• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Movie Day: Um Homem de Sorte


    SINOPSE: Em meio a uma batalha em plena Guerra do Iraque, o fuzileiro Logan Thibault (Zac Efron) encontra no chão a foto de uma mulher desconhecida. Ele a guarda e passa a cuidá-la como se fosse um talismã, prometendo que, caso sobreviva à guerra, irá encontrá-la. Meses depois, ele retorna aos Estados Unidos e passa a pesquisar onde ela poderia morar a partir de pistas dadas pela própria foto. Ele a encontra em um canil, onde trabalha juntamente com a avó (Blythe Danner) e vive com o filho pequeno (Riley Thomas Stewart). Logan passa a também trabalhar no canil, sem revelar o verdadeiro motivo pelo qual chegou até ele.


    Pois é, como eu disse na página do blog lá no facebook, eu não estou mais interessada nos livros do Nicholas Sparks e seus dramas, por isso deixei de lado o livro "Um homem de sorte" e passei logo para sua adaptação cinematográfica, e pela primeira vez, eu gostei muito. Claro, é a mesma receitinha passada do Nicholas, mas serviu para entreter meu domingo.

    O Zac Efron cresceu! Sim, apesar de ainda não gostar de suas atuações, tenho que confessar que o espirito Troy (de High School Musical) não está mais tão presente nele. E até consegui esquecer de seu passado obscuro. O que achei sem noção foi a escolha da atriz para ser seu par romântico, a mulher parece ser 10 anos mais velha que ele e não rolou nenhuma faísca entre eles. Talvez, a escolha da atriz tenha sido a certa, o que foi errado foi escolher um garotinho como o Zac para fazer o papel de um homem maduro.

    Outra crítica que tenho a fazer é a história do Logan ir atrás do seu 'anjo' andando pelo EUA. Como assim ele sai andando e de repente, ele a encontra sem pé nem cabeça? Só seguindo o coração?... Ok, eu deveria entender que isso é só ficção, mas meu lado realista não deixa. Achei muito mal explicado isso, acho que no livro as coisas ficam mais clara. 


    "Um homem de Sorte" é isso: sem surpresas, segue a mesma receitinha do Nicholas, cheio de frases românticas, trilha sonora suave, paisagens bonitas... tudo para compor um belo romance. Posso até concordar que o Nicholas é um bom escritor romanticista, mas ainda acho que ele poderia mudar seu foco, explorar novos temas, não sei... acho que escritor é isso: ir sempre em busca do novo.

    "- Você acha que a vida tem um plano pra você?
    - Se tiver, ela ainda não me contou."