• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Replay - Marc Levy - Suma de Letras



    Tudo que Andrew Stilman queria era uma segunda chance. Após partir o coração da mulher que amava, seu maior desejo era voltar no tempo e consertar os erros, mas isso é impossível – ou, ao menos, era o que ele pensava. Na manhã do dia 9 de julho de 2012, durante sua caminhada matinal às margens do Rio Hudson, o prestigioso repórter Andrew Stilman é violentamente atacado, sem conseguir ver o criminoso. Após sua morte, o inesperado acontece. O jornalista não vê uma luz no fim do túnel, nem muito menos abre os olhos no céu, mas acorda dois meses antes de seu assassinato. Quando acorda, Andrew está de volta ao dia 9 de maio do mesmo ano. Ele vai reviver os dois próximos meses atento a qualquer detalhe que possa ajudá-lo a descobrir quem o agrediu – ou melhor, irá agredi-lo – dois meses depois. Do coração de Nova York até as ruas de Buenos Aires, Andrew vive uma aventura repleta de reviravoltas, enquanto tenta salvar a própria pele e não decepcionar seu grande amor mais uma vez. O protagonista de Replay, best-seller de Marc Levy, além de consertar os erros que cometeu, terá de correr contra o tempo para tentar evitar sua morte e encontrar seus possíveis assassinos. 


    Sabe quando você olha para um livro e ele te chama? Eu sei, eu sei que é um pouco esquisito, mas me senti muito atraída por esse livro desde que a Suma de Letras anunciou o seu lançamento. Não sei se foi o olhar da moça da capa ou a sinopse interessante. Só sei que passei na frente de todos e li com vontade. Resultado: Fascinante!


    Eu já tinha lido outros livros do autor e gosto muito de sua escrita, mas me interessei mais ainda pelo personagem que ele criou. Andrew é um jornalista solitário, inteligente e carismático. Virei sua fã logo na primeira página e senti meu coração apertar na última. Acalme-se! Não vou falar nada sobre o final, mas só posso dizer que vocês vão gostar muito.

    O que eu mais gostei da história foi o fato de Andrew voltar ao tempo para tentar descobrir que tentou matá-lo. Ele não mede esforços para disfarçar os acontecimentos repetitivos e nem tenta disfarçar que já vivenciou determinado momento. Simon, seu melhor amigo é uma figura muito divertida. Sem dúvida foi o responsável pela leveza do livro que trás um tema bem tenso. A pesquisa de Andrew sobre um antigo militar argentino que torturou pessoas durante anos é bem intensa e curiosa.

     O caso de crianças traficadas da China também é muito curioso e me fez refletir várias vezes sobre a profissão do jornalista. Dizer a verdade pode ferir muitas pessoas inocentes. Andrew vai perceber isso ao longo do livro e tentar consertar algumas atitudes. Quem não quer uma segunda chance? #momentoreflexão

    A história é rápida, interessante e inteligente.  A forma como Levy conduziu a narrativa me conquistou e eu não descobri o mistério até chegar às últimas páginas. Olha que costumo ser mais esperta, mas só descobri o assassino de Andrew no final quando ele se lembrou dos fatos. Só para esclarecer o livro é narrado em primeira pessoa por Andrew, só que várias coisas acontecem e você vive a mercê das informações que ele nos passa, então ficamos perdidos de propósito várias vezes.


    Recomendo o livro.  O autor escreve muito bem e o livro é fantástico. A capa é intrigante. Não é linda de morrer, mas dá para brilhar na minha estante! Rs

    Beijinhos,