• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Ser Clara - Janaina Rico

    Uma das capas mais polêmicas já lançadas pela literatura nacional: Ser Clara foi alvo de muitas críticas desde que a arte foi divulgada nas redes sociais. Sinceramente, a capa não me incomodou e até achei condizente com a proposta desse Chick Lit escrito por Janaina Rico. 



    Clara tem 27 anos, é professora de Português, mora sozinha em sua quit charmosa e não esconde de ninguém que é gostosa. Na verdade, ela adora ser gostosa e exibir seu enorme e bem esculpido traseiro em roupas que chamam atenção. Sem dúvida nenhuma ela é uma mulher que gosta de curtir a vida. Sem namorado, ela flerta com os homens e faz questão de tê-los aos seus pés, apaixonados e babando. 

    Esqueça aquele esteriótipo de mocinha doce e meiga, porque Clara passa bem longe de ser assim. Ela é tão cheia de defeitos que, em muitos momentos pensei que a autora pode ter exagerado um pouco. Clara vive em bares com os amigos e está constantemente bêbada, não tem o menor pudor de se atirar em cima dos homens e ir para a cama com eles. Ela ADORA sexo. Tem a boca suja que só e está sempre soltando um palavrão. 

    Ao meu entender, essa foi a real proposta da autora: criar uma personagem REAL, com defeitos que encontramos em cada esquina, em mulheres frequentadoras de um barzinho qualquer, mas como disse, em determinados momentos ela exagerou na dose. Ninguém fica bêbado com tanta frequência, ou, pelo menos, não deveria. Outro ponto que me incomodou um pouco foi a futilidade da personagem em repetir milhões de vezes que é gostosona, que está com um vestido de gostosona, que seu bumbum é isso, seus seios são aquilo... 

    Como em todo Chick Lit, há a disputa entre dois caras totalmente opostos. João Thomas é médico, rico e extremamente ciumento. Integrante de uma família mesquinha, com uma mãe de dar nojo. E o Léo, ahh o Léo... É o sonho de consumo de qualquer mulher. Fofo e inteligente, sensível e DURO. 

    Apesar de não morrer de amores pela personagem principal, preciso elogiar a narrativa dinâmica da autora. Janaina Rico tem uma escrita que flui e o livro é muito bem escrito. Mas aviso, aqueles que não gostam de encontrar palavrões, estejam preparados: a Clara é uma das personagens mais malucas que já vi e manda todo mundo %$#@$ %$#$ e ainda %$#@$% %$#@#$%. Pois é. 

    O enredo pode ser do gosto de várias pessoas, mas infelizmente o livro não me conquistou por completo. Boa parte disso deve-se à reviravolta na trama, que ocorre na terça parte final. O que antes era a vida de uma solteira maluquinha torna-se caso de polícia e não consegui entrar na história proposta por Janaina. Acho que a autora poderia, também, ter explorado um pouco mais o amadurecimento de Clara e enveredado o desenrolar por outro caminho. 


    Durante todo o mês de junho os comentaristas do blog poderão concorrer ao livro PARA SEMPRE. Saiba como clicando aqui, ou em Comentaristas do Mês, que você encontra na área Colunas, no menu principal.