• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Especiais - Série Feios - Scott Westerfeld



    A - ha, u - hul estou dominando a língua inglesa! Li meu 2º livro em inglês e estou me achando. Brincadeira, sofri um bocado lendo, mas pelo menos entendi o contexto e a história.

    Cuidado esta resenha pode ter alguns spoilers.

    Se quiser saber mais sobre a série, leia a resenha de Feios e Perfeitos.
    Sinopse: Tally se tornou não apenas Especial, mas Cortadora, o que significa que além de linda, ela também é letal. Nada pode impedi-la quando está em uma missão. Ou quase nada. Um reencontro com um pedaço da sua antiga vida deixa Tally balançada entre seus instintos programados de Especial e sua antiga consciência.

    Como todo término de série, eu imaginava que o livro seria mais revelador ou com mais ação, ainda mais porque Scott não deixou faltar nada nos outros livros. Só que em Especiais tive a sensação de que faltou aquele desfecho surpreendente. Achei que Tally, como especial, fosse aprontar mais, sei lá, fazer algo destrutivo a mando da Dr. Cable, que fez tanta questão de mudá-la em todos os outros livros. Só que ela não fez nada a não ser observar tudo de longe.

    Gostei do último capítulo, achei a solução da Tally para a revolução bem interessante, porém esperava mais. Sinceramente, David quase não apareceu no livro, sendo que ele, desde Feios, lutava por um mundo melhor e mudanças. Também achei a participação de Zane fraca. Os dois personagens que mexeram com a vida de Tally e "causaram" nos outros livros, ficaram de fora e o livro, para mim, se tornou um monólogo.

    Em minha opinião, a série desandou. Fica a pergunta: O que aconteceu, Scott? Você tinha tudo na mão para criar um livro cheio de ações, aventuras, reviravoltas, mas preferiu politizar a história. Foi isso que senti. Parece que o autor ficou mais preocupado em passar lições de moral e  lições psicológicas do que explorar o universo paralelo fantástico que criou.

    Mesmo com toda essa indignação, gostei do livro, li com prazer e mais uma vez adorei o trabalho da capa e da diagramação, tanto em inglês, quanto em português. Vou confessar que peguei o livro em Português para dar uma olhadinha e ver se achava sentindo no final. Pensei que tinha lido errado, ou não entendido nada, mas estava enganada. Meu inglês continua bom, o autor é que se esqueceu de colocar fermento e sal na história! Hahaha

    Recomendo a leitura da série toda, porque vale muito a pena. O livro Perfeitos é maravilhoso e Feios também é muito especial. 

    Ah, não gostei do final amoroso da Tally. Em Feios ela ama David, já em Perfeitos,do nada, passa a amar Zane. É festa? Por isso que eu não gosto muito de encontrar romance em ficção científica, porque o autor nunca termina direito.

    Beijinhos,