• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Movie Day: Enrolados

    Quem nunca se encantou com os contos de fadas criados pela Disney? Branca de Neve, Cinderela, A Bela Adormecida e tantos outros que encantaram nossas infâncias. Por esse, o principal motivo que me fez ir atrás de assistir o filme Enrolados, o mais fofo dos últimos tempos. A Disney acertou em cheio fazendo essa (re)adaptação do conto de fadas da Rapunzel.

    Enrolados (Tangled) estreou em 2010 e traz a princesa dos longos cabelos muito mais moderna e divertida num filme cheio de aventura, ação e música. Rapunzel foi raptada quando criança e cresceu presa por uma "bruxa" em uma torre sem contato com o mundo externo. Agora, com 18 anos, tudo que mais deseja é se aventurar pelo mundo. Para isso precisará contar com o charmoso, sexy, lindo e engraçado Flynn Rider, que está longe de ser um principe encantado, afinal ele é um bandido. Juntos, essa dupla nos dá momentos de gargalhadas, cheios de humor, aventura e MUITO MUITO romance.


    Como eu disse, Enrolados foi uma surpresa super super agradável para mim. Eu, que não gosto muito de desenhos animados, fiquei encantada com tamanha criatividade dos produtores desse filme. Sério, essa versão ganhou da original e entrou para minha lista de desenhos animados preferidos. Leve e divertido, Enrolados é um filme para se assistir em família no domingo a tarde e agradará tantos as meninas quanto os meninos.


    P.S.: Aceito esse camaleão de presente. Que coisinha mais fofa *---*





    #1 Webnovela do momento:Os diários de Lizzie Bennet

    Olá,




    Hoje eu trago para os leitores do Romances e leituras uma novidade que está bombando no youtube desde o começo do ano.

    Confesso que já tinha ouvido falar da webnovela- VLOG, mas não levei muita fé por preguiça de ouvir em inglês sem legenda. Eu simplesmente perdi um programa FANTÁSTICO!

    Gente, a webnovela do Vlog The lizzie diaries é muito boa! Um grupo de pessoas se juntaram para escrever um roteiro moderno em cima de Orgulho e preconceito com o foco na vida da personagem mais querida de Jane Austen, Elizabeht Bennet.

    Então, os vídeos tem no máximo 3 minutos e são gravados no quarto de lizzie, no qual, ela mostra que tem uma vida moderna, mas sua família, leia-se mãe, tem parâmetros antigos e cisma em casar as filhas, Jane, Lydia e Lizzie com homens ricos.

    As atrizes se parecem demais e formam a família perfeita, a Charlote é japonesa e filma as aventuras de Lizzie. Na webnovela ela é bem mais amiga de Elizabeth do que no livro e Bing Lee é um gato!

    Claroque nem todos os personagens entram na história, mas os principais estão presentes e  vão aparecendo de acordo com o desenvolvimento da narrativa. Existe uma festa na casa de Bing Lee e todas são convidadas. Lizzie conhece o eterno William Darcy nessa festa e o compara com os padrões de homens de hoje em dia!

    Aiiiiiii é maravilhoso! Eu estou viciada nessa webnovela e recomendo muito!

    Ótima dica para o final de semana, mas  cuidado vocês não vão querer parar de ver.

    Ah, a nossa querida escritora Larissa Siriane traduziu alguns episódios da webnovela.






    Elenco:
    Lizzie Bennet - Ashley Clements | 

    Charlotte Lu - Julia Cho |  
    Lydia Bennet - Mary Kate Wiles | 

    Produção:
    Executive Producer - Hank Green |
    Executive Producer - Bernie Su |
    Producer - Jenni Powell |
    Director - Bernie Su |
    Writer - Margaret Dunlap |
    Cinematography - Jason Raswant
    Assistant Director - Stuart Davis |
    Editor - Hank Green |
    Consulting Producer - Margaret Dunlap |
    Transmedia Producer - Jay Busman |
    Intro Music and Graphics - Michael Aranda
    Makeup - Heather Begley
    Production Designer - Katie Moest
    Production Assistant - Jeff Jarvis

    Beijinhos,


    Promoção - A Festa de Casamento

    Resultado!

    A vencedora da promoção foi Andressa Faria! Parabéns, querida! Você tem 3 dias para enviar seus dados para o email romanceseleituras_promo@yahoo.com.br.



    Oi, pessoal! Mais uma promoção entrando no ar aqui no Romances e Leituras! Você pode participar até o dia 18/10 e ter a chance de levar para casa esse livro delicioso. 



