• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Cidade das Cinzas - Cassandra Clare

    Contém spoilers para quem não leu Cidade dos Ossos. Aconselho a mudar de post, ou seguir por sua conta e risco. 



    Em Cidade dos Ossos (resenha aqui), Clare descobre que é uma Caçadora de Sombras e enfrenta inúmeros perigos ao lado de Jace, Alec e Isabelle. Mas sua vida não é a única a sofrer reviravoltas. A vida de Jace também está diferente agora que ele sabe toda a verdade sobre seu pai. 

    Ao contrário do que ele sempre acreditou, Michael Wayland não é seu verdadeiro pai e sim o terrível Valentim. O Caçador de Sombras que foi capaz de manipular pessoas e matar em função de sua própria causa: destruir a Clave.

    Depois dos últimos acontecimentos, os Lightwood passaram a não acreditar na ignorância de Jace em relação aos planos de seu pai. Pelo contrário, acreditavam que ele poderia ser um espião infiltrado na Clave para transmitir informações. Um instrumento controlado por Valentim. Jace não tinha outra alternativa a não ser procurar a única pessoa que seria capaz de entender sua situação: Luke

    "Você é uma flecha atirada no coração da Clave, Jace. Você é a flecha de Valentim. Sabendo disso ou não." (Maryse, página 32)

    Não bastasse tudo isso, o segundo dos Instrumentos Mortais é roubado e uma série de assassinatos  começam a ocorrer entre os seres do submundo. A Inquisidora parece estar mais certa que nunca que Jace realmente é aliado de Valentim e está por trás de muitos dos acontecimentos. 

    Os Caçadores de Sombras agora estão próximos de enfrentar uma de suas batalhas mais difíceis. Clary tem que passar por cima de sua falta de treinamento e aprender a se defender de demônios realmente assustadores e Jace precisa provar quem realmente é. 

    Atendendo totalmente às minhas expectativas, Cidade das Cinzas (Galera Record, 406 páginas) consegue ser ainda mais eletrizante que o primeiro. Com uma trama extremamente elaborada, cheia de reviravoltas e muita adrenalina, Cassandra Clare conquistou de vez minha atenção. Estou apaixonada pela narrativa da autora e fluidez de seu texto.

    Além de lindo, Jace é arrogante e impaciente. Ele não mede muito as palavras, mesmo para lidar com seus superiores. Clary é o oposto da donzela em perigo. Mesmo sem nenhum treinamento, ela não foge de uma boa luta e não mede esforços para defender aqueles que ama. Personagens coadjuvantes também ganham destaque nesse volume, como Alec, Luke e o feiticeiro Magnus. 

    Mantenho as palavras que disse na resenha de Cidade dos Ossos: fãs de séries de vampiros, lobisomens, bruxos e demais seres sobrenaturais, larguem tudo o que estão fazendo e corram para a livraria mais próxima. AGORA! Esqueçam absolutamente TUDO o que vocês já leram de sobrenatural. Em Instrumentos Mortais,Cassandra Clare nos apresenta a melhor série já escrita, depois de HP.