• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Sociedade Secreta, Rosa & Túmulo - Diana Peterfreund


    Amy Hastel trabalha como editora da revista literária da Universidade de Eli. Com notas excelentes e um currículo de fazer inveja, Amy sonha em fazer parte da sociedade secreta Pena & Tinta, o que facilitaria muito a sua entrada no tão disputado mercado de trabalho. Mas para sua surpresa, não é a Pena & Tinta que a convoca e sim uma das maiores sociedades secretas que existem: a Rosa & Túmulo.

    Depois de muitos anos convocando apenas homens para integrar o grupo, a Rosa & Túmulo resolve abrir suas portas para um seleto grupo de mulheres, do qual Amy faz parte. Agora ela é uma coveira e compartilha os segredos daquela sociedade lendária, que tem membros espalhados em todos os continentes, incluindo alguns líderes mundiais mais ilustres.

    Sabe aquele livro que todo mundo fala que é maravilhoso e você morre de curiosidade de ler, mas ainda não teve oportunidade? Sempre esperei uma promoção para adquirir o meu exemplar de Sociedade Secreta, mas o preço insistia em manter-se salgado… Até que um dia, voltando do mercado, deparei-me com a vitrine de um sebo que o anunciava a 10,00. Olha que sorte! Como fui uma cliente muito boazinha e comprei vários outros livros, o tio do sebo ainda fez um descontinho e Sociedade Secreta saiu por 8,00. (E não estava acabado não hein, estava embaladinho, lindo, impecável)

    Fui para casa feliz da vida, suspirando de alegria e larguei tudo o que estava lendo para me deliciar com o meu tão sonhado livro.

    Já de cara, tive vontade de abandonar a leitura e jogar o livro na parede. Esperava uma narrativa mais dinâmica, com suspense adolescente e tudo mais. Fui no twitter fazer um #mimimi e perguntar se iria melhorar. Encorajada por algumas blogueiras que disseram que a partir de determinado ponto as coisas começam a se encaixar, voltei para a minha leitura.

    Preciso concordar que isso realmente acontece mas, infelizmente, o livro não me conquistou. Como dito anteriormente, acho que faltou um pouco mais de suspense e muitas questões ficaram soltas na minha cabeça. Fico pensando se a autora tirou inspiração na maçonaria para escrever essa obra, visto que, aparentemente, as semelhanças são muitas - claro que não sou conhecedora, mas tenho pessoas na família que fazem parte e já peguei alguns livros para tentar, em vão, entender alguma coisa.

    Sociedades com códigos e juramentos secretos, basicamente masculinas e onde as pessoas tratam-se por irmãos. Talvez tenha sido esse o ponto que despertou minha curiosidade. E foi minha maior frustração.

    Espero que nos próximos volumes minha expectativa seja atingida e minha curiosidade sanada (risos) porque esse me mostrou apenas choque de gereções =/