• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    O Filme Perfeito - Jodi Picoult


    Tudo era como um filme perfeito.
    Só esqueceram de contar à Cassie que esse filme era de terror.


    Cassandra Barret, ou simplesmente Cassie é uma antropóloga física que conhece o famoso e encantador Alex Rivers - um dos homens mais desejados dos EUA - em uma de suas escavações e se apaixona irremediavelmente. Logo se casam e começam a viver um filme perfeito. 

    O casamento dos sonhos, um tempo depois, começa a a diluir. Cassie descobre um lado muito sombrio do seu amado marido; Alex possui excessos de raiva e passa a espancar constantemente a a esposa. Cassie aguenta tudo por sentir um tamanho amor por esse homem. Porém, descobre que está grávida, agora as agressões não só atingem ela. Ela precisará decidir se salva o seu bebê ou fica ao lado do homem que ama. 
    "Eu sei que você não compreende e não posso explicar: eu amava Alex de tal forma que era mais fácil permitir que ele me machucasse do que assisti-lo machucando a si mesmo." 
    O Filme Perfeito (Editora Planeta, 360 páginas, 2009) é um livro muito intenso, porque o amor entre Cassie e Alex transborda intensidade. No meio da leitura você se vê cheia de sentimentos contraditórios, ora torcendo pro Alex, ora querendo que a Cassie fuja. 

    Ao início da leitura eu achava que Alex realmente amava Cassie e as agressões eram reflexos dos problemas de sua infância. Porém, depois de algumas discussões com a amiga que me emprestou o livro, eu percebi que o sentimento de Alex era muito muito diferente de amor. Estava mais para obsessão, um sentimento muito parecido com posse. 
    "Ele acordaria no dia seguinte com centenas de ofertas de filmes e um salário de vinte milhões por cada um deles, mas não seria o suficiente. Nunca seria o suficiente. Ele trocaria tudo e viveria em uma caixa de papelão na praia se pudesse se livrar da parte do seu ser que causava tanto sofrimento a Cassie."
    Esse livro é diferente de todos os dramas que li por N motivos. Não é um livro em que tem um vilão ou uma mocinha. Na verdade estamos lidando com vítimas. Toda vez que Alex espancava a esposa eu sentia um ódio tremendo dele, mas logo em seguida ele fazia algo tão generoso, algo tão doce que eu acabava o perdoando. Depois desse livro eu passei a entender o acontece em um lar onde ocorre agressões, é muito mais difícil do que eu imaginava lidar com isso porque envolve sentimentos, passado, uma vida construída juntos, envolve coisas que quem está de fora desconhece. 

    Acabei o livro e não sei qual meu posicionamento quanto ao Alex: se o odeio, se o amo, se o perdoo. O final foi lindo, foi o que eu esperava, foi incrível. A Jodi Picoult deixou um final livre para criarmos o que quisermos, penso comigo que Alex vai aprender a lidar com o seu passado. 

    O Filme Perfeito é uma história complexa, que faz você se perguntar: "Até onde vamos por amor? Até onde suportamos por amor?" RECOMENDADO, e com certeza procurarei outras obras de Jodi Picoult. 


    Durante todo o mês de junho os comentaristas do blog poderão concorrer ao livro PARA SEMPRE. Saiba como clicando aqui, ou em Comentaristas do Mês, que você encontra na área Colunas, no menu principal.