• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    As Violetas de Março - Sarah Jio


    Autor (a): Sarah Jio
    Editora Novo Conceito, 302 páginas
    Ano de Lançamento: 2013

    "As Violetas de Março" conta a história de Emily Wilson, uma escritora recém-divorciada, que não é feliz com o seu trabalho e sofre por ter sido trocada por uma mulher mais nova. Procurando um recomeço, e um bom motivo para seguir em frente, decide voltar a ilha de Baindridge, onde sempre passava os verões. É nesse lugar encantador, místico e cheio de recordações que Emily tentará reorganizar seus sentimentos e buscará um novo material para escrever um livro, agora totalmente verdadeiro. Entretanto, acaba encontrando um diário da  década de 40 que revelará muitos segredos sobre o passado de sua família.

    Me surpreendi muito com esse livro porque não esperava me envolver tanto com a trama e com a escrita da autora. No inicio achei meio parado, e não conseguia engatar firme na leitura, até que de repente a história deu uma reviravolta e só parei de ler quando soube do final, que é muito impactante.

    Emily é uma personagem muito insegura e em alguns momentos me irritei muito com a sua infantilidade, queria que ela se comportasse como uma mulher madura e bem sucedida, mas sempre fica se lamentando, como se somente ela sofresse no mundo. Mas, a autora teve uma sacada muito importante e que falta em muitos livros, deu espaço e tempo para sua personagem evoluir e crescer com seus erros, amadurecendo muito. E isso ganhou muitos pontos durante a leitura, não deixou a história maçante e repetitiva.

    Um  ponto interessante, é que o livro é narrado pela Emily e pela pessoa que escreveu o diário, então podemos ver dois pontos de vistos de diferentes épocas  Além de conhecer alguns segredinhos, dando ao romance um suspense delicioso.

    Sobre a edição, venho dizendo sempre que a Novo Conceito está progredindo muito nas diagramações e na edição. Encontrei pouquíssimos erros e a diagramação é encantadora, por onde eu passava com o livro as pessoas ficavam encantadas e loucas para ter o livro nas mãos. Por isso eu digo que uma boa aparência no livro conta e muito.

    Enfim, "As Violetas de Março" é uma história sobre o amor e a falta dele. É sobre almas gêmeas e sobre a força do destino. É um romance capaz de nos fazer desabrochar para a esperança, ainda que isso pareça impossível. Enfim, é uma história encantadora de amor, traição e estranhas relações entre o passado e o presente.