    Para concorrer você deve:

    1. Seguir publicamente o blog;
    2. Ter um endereço de entrega no Brasil;
    3. Preencher o formulário Rafflecopter.

    >> Para divulgações no facebook, utilize a frase abaixo:

    #Promoção até 18/10 > O @eromances me convidou para A FESTA DE CASAMENTO e eu não posso perder essa chance!  http://bit.ly/SlQS5I

    a Rafflecopter giveaway

    Observações. 
    O sorteio será realizado no fim de semana seguinte ao término na promoção;
    Perfis exclusivos para divulgação no twitter serão desconsiderados;
    O ganhador terá um prazo de 03 dias para entrar em contato com a equipe do blog, enviando os dados para postagem, caso contrário , outro sorteio será realizado;
    O prazo de postagem é de até 20 dias, podendo a mesma ocorrer antes.

    O Romances e Leituras não envia e-mail ao ganhador, portanto,  fique atento ao resultado. 
    Esse post será atualizado com o devido resultado e o banner correspondente mantido na barra lateral por 1 semana para facilitar a verificação. 

    Boa Sorte!

    Um Amor de Detetive - Sarah Mason

    Como resenhar um livro que encanta desde os agradecimentos? O que falar de um livro que tem início com diálogo hilário entre amigas que se encontram em uma situação bizarra? 

    Um Amor de Detetive vai entrar para a lista dos meus livros preferidos de todos os tempos. Sarah Mason conseguir reunir todos os elementos que julgo necessários para que um chick lit seja memorável e, de quebra, criou uma história diferente, cheia de charme e muito, mas muito, engraçada. 

    Ao contrário do que costumamos encontrar em livros do gênero, não temos uma protagonista deprimida, que levou um chute do seu grande amor e vive na pele a crise dos 30 anos. Holly tem um namorado gato e jogador de rugby, é jornalista, tem uma melhor amiga muito legal e é extremamente desastrada. Nunca vi uma pessoa se machucar tanto e parar tantas vezes nas emergências de hospitais quanto essa personagem. E o pior, não é chato isso acontecer. Me peguei diversas vezes torcendo pelo próximo incidente com Holly. 

    E é em uma dessas visitas ao hospital que ela conhece o sargento-detetive Sabine. James estava apurando um caso e Holly aproveitou a ida ao hospital para saber um pouco mais sobre o ocorrido, já que era a nova repórter investigativa do jornal. O detetive, no entanto, não estava nada disposto a cooperar e quando Holly passa a ser sua observadora, instalada em uma mesa em frente a sua e acompanhando todos os seus passos, James vê o inferno diante de si. Eles eram "parceiros". 

    Holly agora era responsável por escrever aos leitores do Bristol Gazzete uma espécie de Diário, onde relata os acontecimentos da polícia. Ela cria um nome fictício para o detetive e para os envolvidos nos casos de investigação e, depois de muita insistência, consegue autorização para que um fotógrafo os acompanhe, registrando os momentos importantes. 

    "Dia a dia. Passo a passo. Você irá participar da linha de ação da sua colunista Hooly Colshannon. O verdadeiro diário de Dick Tracy. Começa na segunda feira..." Página 68.

    Desastrada, ela consegue as coisas mais extraordinárias, como prender o dedão em uma garrafa vazia de vinho, durante uma festa e, muitas vezes, acaba atrapalhando o trabalho da polícia, matando o detetive de raiva. Os dois vivem às turras, como cão e gato. Sempre com provocações e ironias. O clima de hostilidade inicial entre Holly e James, entretanto, vai se dissipando com o passar do tempo e à medida que os incidentes ocorrem com Holly, um enorme carinho nasce entre os dois. 

    Mesmo que os leitores do Diário - e o restante do mundo - torçam para um final feliz entre Holly e seu detetive, isso parece impossível. James vai se casar dentro de algumas semanas e ela... Ela ama Ben. 

    Um Amor de Detetive é exatamente o meu número: leve, descontraído, fluido e,  como disse anteriormente, entrou para a minha lista de queridinhos. Para quem é fã do gênero, essa é uma leitura OBRIGATÓRIA e, acreditem em mim, é impossível não se apaixonar pela história e pela narrativa de Sarah Mason. 



    Resultado da Promoção de Comentarias da Semana

    Olá!

    Acabei de selecionar as pessoas que comentaram nas resenhas este mês e sortear um sortudo que ganhou um Kit muito bom da Harlequim!




    Foram 32 comentários nas resenhas da semana, contando um número a mais para quem comentou em várias resenhas.



    E a Vencedora foi:

    Cristiane Silva \o/! Parabéns, Cris! Continue comentando e concorrendo a prêmios fofos do Romances e leituras!


