• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Adeus, por enquanto - Laurie Frankel - Paralela





    Sabe quando lemos um livro e o personagem principal é tão marcante que se torna mais importante do que a história? Então aconteceu isso comigo em Adeus, por enquanto. Eu fiquei tão viciada em Sam, que sempre que lembrava da história pensava assim: “Tenho que ver como Sam está.” ou “Onde será que Sam se enfiou?Engraçado isso, porque não me lembro de ter passado por experiência parecida em nenhum outro livro. Foi muito bom conviver com Sam.
    Sinopse:
    E se o amor continuasse além da vida?Laurie Frankel, a talentosa autora de "Atlas do amor", inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação! Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó.Esta é uma história de amor do século XXI, encantadora e original, que nos faz pensar na vida (real e virtual) e na morte, nas paixões e nas perdas. Se de fato nada dura para sempre, talvez o amor desafie a ordem natural, e dizer adeus pode ser apenas um começo.

    Adeus, por enquanto é um livro intenso e forte, porque fala sobre a morte e sempre quando falamos disso entramos em um estado de medo. O medo da morte é muito comum, mas e se um gênio da computação inventasse um Software capaz de trazer a pessoa amada para perto de você novamente? Você saberia lidar com isso? Essa é a principal questão do livro. Sam inventou um programa poderoso, mas as dificuldades de lidar com o novo e com a morte são muito maiores do que ele imaginava. As questões abrangem vidas, lembranças e pessoas que criticam tudo e todos pelo simples prazer de ser do contra.

    Uma das várias questões interessantes do livro foi o fato de Sam ter inventado dois softwares perfeitos, que as pessoas dariam tudo para ter, mas na hora crucial para o desenvolvimento, elas desistem. Primeiro ele inventou um programa para descobrir sua alma gêmea e é assim que conhece Meredith uma mulher inteligente, divertida guerreira e perfeita para Sam. Eles formam um casal lindo. Segundo Sam, cria Repouse um software inteligente que reproduz através de emails e conversas por vídeo tudo o que a pessoa fez em sua vida virtual, ou melhor, a pessoa morta volta a vida na internet.

    O livro é cansativo, mas não de um lado negativo e sim, bem positivo. Ele te consome, te faz querer ler mais e te faz pedir para parar, porque as questões são pesadas.Lidar com as tristezas dos outros mesmo que sejam personagens é bem complicado porque é real. São fatos que acontecem todos os dias e podem acontecer com qualquer um. Fiquei imaginando que se eu tivesse uma filha e ela morresse precocemente eu me sentiria como os Benson e gostaria de ter mais uma chance com ela mesmo que de uma maneira moderna e virtual.

    Sam é um personagem diferente e sem rótulos. Ele é inteligente, mas divertido na medida certa. Ele é engenheiro da computação, mas é romântico e apaixonado por Meredith. Ele é inseguro, mas ao mesmo tempo louco por sua capacidade de inventar tecnologias impossíveis. Sam é real, Sam é de outro mundo. Sam é tão incrivelmente Sam que só lendo para ver.

    A capa é linda e muito significativa. O clima é mórbido, mas o cotidiano e o amor quebraram um pouco a tristeza e deixaram o livro leve.

    Para terminar não posso deixar de comentar a narrativa. O narrador me parece ser Onisciente, mas eu nunca tinha lido um livro assim. Eu senti que estava lendo os pensamentos de Sam, mas na verdade tinha alguém contanto a história e depois achava que estava lendo a cabeça de Meredith. Muito diferente! Amei! \o/

    “Ela não estava esperando por ele no aeroporto, o que era estranho. Não estava lá quando ele passou pela segurança, e não estava perto das esteiras de bagagem, e não ligou desesperada de um congestionamento dizendo que chegaria em um minuto.” P. 32

    Recomendo a leitura! Assistam o booktrailer, foi ele que me conquistou!




    Beijinhos,