• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Como fui Esquecer Você - Jennifer Echols


    Zoey é a linda capitã do time de natação da escola, filha de um pai que acaba de engravidar a amante, e também funcionária, de 24 anos e uma mãe que tentou tirar a própria vida depois que ficou sabendo do acontecido. Zoey a encontrou na cama, desacordada e agora seu pai acaba de interná-la em um hospital psiquiátrico. Como se isso já não fosse ruim o suficiente, ainda deveria ficar em absoluto sigilo. Um segredo que deveria ser mantido entre ela, seu pai, o policial Fox e Doug, o garoto mais odioso da escola.

    Apesar de se conhecerem desde crianças e estarem na mesma equipe, Zoey tinha certeza que Doug a odiava. Alguns anos atrás ele havia ido para um reformatório  por isso Zoey tinha vetado sua indicação como salva vidas no Slide with Clyde, o parque aquático de seu pai. 

    Era quase impossível para Zoey suportar aqueles trágicos acontecimentos e para afogar suas frustrações nada melhor que correr para os braços de Brandon e ter, enfim, sua primeira transa. Brandon é astro da equipe de futebol e o maior conquistador da escola e Zoey tornou-se sua confidente, a pessoa com quem ele conversa sobre seus inúmeros casos amorosos. Mesmo a relação entre eles sendo apenas de amizade, todos achavam que deveriam transar... Por que não? 

    No entanto as coisas não saem como ela imaginou e há um distanciamento entre os dois. Zoey não vê Brandon durante toda a semana e ele não responde suas mensagens de texto. Ela resolve, então, ir atrás dele na festa do time de futebol e repetir o que haviam feito. 

    É aí que tudo acontece. A batida. O acidente. Zoey acaba com seu fusca e não se lembra de nada que aconteceu naquela noite. Só de Doug a ter chamado de garota mimada e a ter resgatado de dentro do carro. 

    Virei fã da autora após ler Longe Demais, leia a resenha aqui. Apaixonei-me pela escrita da Jennifer e criei uma expectativa tão grande para esse livro e... fiquei totalmente decepcionada. Deveria ter imaginado que seguiria à regra: grandes expectativas = desilusões literárias. 

    O livro não é de todo ruim, mas não me pegou de jeito. Senti falta de mais um pouco de romance, um relacionamento mais sutil. Acho que a autora poderia ter mostrado a vida do adolescente normal, que faz sexo, que pensa em sexo, que faz sexo para não ficar para trás diante dos amigos... Mas acho que ela poderia ter explorado mais o lado doce da personagem principal. 

    Foram tantos conflitos que fiquei confusa. Pai, mãe, amante, bebê, acidente e mais um monte de coisas que me fizeram parar e respirar três vezes. Não é possível uma pessoa ser tão tapada, sério. Terminei o livro revoltada com a Zoey! Decepcionante!