    Você tem até 3 dias para mandar um email com seus dados e endereço para o email romanceseleituras_promo@yahoo.com.br.


    Confiram a lista de comentaristas:


    1-      Bruna Britti
    2-      Danielle GCA Souza
    3-      Cristiane Silva
    4-      Mayara Mello
    5-      Carla
    6-      Carla Fernanda
    7-      Cristiane Silva
    8-      Nanie Dias
    9-      Cristiane Silva
    10-   Carla
    11-   Carla Fernanda
    12-   Alana
    13-   Raquel Miranda
    14-   Andy
    15-   Adriele Santana
    16-   Effie Unie
    17-   Nannie Dias
    18-   Daniele CGA SOUZA
    19-   Cristiane Silva
    20-   Raquel Miranda
    21-   Carla Fernanda
    22-   Bianca StweaRT
    23-   Lívia Carolina
    24-   Raphaela
    25-   Nanie Dias
    26-   Lyin Biagine
    27-   Karlene
    28-   Pah
    29-   Raquel Miranda
    30-   Yasmin Nemem
    31-   Adriele Santana
    32-   Bianca Lima

    Beijinhos,


    Puros - Julianna Baggott


      
    Estou no mês dos livros de sociedade distópica! Já é o segundo que leio em menos de 1 semana, mas preciso dizer que este livro é um pouco diferente de todos que já li desse gênero. Ao contrário do livro A Seleção, que tem um clima doce e leve, Puros é bem pesado, radical e perturbador. No começo da leitura eu estranhei muito a brutalidade da autora ao narrar os fatos, mas aos poucos eu fui me acostumando e aprendendo a valorizar o livro. No final, eu já estava completamente apaixonada esperando pela continuação.

    Sinopse:Pressia pouco se lembra das Explosões ou de sua vida no Antes. Deitada no armário de dormir, nos fundos de uma antiga barbearia em ruínas onde se esconde com o avô, ela pensa em tudo o que foi perdido — como um mundo com parques incríveis, cinemas, festas de aniversário, pais e mães foi reduzido a somente cinzas e poeira, cicatrizes, queimaduras, corpos mutilados e fundidos. Agora, em uma época em que todos os jovens são obrigados a se entregar às milícias para, com sorte, serem treinados ou, se tiverem azar, abatidos, Pressia não pode mais fingir que ainda é uma criança. Sua única saída é fugir.Houve, porém, quem escapasse ileso do Apocalipse.Esses são os Puros, mantidos a salvo das cinzas pelo Domo, que protege seus corpos saudáveis e superiores. Partridge é um desses privilegiados, mas não se sente assim. Filho de um dos homens mais influentes do Domo, ele, assim como Pressia, pensa nas perdas. Talvez porque sua própria família se desfez: o pai é emocionalmente distante, o irmão cometeu o suicídio e a mãe não conseguiu chegar ao abrigo do Domo. Ou talvez seja a claustrofobia, a sensação de que o Domo se transformou em uma prisão de regras extremamente rígidas. Quando uma frase dita sem querer dá a entender que sua mãe pode estar viva, ele arrisca tudo e sai à sua procura.Dois universos opostos se chocam quando Pressia e Partridge se encontram. Porém, eles logo percebem que para alcançarem o que desejam — e continuar vivos — precisarão unir suas forças.

     O livro é muito detalhista e bem ambientando, já que trata de um tema complexo que necessita de uma narrativa bem elaborada para o entendimento do leitor. Por isso o início é um pouco desgastante, porque você fica agoniado querendo entender o que aconteceu, mesmo tento uma ideia de que o mundo foi destruído. Só que não sabemos se foi uma guerra, ou se foi uma explosão de bomba atômica mundial sem aviso, depois é que os personagens vão explicando.

    Um ponto muito interessante e bom do livro foi a forma como a autora construiu a narrativa, intercalando a visão do narrador sobre os personagens principais. Em cada capítulo temos a perspectiva da história de acordo com o que está acontecendo com os personagens principais. No início do livro, só temos capítulos de Pressia e Partridge, mas ao longo da história vão entrando outros personagens importantes que precisam mostrar o que está acontecendo. Gostei muito dessa forma de contar a história, principalmente porque o narrador estava em 3ª pessoa, então pude ver bem mais coisas e pensar mais também. Senti falta de ler sobre Bradwell, gostaria de saber um pouco mais sobre a vida desse personagem.

