• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Tortura Cor de Rosa - Lycia Barros

    Olá leitores,

    Hoje vou resenhar mais um livro de autor nacional que tive a oportunidade de ler no booktour do blog da Tathy (Eu sou assim).




    Sinopse - Tortura cor de rosa - Por que as meninas também sabem ser cruéis
    Ao mudar-se para São Paulo com seus pais, Ava pensou que poderia ter uma vida normal, como a de todas as meninas da sua idade, que têm amigas com quem conversar, com quem sair e com quem divertir-se naquela cidade cosmopolita. O novo bairro é bonito e elegante, e o novo colégio parece-lhe uma promessa de novos dias por viver, repletos de bons acontecimentos. Porém, já no primeiro dia de aula, Ava descobre que nem mesmo ali a vida é perfeita. Sem que saiba direito como, torna-se alvo de uma garota cruel, que está sempre cercada por fiéis seguidoras, com as quais forma uma espécia de gang. É quando tem início o bullying, que tornará a vida de Ava um inimaginável e completo inferno. "Ava encarou-a por um momento, abalada, tentando disfarçar o pavor que se espalhava pelo seu corpo e as lágrimas que ameaçavam cair de seus olhos. Sentiu-se tomada por um ódio desconhecido. Queria asfixiar aquela garota. Jamais, em tempo algum, pensara que um dia fosse sofrer ameaças daquele tipo, de humilhação mórbida. Dois sentimentos fortes brotaram-lhe: a indignação e o desejo de vingança. Porém, o medo se espremeu entre eles. Se Jaque tinha mesmo feito aquilo com Yoshie, porque não faria com ela?"


    O livro é muito interessante, principalmente por conta do assunto em pauta mais do que polêmico nos dias de hoje. O bulllying vem acontecendo com muita freqüência nas escolas, então cada vez mais livros estão sendo feitos sobre este assunto. Pensei que fosse me deparar com um livro clichê e me surpreendi. As personagens são marcantes, o ambiente bem detalhado, a narrativa flui, mas às vezes emperra com algumas expressões religiosas e palavras  formais. Para mim esse foi o ponto chato do livro, porque quando estava no ápice da história, entrava uma lição de moral, ou então alguma frase relacionada a igreja.


    Eu não gosto muito de ler livros com cunho religioso, mas a história é muito interessante e vale a pena ser lida por quem não faz parte deste grupo. Apesar disso, o texto é conciso e as idéias bem elaboradas. É um livro que chamo de redondinho. Importante e bem escrito. Acredito que este é um livro importante para os jovens e interessante para tanto os pais quanto para os filhos repensarem certas atitudes. 


    A personagem que mais gostei foi Ava, porque além de ser diferente e original, não se deixou abalar pelas críticas e seguiu em frente forte e segura do que deveria fazer. Gostei da atitude da personagem e continuei a leitura com um sentimento bom.


    Só a capa que realmente não dá! Eu não gosto muito de capas com pessoas, prefiro as desenhadas, ou com uma produção que me encante. Infelizmente, a capa ficou estranha e simples, mas nada que não possa ser mudado! Recomendo a leitura, mas aviso que não é um romance comum. Considero uma leitura para adolescentes que estão sofrendo disso e para quem quiser saber mais sobre o assunto.  O livro parecer ser feito para escolas, porque, acompanha uma folha de exercícios.

    Beijos, 







    0 Comentários :

    Postar um comentário