• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Paixão sem limites- Abbi Glines - Editora Arqueiro


    Sinopse:
     Blaire Wynn não teve uma adolescência normal. Ela passou os últimos três anos cuidando da mãe doente. Após a sua morte, Blaire foi obrigada a vender a casa da família no Alabama para arcar com as despesas médicas. Agora, aos 19 anos, está sozinha e sem lugar para ficar. Então não tem outra escolha senão pedir ajuda ao pai que as abandonara.
    Ao chegar a Rosemary, na Flórida, ela se depara com uma mansão à beira-mar e um mundo de luxo completamente diferente do seu. Para piorar, o pai viajou com a nova esposa para Paris, deixando Blaire ali sozinha com o filho dela, que não parece nada satisfeito com a chegada da irmã postiça.
    Rush Finlay é filho da madrasta de Blaire com um famoso astro do rock. Ele tem 24 anos, é lindo, rico, charmoso e parece ter o mundo inteiro a seus pés. Extremamente

    sexy, orgulha-se de levar várias garotas para a cama e dispensá-las no dia seguinte. Blaire sabe que deve ficar longe dele, mas não consegue evitar a atração que sente, ainda mais quando ele começa a dar sinais de que sente a mesma coisa.Convivendo sob o mesmo teto, eles acabam se entregando a uma paixão proibida, sobre a qual não têm nenhum controle. Mas Rush guarda um segredo que Blaire não deve descobrir e que pode mudar para sempre as suas vidas.

    Livro sem limites! Ai, ai! Ainda estou sob o efeito alucinógeno da belíssima história que Abbi Glines criou. Sexy, envolvente, eletrizante e romântica. A capa já diz tudo, não é? Mas, mesmo assim, é só quando lemos o primeiro capítulo é que entendemos que o livro é maravilhoso e que o bad boy é o personagem que eu pedi aos deuses da literatura.


    A química entre Blaire e Rush é declarada logo nas primeiras páginas. Não há dúvidas de que eles vão se envolver, mas até chegar a parte do “felizes por um momento”, eles vão brigar muito e Blaire vai sofrer humilhações bem pesadas. Em várias partes do livro me lembrei de Cinderela, porque a personagem sofredora aceitava sem reclamar as imposições arbitrárias do bad boy. Depois fui entendo um pouco mais as suas atitudes e até o motivo da raiva de Rush.Muito bem escrito! Não é mais do mesmo. Posso garantir.

    O livro tem uma narrativa rápida e bem íntima. Não só porque foi narrado por Blaire, mas sim porque a autora utilizou elementos que colocou o leitor dentro da história e o confundiram várias vezes. Fiquei com muitas dúvidas, mas no final a maioria delas foram esclarecida e outras ficaram como pontas para o próximo livro que será lançado pela Arqueiro em Fevereiro. (Ansiosa!)

    Gostei muito do Rush, principalmente, porque ele é atraente, mulherengo, grosso e bom. No início fiquei com muita raiva, mas depois consegui entende-lo e no final o perdoei completamente. Aliás, no final o amei profundamente! Lindo demais. Que personagem bem feito. Também não posso deixar de comentar sobre outro personagem masculino que me surpreendeu muito: Woods. Esperei tudo de ruim dele, mas não aconteceu nada do que imaginei. Pelo contrário, ele se tornou um fofo!

    Descobri que o livro faz parte de uma trilogia, mas a autora escreveu vários livros intercalados com a continuação da história. Todos sobre personagens do livro original. Muito interessante! Não sei se a editora pretende lançar todos, nem mesmo em e-book. Poderia ser uma ideia, hein! Mas, quem quiser conferir é só entrar neste site AQUI.

    Uma curiosidade sobre a autora: Abbi Glines publicou seu livro de uma forma independente e vendeu mais de 500 mil exemplares e agora foi publicada em vários países. Como autora nacional que começou assim, devo parabenizar a Abbi e torcer muito por seu sucesso. Se não fosse a sua iniciativa e coragem, hoje, nós não teríamos o prazer de ler um livro tão quente, gostoso e perfeito!

    Trilogia:
    1. Fallen Too Far (2012) - Paixão sem limites.
    2. Never Too Far (2013) - Tentação sem limites (Fevereiro 2014)
    3. Forever Too Far (2013) - Sem tradução para o Brasil.



    Beijinhos,