    O livro nos faz refletir muito sobre a natureza do ser humano e sobre um futuro bem próximo. Por se tratar de uma bomba atômica, os efeitos da radiação nas pessoas foi muito esquisito e chocante. A maioria dos personagens se fundiram com objetos e com a natureza. Imagem ler sobre pessoas que estavam segurando os filhos na hora da explosão e ficaram com os filhos grudados no corpo, fora a Pressia que tem uma mão colada com a da sua boneca. É muito estranho, eu fiquei assustada várias vezes imaginando essas cenas de horror. O livro tem um pouco de terror, mas é muito bem elaborado e escrito.

    Depois que li esse livro tomei coragem para tomar vacinas e ser espetada. Sério, se essas pessoas vivem com cacos de vidros na mão, ou fundidas com ventiladores no peito eu posso muito bem levar uma espetadinha,né! Hahaha

    A capa é bonita, mas esquisita também! Haaha Cismei com essa palavra hoje! A diagramação  foi bem feita e não encontrei erros de português!
    Recomendo a leitura de verdade! É esquisito, mas é muito bom. Sabe aquela dorzinha irritante que nos faz falta quando acaba. Então, esse livro é assim!


    O livro faz parte de uma trilogia e pelo que vi o segundo do livro se chamará Fusão, mas não sei quando será publicado no Brasil. Só digo uma coisa, tem que ter coragem para ler esse livro!



    Beijinhos,


    Kit Semanal - Comentaristas da Semana




    Só aqui no Romances e Leituras você tem a chance de ganhar brindes dos seus livros favoritos toda semana. 






    Para concorrer é muito fácil, basta comentar nos posts que vão ao ar no decorrer da semana e torcer. 

    > Cada comentário vale 1 chance;
       Ex. Se você não teve muito tempo e comentou apenas em uma postagem, você já tem um número para participar.  Se você comentou em cinco  postagens, você concorre cinco vezes, e por aí vai...

    > Você pode comentar em qualquer post (não só resenhas), até 23:59h de sábado;
    > Os comentários serão computados no sábado e o sorteio, sempre que possível, realizado no domingo. 

    > Esse post será atualizado semanalmente com o prêmio. 

    Essa semana (15 a 21 de outubro) o prêmio será um KIT marcadores + esmalte Fani - FMF.

    Obs. Os comentários nessa postagem não estão concorrendo. 

    Movie Day - TOP GUN

    Oi pessoal, tudo bem? Como vocês já estão cansados de saber, sábado é dia de Movie Day aqui no blog. \o/
    Essa semana não foi nada fácil escolher sobre o que falar. Primeiro pensei em um filme atual, aí depois veio na minha cabeça relembrar algum filme que tenha feito sucesso e marcado geração. Achei que a segunda opção seria a melhor porque, eu confesso, adoro rever aqueles filmes que me fizeram suspirar algum dia. Mas, qual?

    Pesquisei, pesquisei e nada. Que dificuldade! Já estava desistindo e passando a bola para a Carol ou a Laís quando, viajando pelos canais da TV a cabo me deparo com nada mais nada menos que TOP GUN. E vamos combinar que escolhi um bem velhote, né? O filme é de 1986, ou seja, tem quase a minha idade. Quando eu assistia na sessão da tarde ele já era VELHO, então... 

    Gente, impossível não lembrar de Tom Cruise novinho gatéeerrimo, fazendo papel de piloto de caça e não ficar - no mínimo - rindo à toa o resto do dia. O cara tem um charme todo especial e, até hoje, consegue ser lindo de morrer. Bem, eu acho que ele pode estar com 200 anos que ainda assim terá aquele borogodó. Isso não se perde, NUNCA. Uma vez charmoso, sempre charmoso. Vejam se eu estou mentido >>> 

    Sorte da Kelly McGillis que interpretou Charlotte Blackwood (Charlie), par romântico de Tom nesse filme e participou daquela cena que, bem, vocês sabem qual é. Maverik se encantou pela loira logo no início do filme, antes de saber que ela seria sua instrutora de astrofísica. Além de linda, inteligente. 

    Top Gun foi dirigido por Tony Scott e ganhou o Oscar de melhor canção, Take my Breath Away, do grupo Berlin. O filme contou ainda com vários nomes em seu elenco, como Meg Ryan (Carol), Val Kilmer (Iceman) e Anthony Edwards (Goose), todos com cara de novinhos, mas com talento de sobra. 
    TOP GUN marcou a década de 80 e com certeza é atemporal.  Abaixo uma seleção de fotos dos atores no filme, e hoje em dia. Espero que tenham gostado do Movie Day de hoje.

    Gregor e as Marcas Secretas - Suzanne Collins

    Spoiler para quem não leu os livros anteriores.


