobel por sua obra! Ele é tão apaixonado por Romances que o leitor fica alucinado lendo seus ensaios, discursos e textos! Pamuk te amoo! S2

      ResponderExcluir
    11. Ameeeii o post!!!
      Minha maneira de ler um romance é bem semelhante a sua... rsrsrs
      eu entro na história e é como se eu estivesse vivendo aquilo, só que do lado de fora, como em HP e a câmara secreta que ele é realmente transportado para dentro do livro... rsrs
      várias personagens se tornaram minhas amigas e não consigo mais viver sem elas(e eles) hahaha
      As frases dele são perfeitas mesmo!!

      Beijos,
      Marcielle

      ResponderExcluir
    12. Leninha...

      'Amor de Redenção' é o favorito entre os meus favoritos :)

      Eu não gostei não, eu amei! virei fã eterna da Francine Rivers DIVA!

      O livro mexeu muito comigo, chorei, suspirei, refleti e qdo terminei o livro meu coração estava repleto com uma esperança e fé que não sei explicar!

      Michael e Sarah me marcaram de uma maneira muiiiito especial...AMEI, amei e amei.

      Estou louca pra ler mais obras da autora, virei fã de carteirinha. E menina, posso abrir um parenteses? (suspiros)

      QUERO UM MICHAEL HOSEA PRA MIM! #morri


      beijos e desculpa o desabafo kkk


      Amor de Redenção é Absurdamente LINDO!




      OBS: estou louca atras um marcador do livro #mimimi

      ResponderExcluir
    13. Olá!

      Eu acabou lendo muito rápido um livro, mas acaba acontecendo quando estou ligada na história. Cada página me impulsiona para ler mais.

      Mas aqueles livros que me tocam, esse eu vou devagar, vou degustando aos poucos.

      Adorei o post!

      Bjs

      ResponderExcluir
    14. Eu leio um romance fazendo comparações dos personagens com pessoas que conheço também, até comigo, as vezes faço isso! Penso que isso ou aquilo podia acontecer comigo, me envolvo de uma tal maneira que sofro junto com os personagens, choro, rio, me divirto, enfim, eu sempre incorpora algum personagem e percebo que nesses dias de leitura, as vezes me porto igual a ele!!! (será que é normal???)

      ResponderExcluir
    15. hhahahah Adriana é normal sim!

      VC acredita que eu tb faço isso. Jpa me peguei falando de uma maneira toda formal por causa da Lizze Bennet e me comportava = a uma princesa qdo terminava de ler algum livro da série O diário da princesa.

      Bom, nem preciso dizer que já esperei durante dias a cartinha para Hogwarts hauauha Livro é assim, por isso é fantástico! :)

      ResponderExcluir
    16. nossa esse cara descreveu detalhadamente tudo que eu sinto ao ler um livro
      por que no começo eu começo a ler só por distração mais conforme as folhas passam eu vou mergulhando na vida dos personagens e na historia em geral

      ResponderExcluir