• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    A filha do pastor das árvores - Gillian Summers - Editora Bertrand




    Autora:Gillian Summers
    Gênero:Jovem Adulto
    Coleção:O povo das árvores
    Páginas:280
    Editora:Bertrand Brasil

    A minha história com este livro é longa e bem interessante. Sou apaixonada por natureza, árvores, florestas e também por seres sobrenaturais, tais como as fadas e os elfos. Quando li uma resenha no blog da Fernanda (Viagem literária) fiquei louca para ler, porque o livro mistura, natureza, fadas e de quebra tem o cenário medieval nos tempos modernos. A autora juntou todos os elementos que eu mais gosto em um livro e criou sua história.

    Sinopse:Com a morte da mãe, Keelie Heartwood, uma jovem de apenas quinze anos, é forçada a deixar sua adorada Califórnia para viver com o pai nômade no Festival da Renascença de Montanha Alta, no Colorado. Lá, coisas estranhas começam a acontecer — estranhas, mas familiares. Keelie percebe que algumas pessoas do festival têm orelhas pontudas, incluindo o cavaleiro mais bonito do lugar, Lorde Sean do Bosque. Quando ela começa a ver seres estranhos e a se comunicar com árvores, descobre que existe um segredo a seu respeito e percebe que seu pai lhe deve explicações. A filha do pastor das árvores é um romance mágico e instigante que prende o leitor do começo ao fim. Após a leitura, viver na floresta em meio a um Festival da Renascença será uma ideia muito atraente. Um livro a ser devorado, independentemente da idade.

    A capa é lindíssima e a diagramação também não fica para trás, porém o enredo apesar de ser brilhante, foi desenvolvido demais nesse primeiro livro. Até agora não sei como a autora teve uma ideia fantástica e praticamente a detonou. O inicio é bem legal e empolgante, porque a autora vai contando um pouco da vida em uma feira renascentista e dá dicas de que Keelie é uma garota especial, só que chega um ponto que o leitor quer mais ação, mais romance, ou então um gancho sobre o que esperar no próximo livro. Só que isso não acontece.

    O romance praticamente não existe e o que mais me incomodou é que a personagem principal tem 15 anos, é adolescente e eu sei que esse público ama um casal, só que o casal que se formou era uma promessa que só aconteceu no final do livro de supetão. Quando eu vi, puff! Fiquei um pouco angustiada, pois queria ver o mocinho salvando a mocinha, ou pelo menos a desafiando.

    Outra coisa que me  não me agradou muito foi o excesso de acontecimentos que poderiam ter sido cortados ou narrados de uma forma mais empolgante. A história é muito boa, os detalhes nos fazem lembrar dos filmes de princesas medievais, mas o ritmo do livro é tão lendo que cansa.Fora os capítulos que são muito grandes, com quase 20 páginas cada um. Eu sei que é normal em livros, mas isso está mudando e a garotada está preferindo ler livros com capítulos curtos e mais ação. Até acho que se tivesse mais aventuras e romances os capítulos enormes não cansariam tanto, mas a autora combinou duas estruturas monótonas.

    Tirando esses detalhes básicos, eu gostei muito da Keelie, do enredo e dos personagens do livro. Só que tem alguns, tais como Sean, Ellianard, Tarl, Scott, que eu ainda não sei o que estão fazendo no livro, espero descobrir na continuação. Aliás, espero tudo de bom no próximo livro, No coração da floresta, que foi lançado este mês. Quero ver lutas, magias, explicações, drama, romances verdadeiros e até morte. A ideia é brilhante e muito gostosa de imaginar, então livro, eu exijo mais aventura em No coração da floresta, senão, você vai se ver comigo! rsrsr

    Recomendo a leitura, apesar de cansativa é muito bonita e vale a pena. O cenário e a ideia são sensacionais.

    Beijinhos,