    Toda vez que olhava para a cadeira vazia na mesa da cozinha, Gregor sentia que faltava alguma coisa. A vida do menino mudara bastante desde a última aventura. Sua mãe ainda estava no Subterrâneo, sob os cuidados do povo de Regália, recuperando-se da peste.  A senhora Cormaci agora sabia de toda a história e cuidava de sua família e a irmã do meio, Lizzie, estava de partida para uma colônia de férias. Ela era a única que ainda não tivera qualquer contato com o Subeterrâneo e não fazia ideia que Gregor  fazia visitas constantes à mãe e muito menos que nosso guerreiro e Boots estavam de partida para lá. 


    "Era irônico pensar que o Subterrâneo, que sempre fora um lugar para se temer, tivesse se tornado um lugar para passar o verão." Página 10

    Pela primeira vez a ida ao Subterrâneo acontece de forma natural para Gregor, e não por cair em algum buraco de ventilação ou ser enganado por Ripred. Gregor estava viajando para rever os amigos, passar algum tempo com a mãe e participar da festa de  aniversário de Hazard. 

    O que parecia uma visita inofensiva, no entanto, acaba virando uma grande aventura. A rainha Luxa, durante sua estada na selva, fez amizade com os mordiscadores e jurou ajudá-los caso fosse necessário, bastava que fizessem sua coroa chegar de volta até ela. E foi exatamente isso que ocorreu durante a festa. Esse era o sinal que alguma coisa estava muito errada. Luxa devia a vida aos mordiscadores e não poderia deixar de apurar o que estava se passando. Ela, Gregor, Howard, Boots e os outros, saem, então, em busca de pistas dos mordiscadores desaparecidos. 

    Gregor e as Marcas Secretas é o quarto volume da aclamada série As Crônicas do Subterrâneo. Pela primeira vez, nossos aventureiros não estão cumprindo uma profecia, apesar de haver uma sendo mencionada todo o tempo. Gregor está, na realidade, vivendo os acontecimentos que antecedem essa profecia. Suzanne Collins acertou em cheio quando deu uma "quebrada" nesse ritmo, conferindo certo dinamismo à história.  

    A narrativa segue a linha dos volumes anteriores, e o desenrolar da história mantém aquela fluidez típica dos livros da autora. Os personagens são tão bem construídos e tão reais que, as vezes, quase esqueço que trata-se de um livro com ratos, baratas, morcegos gigantes e outros seres fantasiosos. 

    Não posso deixar de comentar que Suzanne tem um estilo muito realístico no que escreve, mesmo tratando-se de uma fantasia. Ela não tem pena de colocar seus personagens em situações absurdamente complicadas e, ouso dizer, que até gosta de fazer chorar seus leitores toda vez que tira a vida de alguém. 

    Fiquei tão encantada com essa série que, quando meu quarto volume chegou, larguei absolutamente tudo o que estava lendo - ou pretendendo ler - e corri para dar início à minha leitura. Como já disse anteriormente, é impossível largar qualquer livro dessa série enquanto não se chega à última palavra. E nesse, em especial, Suzanne acaba com o leitor. Ao contrário dos demais, o final é totalmente aberto, e ocorre exatamente no clímax. Sim, isso mesmo. Suzanne corta a história e deixa o leitor com aquela vontade de esganá-la e desejando loucamente o quinto - e último volume - para saber como termina essa aventura.

    As Crônicas do Subterrâneo é uma série que amo com todas as minhas forças e recomendo para leitores de todas as idades. 




    Deixe seu comentário nas postagens do blog e concorra a um kit promocional toda semana. Saiba mais informações sobre os prêmios dessa semana aqui.

    A Seleção - Kiera Cass




    Esqueça tudo que você ouviu falar ou já leu sobre sociedade distópica. Se você é um leitor apaixonado por princesas não poder deixar de ler A seleção. O desenrolar da história deste livro é diferente de tudo que já li. A autora Kiera Cass, pegou o mesmo e o transformou em original. Gosto muito de ver a criatividade de autores em temas bem batidos, como o romance entre uma garota e dois garotos. Só existe uma palavra para definir este livro: Viciante!


    Sinopse. Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.

    O livro ainda não foi lançado no Brasil, mas a Editora Seguinte enviou um exemplar para os parceiros se tornarem leitores viciados e ficarem o dia inteiro pensando no livro. Sério, editora, pode falar a verdade, vocês fizeram isso do propósito! O livro é muito bom, li em UMA noite! Só faço isso quando leio os livros da Meg Cabot ou da Paula Pimenta.

    Eu definiria a sociedade distópica do livro como meiga, interessante e poética. Não tem nada de batalhas, guerras, mortes, oferendas e nem rebeldes lutando por uma causa inútil (Digo inútil, porque em Jogos Vorazes a sociedade rodou, rodou e continuou a mesma coisa). Até tem lutas de rebeldes, mas nada muito agressivo e chocante.


