• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Resultado! Top Comentarista - Abril

    Olá,




    Uebaaaaaaaaaa! Saiu a vencedora do Top Comentarista! Nossa! Contar os comentários foi eletrizante, pois, teve um momento em que 3 estavam empatadas, mas a Natália Silva passou na frente e disparou! Comentou em praticamente TODAS as resenhas! Parabéns e muito obrigada pelo carinho com o blog! Continuem participando que semana que vem tem mais Top Comentarista!

    O segundo lugar ficou empatado, então, vou mandar marcadores para as duas! É só me enviarem o endereço tb.

    Lista completa>>


    Rayme 15
    Danielle Souza 21
    Rafaella Mesquita 1
    Fabby Dallas 2
    Natália Silva 24
    Manuela Cerqueira 13
    Jéssica Lisboa 7
    Thayana Ribeiro 21
    Dany 6
    Pâmela Oliveira 1
    Luciana Lira 1
    Suellen Silva 1
    Cibele dos Santos 3
    Karen Senoo 1
    Bruna Lucena 1
    Hortencia Helena 2
    Michele Rodrigues 8
    Laura Kiennen 3
    Lucas Souza 8
    Luciana Cardoso 3
    Adriana * 2
    Silvia Gimenez 1
    Rosiclecia Amaral 2
    Danielle Silva 1
    Kelly Caroline 1
    Joice Bezerra 1
    Elis Elger 2
    Janaina Barreto 2
    Neli Knupp 1
    Patricia Rodrigues 1
    Elimar 1
    Francielle Lima 1
    Luana Silva 1
    Rízia Castro 5
    Fernanda Faria 1
    Aline Miguel 1
    Anna Gaby 1
    Sarah Ramos 1
    Camilla  1
    Vivis 1
    Lili 1
    Nanda 1
    Elizabeth Machado 2
    Eliane Ramos 1
    Cris Aragão 1
    Nica 1
    Waldirene Bandeira 1
    Kely Caroline 1
    Jooh Souza 1
    Nessa News 1
    Brenda 1
    Cristiane Oliveira 1
    Pah 1
    Sonia Bione 2


    Ah, Natália Silva mande seus dados para romanceseleituras_promo@yahoo.com.br para que eu possa enviar o livro!




    A partir de hoje o Romances e Leituras vai premiar o comentarista mais comentador de comentários do blog! hahaha Queremos premiar os leitores que estão sempre com a gente comentando nas resenhas e nos posts.

    Essa é a primeira vez que faço Top comentarista por mês, antes fazíamos por semana. Então, tenho certeza que vai dar certo!

    Vou fazer do modo manual. Vou contar um por um e o leitor que tiver comentado mais ganha. Claro, vou disponibilizar a lista dos comentaristas. Tudo bonitinho para não ter erro, ok?

    E para começar com o pé direito o leitor que mais comentar vai ganhar um exemplar do livro Esperando por você da Susane Colasanti e o segundo lugar um kit com marcadores diversos! \o/

    O Top comentarista começa hoje 25/03  e vai até o dia 30/04.




    Aproveitem para comentar muitooooooooooo! Se der certo vou fazer todo mês

    Beijinhos,




    Tudo em família: Weasleys

    Olá galera, eu sou a Bia Vieira e essa está sendo a minha primeira postagem aqui no blog, na coluna 'Tudo em família', que eu e a Bia Albuquerque assumimos :)

    Como a Bia já disse nós temos um blog (o Terapia do livro) e, como ela também já disse, eu amo Harry Potter, então, nada mais justo do que a minha primeira postagem ser sobre a família Weasley ;) Let's go!!

    Vamos começar pela explicação do sobrenome e a escolha da cor dos cabelos (ruivos) pela J.K. Rowling: "Na Bretanha e Irlanda a mustela (weasel em inglês) tem uma má reputação como animal desafortunado e malevolente. Contudo, desde minha infância eu tive uma grande afeição pela família mustelidae; não tão maligna quanto malignada, na minha opinião. Também existem muitas superstições associadas com pessoas ruivas e muitos afirmam que elas são de algum modo azaradas (Judas Iscariotes era supostamente ruivo), mas isto é bobagem; eu gosto de ruivos tanto quanto de mustelas." 

    Promoção Sonhe Mais - Facebook

    Olá,

    Prontinho! Antes tarde do que nuncaaaaaaa! Saiu o resultado da Promoção do livro " Sonhe mais" da Editora Novo Conceito A ganhadora foi: Suzana Machado Rodrigues! Ebaaaa! Parabéns! \o/ Mande seus dados dentro de 3 dias por inbox ou para o email romanceseleituras_promo@yahoo.com.br! 

