• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Infinity Ring - Volume 1 - Um Motim no Tempo - James Dasher



     TÍTULO ORIGINAL: A Mutiny in Time
    TRADUÇÃO: Alexandre Boide
    PÁGINAS: 248 pp.
    FORMATO: 14 x 21 cm
    PREÇO: R$ 24,90

    De vez em quando eu gosto de ler histórias de aventuras e enigmas, por isso escolhi Infinity Ring, mas me surpreendi com o livro. Pensei que fosse ler sobre aventuras em desertos, ou no espaço, temas que sempre lemos por ai, mas ao ver a sinopse do livro fiquei encantada com o ambiente. A grande aventura da história acontece em 1492 meses antes de Cristóvão Colombo descobri a América. Gente, que incrível ler um livro tão bom com um tema tão chato. Essa era a parte da história entediante da escola, porém fiquei apaixonada pelo descobridor do novo mundo e pelos Guardiões da História. Tenho certeza que muitos estudantes vão se encantar pelo livro.

    Sinopse:Sinopse: Quando os melhores amigos Dak Smyth e Sera Froste descobrem o segredo da viagem no tempo - um dispositivo portátil conhecido como Anel do Infinito -, acabam envolvidos numa guerra secreta que existe há muitos séculos e que decidirá o futuro da humanidade. A história havia saído desastrosamente de seu curso natural, e agora caberia a eles voltar no tempo para corrigir as Grandes Fraturas - e, no caminho, ainda salvar os pais desaparecidos de Dak. A primeira parada é na Espanha de 1492, quando um navegador chamado Cristóvão Colombo está prestes a ser lançado ao mar, durante um motim terrível.

    A história começa um pouco confusa, confesso que demorei um pouco para entender o mundo onde Dak e Sera vivem. A SQ comanda o mundo e faz com que todos vivam numa sociedade controlada e de certa forma distópica. Não chega a ser uma distopia completa, porque o livro não foca muito nisso, mas alguns traços me fizeram chegar a essa conclusão.

    A leitura é muito rápida e a história se desenvolve de uma forma bem emocionante. Se você piscar os olhos perde a ideia central e tem que parar e pensar sobre o enigma da vez ou entender a cabeça da Sera, que é muito complicada. A menina se apaixonou por física quântica aos 4 anos! Claro, que como uma boa romântica assumida, estou na torcida por algo a mais entre Dak e Sera. Vocês acharam que eu iria ler tudo e não ia recolher traços de romance? Nunquinha. Achei que os dos adolescentes combinam e podem tornar a aventura de salvar o mundo em algo fofo e romântico.

    Voltando a parte de Cristóvão Colombo que achei super original, preciso comentar que a descrição do local e das pessoas me surpreendeu! Eu me senti no barco, na praia e fiquei com vontade de participar do Motim. O mais interessante é que demorei horas para entender que no livro Cristóvão Colombo não tinha descoberto a América e sim os irmãos Amâncio, os quais eu nunca tinha ouvido falar. Fiquei com vontade de abrir um livro de História e estudar tudo de novo só para me situar melhor.

    Os personagens principais dão um show de diferenças a parte. Enquanto Sera é um gênio da física, Dak é um gênio da história. Isso também é muito interessante e importante para o desenrolar dos outros livros. Um vai sempre precisar do outro e nenhum dos dois conhecimentos que são tão distintos serão inúteis. Isso mostra como as matérias se completam. A física precisa da história para sobreviver e vice-versa. Lega, né?
    Recomendo a leitura. O livro é muito divertido e interessante! Infinity Ring faz parte de uma coleção de sete livros escritos por vários autores. O primeiro e o último livro foram escritos pelo mesmo autor James Dasher.

     Algumas pistas do livro eu não entendi, porque estavam em preto e branco e também porque fiquei sabendo depois que a leitura é multimídia!Cada um dos sete livros terá um jogo que poderá ser acessado pelo site da Seguinte após o lançamento, que será no início de abril no Brasil. Então, fiquem ligados e embarquem nessa aventura!

    Beijinhos,