• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Movie Day: Country Strong



    "Às vezes, você tem que chegar ao fundo do poço 
    para perceber o que você tinha." 


    Depois de uma semana doente e de repouso absoluto, estou de volta a ativa e com muita sede de filmes e livros. No meio de caos que foi minha vida essa semana, encontrei um filme delicioso para assistir. Leve, divertido e cheio de músicas, como eu realmente gosto.

    Kelly Canter (Gwyneth Paltrow) era uma estrela da música country americana, mas o vício da bebida destruiu sua carreira e seu casamento. Após passar um tempo na clínica de reabilitação, seu produtor e marido James (Tim Mcgraw) a quer de volta aos palcos de onde nunca deveria ter saído. Porém, não será tão fácil assim, nenhum recomeço é fácil e para Kelly então... Tim planeja tudo, e logo contra dois jovens artistas para entrar em turnê com Kelly. Assim, Beau Hutton (Garret Hedlund) e Chiles Stanton (Leigthon Meester) embarcam juntos com Kelly. Só não imaginam os conflitos logo sugeriram.

    O filme é uma delícia do começo ao fim. É leve, divertido, cheio de músicas e com aquele doce romance. É bem meu estilo mesmo! O elenco me agradou muito, a Leigthon Meester é uma fofa e gosto dela desde Gossip Girl, aliás, que saudade de GG. Seu talento musical, suas músicas me encantaram demais, e claro coloquei todas no meu celular! A atuação da Paltrow me agradou também apesar de nunca ter visto nada com ela, e já gostei dela porque ela é casa com o Chris Martin vocalista do Coldplay, a melhor banda do universo!

    O que não me agradou de nenhum jeito foi o título nacional “Onde o amor está”, achei horrível, antes ter usado o título em inglês mesmo. Também fiquei triste com o desfecho da personagem Kelly, esperava mais. Sei lá, não algo tão trágico. E o final poderia ser mais apimentadinho, ficou meio apagado diante da história tão legal.

    Do resto? Curtam esse musical country e fiquei com vontade de conhecer Nashville, Texas, Dallas! Arriba.



    Laís Pâmela,