• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Anjo Mecânico - Cassandra Clare

    "- Eu sou uma Nephilim, uma caçadora de sombras. Somos... uma raça, por assim dizer, de pessoas, pessoas com habilidades especiais. Somos mais fortes e mais velozes que a maioria dos humanos. Somos capazes de nos esconder com magias chamadas feitiços. E somos  especialmente treinados para matar demônios."  página 55

    Theresa Gray não fazia ideia do poder que possuía. Ela jamais poderia imaginar que estava longe de ser uma simples humana e que existiam seres do Submundo e Caçadores de Sombras. Tessa sempre teve uma vida difícil. Após a morte dos pais, a menina ficou nos Estados Unidos, sob os cuidados da tia, enquanto seu irmão Nathaniel foi trabalhar e Londres. 

    Tessa viveu dessa maneira até a morte da tia e receber uma carta de Nate, pedindo que ela fosse viver em Londres. Sem pensar em mais nada, só em reencontrar seu querido irmão, Tessa chega à cidade e é recebida por duas senhoras - Black e Dark - que diziam estar à sua espera, com uma carta de Nate. Enganada, é feita refém pelas Irmãs Sombrias e passa por uma especie de treinamento para aprender a lidar com seu poder desconhecido. A jovem era capaz de transformar-se , apenas por segurar um objeto que pertencia a outra pessoa. Assumia o corpo, voz, além de, muitas vezes, pensamentos. 

    Depois de sofrer semanas enclausurada na casa das irmãs e ser torturada e muito maltratada, Tessa descobre que algo pior está para acontecer e que ela na verdade está sendo preparada para o Magistrado. Sem saber o que isso significa e totalmente desesperada, a jovem tenta a todo custo escapar, no entanto, sem sucesso. As irmãs sombrias afirmam que Nate é mantido como refém e que qualquer deslize seria o fim da única pessoa que ela tinha no mundo. Ela não tinha escapatória, estava condenada. 

    Seu destino muda, no entanto, quando os Caçadores de Sombras invadem o lugar e a resgatam. Tessa é levada por Will para o Instituto e fica sob os cuidados de Charlotte, Henry, Jessamine e James e tem que aprender sobre seu poder e descobrir quem é de verdade. 

    Anjo Mecânico é o primeiro livro da série As Peças Infernais, de Cassandra Clare. A história é passada antes de Instrumentos Mortais, no século XVIII, e nos remete a um início. Como era a convivência entre os Nephilins e os seres do submundo logo após os Acordos, como era ser um Caçador de Sombra naquela época... 

    O livro tem início com uma narrativa eletrizante, que deixa o leitor extasiado, esperando mais - e mais e mais e mais. Essa sensação, entretanto, deu lugar a uma certa monotonia em determinado momento. Ao meu ver, a narrativa tornou-se um pouco arrastada e senti que a autora queria passar muita informação de uma vez só. Pode ser que isso seja importante para a continuação, mas Anjo Mecânico ficou um pouco confuso para mim e, por isso, demorei um pouco a terminar a leitura. Só a partir da página 300 houve um desenrolar mais dinâmico acompanhado de um final que me deixou com alguns pontos de interrogação pairando ao redor da cabeça. 

    A proposta da autora não é ruim, pelo contrário, é fascinante. Ouso dizer que Clare é uma de minhas autoras preferidas do gênero e sua escrita é perfeita, fato que se afirma em Anjo Mecânico, que apesar do citado acima, tem suas particularidades e que o tornam uma incógnita para mim. 
    (Confesso, não sou capaz de avaliar meu sentimento em relação ao livro.) 

    Um dos aspectos que mais me encantou foi Cassandra conseguir criar para um livro de fantasia, uma ambientação tão bem construída na história. Jessamine é a prova viva disso. Todas as suas crises de não querer pertencer àquele mundo e sim, viver como uma moça normal de sua época, frequentar bailes e encontrar um pretendente, casar e constituir uma família normal. Os personagens são muito bem construídos, cada um com seus dramas pessoais e revelações que te deixam 'de boca aberta'. 

    Talvez eu tenha esperado demais dessa série, uma vez que Instrumentos Mortais entrou para minha lista de séries preferidas de todos os tempos. Torço para que os próximos volumes mantenham a adrenalina alta do início ao fim e que a autora se consagre de vez. 

    Dou 3,5 estrelinhas.