     O foco do livro é a seleção das garotas que conquistarão o príncipe, mas só uma se tornará princesa. Ao contrário dos príncipes comuns, Maxon é um cavalheiro fofo, tímido, BV, romântico... Ai! Se deixar vou suspirar por esse homem a resenha inteira.  

    Não se enganem, o livro NÃO é fútil só porque se trata de uma competição de princesas, pelo contrário, por trás de várias cenas, existem críticas ao governo atual, aos Estados Unidos, a classe social e etc... Isso é o que o deixa ainda mais interessante.

    A sociedade faz parte do País de Illeá e se divide em 8 castas, sendo a primeira casta pertencente a família real e a 8º casta aos mais pobres. America Singer faz parte da casta 5 designada a artistas, cantores, músicos, escritores. Todos dessa casta tem o dever de entreter os outros em festas em troca de dinheiro. Como muitos sabem, viver de arte é complicado, então America escolhe fazer parte da seleção para ajudar a família, mesmo sabendo que odiará o príncipe.

    Só que a história é um pouco mais complicada por conta do grande amor que America sente por Aspen, seu namorado secreto há dois anos. Enfim, muito romance, muita beleza, muitos vestidos lindos, muitas festas animadas, muita disputa e muita briga de mulheres.  Afinal, a coroa e um príncipe lindo estão em jogo!

    O nome dos personagens foi o que mais me chamou atenção. Nunca tinha lido sobre personagens com o nome de America, Tuesday, Maxon, Marlee. Foi difícil no início me acostumar e levar a sério esses nomes. São tão incomuns! Parece que a autora andou dando uma olhada em calendários e bulas de remédio antes de escrever o livro hahaha

    O lançamento do livro está previsto para o dia 21 de Setembro no Brasil e o segundo livro da série, A elite, só sairá em Abril do ano que vem! Sério, vou acabar com minhas unhas! Podem escrever esse livro será uma febre mundial, até mais do que Jogos Vorazes. A docilidade das princesas e a garra de America Singer vão conquistar você.


    Nem preciso comentar que a capa é maravilhosa,né! Perfeita!

    Li por aí que a CW comprou os direitos para fazer uma série do livro. Já que Gossip Girl vai acabar ano que vem, seria mais do que um presente para os fãs de séries glamourosas e encantadoras! Recomendo mil vezes a leitura! Inesquecível!

    Beijinhos,

    A Festa de Casamento - Patricia Scanlan

    Nada como um lindo casamento... Para começar a terceira guerra mundial! 

    Debbie Adamns vai se casar, mas o dia que teria que ser o mais feliz de sua vida está ameaçado. Seu pai, Barry, fez questão de ajudar nas despesas da festa tornando-se impossível não só a sua ausência, mas também a de Aimeé e Melissa - nova esposa e filha, respectivamente. 

    Por mais que seus pais tivessem vivido juntos apenas por 5 anos e já estivessem separados a 20, Debbie ainda nutria uma enorme mágoa de Barry. Mesmo sua mãe superando a separação e convivendo de maneira amistosa e civilizada com a nova família de Barry, ela ainda o culpava por ter abandonado as duas e constituído uma nova família. Como castigo ele não iria acompanhá-la ao altar no dia de seu casamento. De jeito nenhum. 

    "Ficar noiva significava, enfim, casar-se e era ali que estava o problema. Debbie tinha certeza de uma coisa... ela não queria, de jeito nenhum, que seu pai, sua madastra e sua meia-irmã ficassem perto dia no dia mais feliz de sua vida. Seu pai, Barry, não ficaria nem um pouco feliz. Ela franziu a testa, ele podia fazer o que quisesse. Ele já tinha perdido o direito de subir com ela ao altar muito tempo antes." página 8

    A Festa de Casamento é dividido em duas partes: o noivado e o casamento. Na primeira, Patricia Scanlan nos conta a vida dos personagens enquanto organizavam o grande dia de Debbie. Somos jogados na realidade de uma típica família de classe média, com seus dramas e desentendimentos, casando uma filha mimada que escolheu um noivo narcisista e egoísta. Bryan acha que a vida é uma festa e é totalmente inconsequente - financeiramente e emocionalmente. Definitivamente, o noivo esqueceu de crescer e todos - menos Debbie - conseguem enxergar isso. 

