• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Desejo à meia- noite - Os Hathaways 1 - Editora Arqueiro


    Sinopse:

    Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos.Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos.

     
    O título já é sugestivo, a capa também e a história não poderia ficar para trás! Desejo à meia noite é um livro picante, quente, envolvente e sedutor. Cuidado! Após ler este livro você pode ser mordida pelo bicho do romance erótico e correr atrás de todas as histórias de época do mundo. Romance é sempre bom, com um toque de sensualidade é melhor ainda.


    É a primeira vez que leio algo da autora e preciso confessar que a história foi além das minhas expectativas. O começo foi meio morno e inocente, achei que fosse dormir. Mas no meio, a leitura pegou fogo e no final eu já estava toda queimada, sem fôlego querendo a continuação desesperadamente.

    Os Hathaways são bem diferentes um do outro, o que os tornam interessantes. Por terem passado por muito sofrimento, por conta da morte dos pais, Amelia Hathaway, a irmã mais velha, luta para manter a família unida e para que seu irmão tome juízo e pare de beber. Essa inversão de valores que me chamou atenção, porque normalmente é o irmão que toma conta da irmã nos romances de época, mas neste caso foi diferente.

    Com isso Amelia se torna “dona” da família e carrega muito peso nas costas por conta dos problemas dos irmãos, só que ela muda ao conhecer Cam Rohan, o cigano mais sexy do mundo literário. Cam é meio cigano meio gadje e vive no mundo dos humanos “civilizados”, mas sente vontade de ser livre. Ele sente que falta alguma coisa para ser feliz e sempre reclama de sua praga da sorte com o dinheiro. Tudo que ele investia dava certo e ele ganhava mais do que esperava. (Eu quero essa praga para mim!)

    Cam é bruto e transmite muita segurança para Amélia. Gostei tanto dele, que separei um trecho para vocês verem a profundidade do amor de um cigano.
     
    “Pegou uma das mãos de Amelia e pousou-a em seu próprio coração, até que ela conseguisse perceber o ritmo forte, constante. Em um mundo que se desintegrava à sua volta, ele era sólido e real.” PP 206
    As irmãs de Amelia também são super fofas e misteriosas! Winnifred tem um romance enrustido com Merripen , o cigano da família. Poppy é uma mocinha, Beatriz comete alguns pecados ao longo da história e Leo faz de tudo para tornar a sua vida e das irmãs um inferno. Acredito que cada irmão terá seu próprio livro. O próximo será da Win. Confesso que estou louca para ler o livro do Leo. Quero vê-lo feliz! Detesto ver personagem bons sofrendo.

    Recomendo o livro! A capa foi o que mais me encantou. Foi amor a primeira vista! E que venham mais romances de banca para o Brasil!

    Beijinhos,