    ;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

    O Romances e leituras está animado este mês e resolveu colocar mais uma promoção boa no ar!

    Quem quer ganhar o livro Sonhe Mais da editora Novo Conceito?

    Para participar é só entrar na Fanpage do blog, curtir a página, compartilhar o post da promoção e clicar em participar na aba do Sorteio. Fácil, Fácil!

    Link para a aba: https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/173041 

    Quero ver todo mundo participando. O livro parece ser muito bom! \o/

    Beijinhos,



    Movie Day: Lola


    SINOPSE: Lola (Miley Cyrus) namora Chad (George Finn). Ele têm uma banda e ensaia quase todos os dias para o grande show da escola. Tudo ia muito bem entre eles até Lola descobrir que Chad é na verdade um galinha. Para piorar suas notas na escola vão de mal a pior. Sua mãe (Demi Moore) está tão brava com as confusões de Lola que não vai mais deixar ela ir à Paris no final do semestre com a escola. Só que as coisas ficam ainda mais complicadas quando Lola percebe que Kyle (Douglas Booth), seu melhor amigo, pode ser muito mais que isto. O que fazer agora, se todos eles só pensam em se divertir e curtir?

    PERFEITO! Sabe aquele filme que você não dá nada e enrola pra assistir? Foi assim com Lola, enrolei até que domingo passado colei minha bunda na cadeira e prometi que só sairia de lá quando o filme acabasse. E quando acabou fiquei com gostinho de quero mais. Aliás, quero muito muito muito mais. É um filme comédia romântica que lhe dá muitas lições tanto sobre amizade como sobre relacionamento familiar. 

    O relacionamento de Lola com a mãe é muito parecido com o meu e da minha mãe. Sim, somos tão diferentes, mas ao mesmo tempo, tão iguais. E além disso, como no filme, somos amigas e acho legal ter uma relação assim com a sua mãe. A Demi Moore interpreta a mãe da Lola, e está incrível mesmo depois de tudo que passou com o ex-marido. Ela sim é uma atriz e tanto, tiro meu chapéu para ela. Sempre! No meio dessa relação conturbada com a mãe-amiga, Lola ainda tem que lidar com suas amigas, seu ex-namorado e seu melhor amigo Kyle. Tudo assim mesmo, junto e misturado!

    Além de atores gatos, a Demi jogando todo seu charme e lugares incríveis  o filme tem algo que me conquistou nos primeiros minutos e com certeza conquistará você também: a trilha sonora. É INCRÍVEL. Fiquei tão apaixonada por todas as músicas que até a coloquei no meu celular e não paro mais de escutar. Toda incríveis. No fim do post vocês vão poder conferir uma das músicas que eu gostei muito, e só dá o play e curtir!

    Vocês sabiam que Lola é uma refilmagem de um filme francês que fez muito sucesso? Rindo à toa? Eu ainda não o assisti, mas vou fazer o mais rápido possível. Fico pensando: se a refilmagem foi boa, imagine a original? Ai meu deus...

    Enfim gente! Lola é uma comédia romântica autêntica e divertida, que retrata com bom humor a realidade dos jovens hoje em dia. 

    Bom sessão! 



    O Teorema de Katherine - John Green






    Título Original: An Abundance of Katherines

    ISBN: 9788580573152
    Autor: John Green
    Ano: 2013
    Páginas: 304
    Editora: Intrínseca
    Tradução: Renata Pettengill


    John Green mais uma vez conseguiu me conquistar com uma história inteligente e brilhantemente escrita. É tão surreal a forma como ele prende o leitor que eu não consigo descrever como fiquei encantada pelo livro. Só posso dizer a vocês que é mágico. São as tiradas irônicas e dotadas de sabedoria de Colin, são as frases bem humoradas de Hassan e são as Katherines que fazem a história ficar leve, divertida e inesquecível.

    Ah, não posso me esquecer da Lindsey que levou a história para outro rumo com seu kit de primeiros socorros que servem tanto para tratamentos físicos quanto psicológicos. No caso de Colin e Hassan serviu para mudar suas vidas e transformá-los em homens cheio de valores. Lindsey é a melhor personagem do livro, só perde para sua mãe Hollis que é apaixonada por rosa e tem uma casa toda pintada desta cor. Hahaha Brincadeira! Lindsey me conquistou bastante com seu jeito caipira e nada inocente.

    Sinopse:Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.

    O destaque do livro para mim são as notas de roda pé que o deixaram mais real. Senti como se o personagem e o autor tivessem falando comigo e me preparando para cenas do livro, apesar da narrativa em 3ª pessoa. Em minha opinião de escritora, preciso dizer que fazer isso é difícil e é para poucos.As notas de rodapé são chatas porque interrompem a leitura, mas John Green conseguiu fazer delas um apêndice da história. Tanto que eu ficava ansiosa por mais notas e li todas, coisa que nunca faço em livro acadêmicos ( mentira,eu leio porque sou obrigada, mas é um saco!)