    A narrativa é fluída e a história bem realista. O leitor, em muitos momentos, pode enxergar situações de sua própria vida no decorrer das páginas e isso foi o que mais encantou no livro. Por outro lado, uma coisa que pode incomodar muito até que o leitor entre na história - foi o meu caso - é a enorme quantidade de personagens. A autora expõe a todo momento o ponto de vista de cada um deles, em uma narrativa intercalada. Mãe, pai, Debbie, noivo, Aimeé, Melissa, as amigas de Aimeé, a chefe durona e solteirona de Debbie, a mãe da chefe... Enfim, isso me deixou extremamente confusa e entediada. A autora poderia ter eliminado alguns personagens e focado mais no relacionamento pai-filha ou noivo/noiva. Um pouco mais de romance cairia bem. 

    A chefe de Debbie, por exemplo, foi totalmente indispensável para o desenrolar da trama. Ela poderia ter aparecido apenas para retratar a dificuldade que a jovem sofria ao conviver com uma mulher amarga e tão rígida, mas quando Patricia trouxe os dramas de Judith para a trama principal, a coisa meio que desandou. Foram muitos dramas para acompanhar e acabei perdida. 

    Mesmo com esse "porém", A Festa de Casamento foi uma leitura extremamente agradável. Foram horas de puro divertimento. Torci pelos personagens - errados, obvio - e quase morri com o final que Patricia reservou para seus leitores. Que venha a continuação porque estou louca para saber o que vem a seguir. 



    Aura Negra - Richelle Mead


    No tumultuado mundo dos vampiros, todo cuidado é pouco, e o menor dos deslizes pode ser fatal. Rose Hatahway sabe disso, mas mesmo assim sempre consegue se meter em apuros. Depois das surpresas e reviravoltas de "O beijo das sombras", ela terá que tomar decisões difíceis para salvar aqueles que ama, custe o que custar. 

    "A propósito, meu nome é Rose Hathaway. Eu tenho dezessete anos, estou treinando para proteger e matar vampiros, sou apaixonada por um cara totalmente inadequado, e a minha melhor amiga possui estranhos poderes mágicos que podem levá-la à loucura. Mas, espere aí, ninguém disse que a vida é fácil para uma aluna do ensino médio." 

    Contras todas as expectativas, os Strigoi se organizaram e declaram guerra aos vampiros conhecidos como Moroi, caçando-os em suas próprias casas e alimentando-se de seu sangue para obter a imortalidade- tudo graças à ajuda dos humanos. Os guardiões, então, fazem uma grande mobilização para cumprir seu trabalho de proteger os Moroi, e vêm do mundo pra a Escola São Vladimir para discutir possíveis estratégias de combate.

    Entre os que se reúnem ali, surge a própria mãe de Rose. O encontro da mãe com a filha, abandonada quando criança, traz antigos ressentimentos à tona, muita confusão e lavagem de roupa suja. E, para complicar ainda mais as coisas, Dimitri, o instrutor e antigo amor de Rose, pode estar comprometido com outra pessoa. Ficou claro que entre os dois não pode acontecer por dois motivos: 1. a diferença de idade entre eles; 2. eles precisam focar somente na segurança de Lissa. 

    Não bastasse tudo isso, três de seus amigos deixam para trás a proteção dos guardiões para se aventurar num plano de vingança suicida contra os Strigoi. E Rose precisa salvá-los! 

    Mais uma vez: "Richelle Mead me explica como você consegue ser tão diva?" Fiquei roendo as unhas quando eu terminei a volume 1 da série (O Beijo das Sombras), louca para saber o que aconteceria na sequência. Richelle conseguiu me surpreender, e só tenho elogios a ela. Incrível a sua capacidade de deixar a história intrigante e interessante o tempo inteiro, nos apresentando novos personagens sem esquecer dos velhos. 

    O enredo é totalmente ligado, é interessante como as informações mais importantes da história só aparecem na hora certa. Richelle sabe como prender um leitor. Essa série acabou se tornando uma das minhas favoritas, se tratando de romances sobrenaturais. É cheia de mistérios, de romance, de ironia. É INCRÍVEL! Se vocês ainda não leram, corram porque não sabem o que estão perdendo.

    " É impossível se forçar a amar alguém, eu me dei conta disso. O amor existe ou não existe. Se não existe, você tem que ser capaz de admitir isso. Se existe, você precisa fazer tudo o que puder para proteger quem você ama."

    Livros da Série:
    2. Aura Negra
    3. Tocada pelas sombras
    4. Promessa de Sangue
    5. Laços de Espírito
    6. Last Sacrifice (não lançado ainda no Brasil)

    Kit Semanal



    Só aqui no Romances e Leituras você tem a chance de ganhar brindes dos seus livros favoritos toda semana. 

