• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    O Solteirão - Carly Phillips


    Os Chandler são conhecidos por sua beleza e falta de compromisso com as mulheres. Os três irmãos desejam apenas diversão, sem manter um relacionamento sério com ninguém. Raina, a mãe protetora, parece ter esgotado seu estoque de ideias para tentar encontrar uma nora e resolve apelar. Fingindo uma séria doença cardíaca, Raina consegue reunir os filhos, trazendo Roman - que trabalha como correspondente internacional - de volta à pequena Yorkshire Falls. 

    Muito apegados à mãe, os filhos resolvem tentar a sorte para decidir quem irá ceder aos caprichos de Raina e perder a liberdade. Alguém terá que formar uma família. Roman é o sortudo. O único que saiu da cidade agora está de volta e a procura de uma esposa em potencial. Uma mulher que seja a mãe para seus filhos e que seja facilmente deixada para trás. Alguém que não lhe desperte sentimentos suficientes para que ele possa seguir sua vida longe. 

    O plano seria perfeito se não fosse a bela Charlotte Bronson, seu amor de infância que o deixara sem nenhuma explicação. Depois de uma temporada em NY, Charlotte retornou para a cidade natal e agora é dona de uma ousada loja de lingerie. 

    A jovem tímida do passado deu lugar a uma linda, forte e sexy mulher que mexe com a cabeça do Chandler mais novo a ponto de colocar em risco seus planos e sua liberdade. 

    "A mão áspera de Roman passou pelo rosto de Charlotte e um arrepio a atravessou de um jeito que ele não pode deixar de perceber. 
    - Deixarei você voltar a sua mesa assim que eu fizer uma pergunta. Quando vai se render?
    Charlotte lambeu os lábios secos - Quando vai desistir?
    Ele sorriu - Quando o inferno congelar."

    Nada como um bom Chick Lit para espantar uma ressaca literária. Fiquei algumas semanas sem conseguir ler mais de 20 páginas em um dia e já estava desesperada. O Solteirão, primeiro volume de uma trilogia que há muito tempo quero ler, cumpriu perfeitamente o que esperava dele. Uma leitura tranquila, leve, engraçada e que me proporcionou momentos agradáveis. Alguns momentos a leitura é até bem sedutora, com cenas de pura conquista. AMEI. 

    A narrativa de Carly é perfeita e o livro se desenrola de maneira perfeitamente sequenciada. O único "porém" é diagramação. Não sou fã de diálogos entre aspas. Sempre fico um pouco confusa. Sou adepta do bom e velho travessão para marcar as falas dos personagens. Fora isso, perfeito. 

    Recomendo muito o livro para quem gosta do gênero ou busca algo leve para um fim de semana.