• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    O céu vai ter que esperar- Cally Taylor - Bertrand Brasil



    Preciso começar essa resenha falando da capa, que é um luxo! Brilhos por toda parte e ilustração de primeira. Comprei esse livro 100% pela capa. Linda, Linda, Linda! A parte gráfica também não fica atrás, cada capítulo tem um detalhe no início e a fonte combina com o tipo de livro.
    Sinopse:Lucy Brown está prestes a se casar com o homem dos seus sonhos. Contudo, na véspera da cerimônia, ela sofre um acidente fatal. Agora ela terá que escolher: aceitar uma vida inteira longe de sua alma gêmea e ir para o céu, ou ficar com seu amor, sob a forma de fantasma. Vencedora de diversos prêmios, esse é o romance de estreia de Cally Taylor.
    Ai que saudades que eu estava de ler um bom Chick-Lit! O céu vai ter que esperar superou minha expectativas, tanto de leitura quanto de enredo. A história é interessante e  foi muito bem construída, não chega a ser realista, por conta da questão da morte, mas é bem prazerosa.

    O destaque do livro fica para Lucy Brown, a personagem, principal, que narra a história com sutileza e muito sentimento. Afinal, sentir que vai morrer antes do casamento e ver isso acontecendo é muito trágico. Lucy, estava tão nervosa na véspera do seu casamento que ficou imaginando possíveis acidentes, mas pensar besteira é normal para noivas desesperadas. O que ela não imaginava é que um simples tropeção fosse mudar sua vida para sempre.

    Ela não foi uma pessoa ruim em vida e não tinha nada de importante para mudar seu caráter e tal, o que ela queria era se despedir de seu noivo e grande amor de sua vida, que ficou arrasado ao perder a sua mulher para sempre. Só com esse pequeno resumo dá para ver que o livro não fala de pecados, estigmas, nem de religião. É uma história de amor ambientada na vida pós-morte, que em minha opinião foi muito bem construída.

    Cally Taylor pegou uma tragédia e a transformou em comédia romântica daquelas que você torce para que a personagem acorde de um coma, ou que o mocinho morra também. É estranho torcer pela morte do outro, mas eles TINHAM que ficar juntos e se o único jeito for esse, eu quero mais é que o personagem morra!

    O final do livro é surpreendente. Fiquei imaginando um final e quando fui ler a última página para matar a minha curiosidade, me surpreendi e fiquei com cara de boba! 


    Recomendo a leitura. Existe um filme bem parecido com o livro, mas eu não me lembro o nome. Se alguém souber comente, queria rever o filme! Eu lembro que a mulher morria esmagada por um bloco de gelo na véspera de seu casamento e voltava como fantasma para tentar se comunicar com o noivo.

    Beijinhos,