    Para concorrer é muito fácil, basta comentar nos posts que vão ao ar no decorrer da semana e torcer. 
    > Cada comentário vale 1 chance;
    > Você pode comentar em qualquer post (não só resenhas), até 23:59h de sábado;
    > Os comentários serão computados no sábado e o sorteio realizado no domingo. 

    Essa semana o prêmio será um KIT com ECOBAG + BLOQUINHO + CANETA da Harlequin.

    Obs. Ao contrário do que ocorreu semana passada, este post divulgação não entra na promoção.  

    Resultados de promoções e outras informações

    Oi pessoal! 
    Hoje o post será um pouquinho diferente porque são vários resultados e alguns recadinhos que precisamos passar para vocês. 

    > Os Ossos de Deus - via twitter
    Você pode conferir o sorteio clicando aqui

    > A Culpa é das Estrelas 

    O post da promoção foi modificado e atualizado com o resultado. Clique aqui para conferir o nome do ganhador.  

     -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- 

    > KIT semanal para comentaristas 

    Parabéns Raquel Miranda. Clique aqui e confira a lista numerada com todos os comentários nos posts da semana. 

    Lembrando que os dados para envio dos prêmios  devem ser encaminhados ao e-mail romanceseleituras_promo@yahoo.com.br

     -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- 



     O KIT para a próxima semana será: ECOBAG + BLOQUINHO + CANETA da Harlequin


     -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- -- 
    Não deixe de curtir nossa página no facebook e seguir nosso twitter
    Participe das promoções que estão rolando aqui no blog,  clicando nos respectivos banner's que você encontra ali na barra lateral.  

    Movie Day - Como Perder um Homem em 10 Dias


    Ben Barry (Matthew McConaughey) trabalha com publicidade e está louco para coordenar uma campanha de diamantes milionária. Para isso, no entanto, ele tem que concorrer com duas companheiras de trabalho que jogam sujo. Em um jantar com o chefe, elas sugerem uma aposta. Ben teria que mostrar ser conhecedor do universo feminino e conquistar uma mulher - que elas escolheriam - em 10 dias.  
    A vítima escolhida foi ninguém menos que Andie Anderson (Kate Hudson), uma incrível jornalista que, no exato momento, está trabalhando em uma matéria sobre os erros que uma mulher não deve cometer em um relacionamento. Para isso, Andie iria cometer TODOS eles, como laboratório. Pobre Ben. 


    Ai gente, falou na linda Kate Hudson e o gatíssimo maravilhoso perfeito tudodebom Matthew McConaughey juntos, só poderia dar em coisa boa, não é mesmo? Como perder um homem em 10 dias é uma das minhas comédias românticas preferidas e, obviamente, tem lugar garantido aqui no Movie Day. 


    Se eu tivesse que definir a história desses dois em uma palavra ela seria: hilária. É impossível não dar gargalhadas com as tentativa de Andie em espantar o aspirante a namorado. A jornalista faz de tudo um pouco: leva objetos pessoais e (cor de rosa) para o apartamento dele, fala com voz de criança, atrapalha a noite dos meninos (uma coisa sagrada para os homens), compra um cachorrinho, uma samambaia do amor e o PIOR, coloca um apelido horroroso no... er... no... =O Que homem aguentaria isso? BEN. Ele aguentaria. Isso e muito mais, ele aguentaria qualquer coisa para conseguir a campanha. 

    Talvez o motivo inicial para os dois tenha sido estranho e totalmente egoísta, mas com a convivência e o passar do tempo, o casal passa a enxergar mais que uma boa matéria para um jornal, ou uma oportunidade de crescer na empresa. Há muita coisa em comum, uma química quase palpável e uma cumplicidade linda, que pode ser notada em pequenas atitudes dos protagonistas. 

    Esse filme é  um arraso, em todos os aspectos. Vamos combinar, o que é aquele vestido amarelo que a Kate usa? Deus, quero um igual. AGORA. Ok, ficarei uma baranga nele, com todas as gordurinhas (mal)localizadas aparecendo. Kate é Kate. Kate é DIVA. Ela pode usar um jornal amarrado no corpo com barbante que continua deslumbrante. Não mais deslumbrante que MM, né? Aquele sorrisinho de lado é de deixar qualquer mulher sentindo calores. 




    <<<<<<<<< Olha ele aí. É ou não é um espetáculo? Esse decote atrás é tudo. Elegante, extremamente sexy e simples ao mesmo tempo. PERFEITO. 





    Acho que vou ficar por aqui. Tenho um filme para assistir pela milésima vez. Fiquem com aquele gostinho de quero mais *Babi má*



    Beijos, 
    Babi =*