    As notas também traziam informações desnecessárias para as pessoas, como informações sobre presidentes dos EUA, ou sobre inventores, mas necessárias para o personagem, então assim que você entra na cabeça de Colin Singleton, você quer ver mais e mais curiosidades, por isso o jeito com o autor escreveu é tão fascinante.  Eu amei a narrativa, para mim foi bem desenvolvida e imprevisível. Claro, desde o inicio já dá para ter uma ideia do final, mas mesmo assim o previsível se tornou diferente pela forma como os personagens agiram.

    O melhor quote de todos os livros que já li foi esse:

    “A leitura acalmou um pouco a sua mente. Sem Katherine, sem Teorema e sem esperança de se tornar importante, muito pouco lhe sobrava. Mas Colin sempre podia contar com livros. Os livros são o melhor exemplo de Terminado: deixe-os de lado e eles o esperarão para sempre; dê-lhes atenção e sempre retribuirão seu amor” PP. 148

    O narrador disse tudo que penso sobre os livros e encheu meus olhos de alegria. Colin é inteligente e metódico, mas não é chato e sim muito divertido. Ele só tem particularidades que os outros garotos não têm. Afinal, ele é um garoto prodígio, não é?!  E seus anagramas também me conquistaram bastante. O garoto estava com dor e fazia anagrama para se sentir melhor. Achei isso tão interessante. Ah, Colin vai deixar saudades!

    Para ler este livro abra a sua cabeça e não espere mais do mesmo.Pense nos personagens e viva como eles. Só assim você se apaixonará por essa obra, assim como me apaixonei!

    Recomendo a leitura. O livro é interessantíssimo. Muito bom e diferente!

    Beijinhos,


    Rosamund e o Rei - Bertrice Small

    Autor: Bertrice Small
    Editora: ARX
    Ano de lançamento: 2002




    Será que eu ainda sei resenhar? 


    Depois de todos esses meses sem escrever aqui no blog, estou super insegura - confesso. Se não me engano, minha última resenha frequente foi em outubro, e recentemente, escrevi uma que foi postada pela Laís. Sem mais rodeios, me perdoem caso fique um pouco confusa... Prometo que as próximas serão melhores!

    Comprei Rosamund e o Rei por uma "bagatela" na Bienal de SP, ano passado. Claro que todas as minhas aquisições não me permitiram tirar logo o livro da estante para ler, e minha posterior falta de tempo (e ânimo), adiaram ainda mais esse feito. Esse fim de semana, porém, resolvi procurar um livro que me fizesse vencer esse bloqueio. Lá fui eu para a pilha empoeirada catar alguma coisa. Romance Histórico sempre foi meu gênero favorito e de cara estava Rosamund e o Rei. 

    Foi amor, juro! Bertrice Small tem aquela escrita deliciosa, que te transporta para dentro da história e faz você não querer que tudo aquilo termine. Faz você admirar aquela menina que, aos treze anos, já enviuvara duas vezes, perdera os pais muito cedo e caíra nas garras do tio malvado que deseja a todo custo tomar a propriedade da pobre criança. Faz você vibrar com o destino dos personagens, chorar e quase se descabelar querendo ler imediatamente o segundo porque "nossaaaaaaaaaaaaaaa, que gancho"!

    A autora mesclou a dose certa de fatos históricos - essa corte do Rei Henrique VIII é mesmo cheia de escândalos, hein - romantismo, amizade e *cof, cof* sedução. O livro é excelente e eu super recomendo para quem é fã do gênero. Não vejo a hora de pegar o segundo, Simplesmente Rosamund, e me perder nas fronteira entre Inglaterra e Escócia. 

    Vai que dou a sorte de um escocês bonitão me jogar em cima do cavalo e me trancafiar em um daqueles castelos perfeitos e cheios de junco pelo chão? *olhos brilhando*

    Beijos,

    Babi 



    Resultado :Promoção - A Filha da Feiticeira - Bertrand Brasil

    Olá,


    O grande vencedor da promoção " A filha da feiticeira" foi o Matheus Moser! Parabéns, Matheus! Você é o primeiro homem a ganhar promoções aqui no blog! Uhulll! \o/

    Você tem até 3 dias para enviar seus dados para romanceseleituras_promo@yahoo.com.br





    O blog Romances e Leituras e a editora Bertrand Brasil prepararam uma super promoção para vocês. Vamos sortear 1 exemplar do livro mais desejado no momento por todos que amam histórias de bruxas e feiticeiros! Posso garantir que vocês vão amar a história. Se quiser saber mais é só ler a resenha AQUI.

