• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Na passarela - Série Cabeça de Vento- Meg Cabot - Galera Record



    Alerta: Esta resenha pode conter spoiler, visto que, é o 3º livro da série.

    Na passarela é o último livro da série Cabeça de Vento da minha autora favorita Meg Cabot. Preciso dizer que o segundo livro, Sendo Nikki, me decepcionou um pouco, mas este ficou muito bom e superou todas as minhas expectativas para o final. Esta série é diferente dos outros livros da Meg, porque foi escrita em cima de um tema voltado para a ciência, mas com muito humor e romance, o que fez a história ficar bem mais interessante e divertida.

    Sinopse:Em Watts está fugindo: das notas da escola, dos compromissos de trabalho, das cobranças da família e dos amigos. Mas, principalmente, dela mesma. Uma viagem inesperada com Brandon Stark faz com todos fiquem furiosos, mas ela nem pode explicar seus motivos. Pensou em chantagem? Acertou.

    As repetições cansativas sobre Christopher melhoraram e Em Watts ficou mais corajosa, apesar de não ter concordado com algumas atitudes. Achei que ela protegeu Nikki demais, mesmo sabendo que a rival não faria o mesmo. Aliás, gostaria de ter visto mais a Nikki no livro, achei que ela ficou um pouco apagada.

    Lulu continuou dando um show de fofura no terceiro livro da série e gostaria muito de ver uma história narrada por ela. Em Watts é divertida, mas Lulu é tão legal que um livro dela seria muito interessante e curioso. O jeito que ela vê a vida é bem bonito e espalhafatoso, sem dúvidas uma ótima personagem. Christopher me surpreendeu e virou um mocinho bem bad boy, ao contrário de Brandon que virou mocinho bobo e sem sal. Queria ter visto mais maldade de sua parte e mais luta. Eu sei que é um Chik Lit, mas o tema é tão diferente que imaginamos todos os tipos de coisas para os personagens.

    Eu gostei muito da capa, mas preciso falar do comentário que meu namorado fez quando me viu lendo:“Carol, que vestido esquisito. Está sobrando roupa, ai!” rsrsrs. A imagem da capa é uma ideia de uma cena no final. Só posso dizer isso, se não estraga a surpresa!

    O que mais gostei da série foi a criatividade em torno de um tema inovador dentro de um gênero bem popular. É difícil sair do esquema de Chick Lit, no qual, a mocinha está com problemas e o mocinho vai ajudá-la. Nesta série, também tem o mocinho e a mocinha também está em perigo, mas o diferencial está justamente na parte científica, ou melhor, no momento em que Em Watts percebe que seu cérebro foi transplantado para a cabeça de uma modelo milionária. Todas as garotas do mundo gostariam de estar em seu lugar, menos ela. Fora que essa tecnologia vai além de um experiência, pois, realmente deve existir pessoas que desejam ficar mais novas e fariam qualquer coisa por isso, até trocar de corpo.

    Bom, recomendo a leitura. Gostei do livro e li em dois dias como todo livro da Meg Cabot.

    Beijinhos,