    Vamos às regrinhas?
    1. Seguir publicamente o blog;
    2. Ter um endereço de entrega no Brasil;
    3. Preencher o formulário Rafflecopter.



    a Rafflecopter giveaway

    O sorteio será realizado no fim de semana seguinte ao término na promoção;
    Perfis exclusivos para divulgação no twitter serão desconsiderados;
    O ganhador terá um prazo de 03 dias para entrar em contato com a equipe do blog, enviando os dados para postagem, caso contrário , outro sorteio será realizado;
    O prazo de postagem é de até 20 dias, podendo a mesma ocorrer antes.

    Este livro será enviado pela editora.

    Beijinhos,


    O Melhor de Mim - Nicholas Sparks

    O Melhor de Mim
    Autor - Nicholas Sparks
    Editora Arqueiro, 272 páginas
    Ano de Lançamento: 2012



    Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.

    DECEPCIONANTE! Segundo livro que leio do Nicholas esse ano e me decepciono. Poxa vida, a gente espera tanto de um autor tão aclamado como este e ele não satisfaz nossas expectativas. A leitura é maçante e se arrasta durante todo livro, quando estamos perto do fim é que algo emocionante (que não me emocionou tanto) acontece! 

    O casal principal é o típico "a dama e o vagabundo", que luta por um amor (im)possível . Esse amor não suportará algumas barreiras, como a família de Amanda, por isso ocorre uma dolorosa separação. Mais de 20 anos se passam e ocorre um encontro entre os dois, só que ainda assim não será fácil lutar por esse amor.

    Bem, o livro é mais do mesmo. E o final é bem estilo Nicholas Sparks. Pronto! NADA mais. E é isso que está me irritando nos livros dele, tudo do mesmo e pronto! Não tem nada de criativo ou diferente na sua escrita. Acho que vou me restringir a "Querido John" como o melhor livro dele e parar de ler suas obras porque se vou encontrar sempre do mesmo que eu parta pra outras leituras que tenham algo de diferente à me oferecer, não é? Fora que Nicholas adora matar todo mundo né? Irritante... Todo livro alguém morre.

    Passei o livro inteiro desejando um final feliz, desejando algo de surpreendente e por que não algo desafiador para os personagens? Mas, infelizmente, não é isso que aconteceu. Amanda é uma boa mãe e uma boa esposa, mas não ama o marido como amou o Dawson e eu quis durante toda a leitura que ela fosse atrás de sua felicidade, que fosse realizar seus sonhos, e o que ela demonstrou? EGOÍSMO. MEDO. Não foi atrás da felicidade por medo... E Dawson foi um personagem incrível e só demonstrou carinho, compaixão durante todo o livro. 

    Enfim, não gostei, não achei uma leitura agradável e só recomendo para quem é realmente fã do Nicholas e seus dramas.

    Movie Day: Ela Dança, Eu Danço 4



    Sinopse: Emily (Kathryn McCormick) é a filha de uma ocupada empresária que chega a Miami com o sonho de se tornar dançarina profissional. Logo ela se apaixona por Sean (Ryan Guzman), o responsável por criar elaboradas danças para a realização de flash mobs, aglomerações instantâneas de pessoas em um lugar público para realizar uma ação previamente combinada. Líder de um grupo chamado MOB, Sean resolve participar de uma disputa que pode render uma oportunidade de patrocínio.


    Meu Deus! Gente, é o último filme da franquia "Step Up", ou seja, não teremos mais a chance de ver esses gatíssimos dançando. Como último filme achei que seria um espetáculo, arrastador e inesquecível. PLUF! Nada disso... Foi fraco, e por que não entendiante? 

    A história dos outros filmes se repete: dois protagonista lutando pela dança. OK! Eu sei que todos foram assim, mas me conquistaram. No entanto, esse eu achei fraco tanto na história como nos protagonistas, que convenhamos são inexperientes. A gente sempre espera que os próximos filmes serão melhores que os anteriores, e às vezes nem sempre é assim. Não sei se coloco culpa na direção que também foi inexperiente, nos atores, na roteirista... não sei, mas alguém é culpado por não me satisfaz nesse filme que deveria ser melhor que os outros. É o último gente, então deveria ser o melhor. Os últimos sempre são os melhores! 

    O ponto positivo vai para os efeitos nas coreografias, que foram as melhores de todos os filmes - algo tinha que ser bom né? São coreografias detalhadas, cheias de efeitos e que imagino ter dado um trabalhão fazer. Tá bom, tá bom, os atores ajudarão nisso... mas ainda acho que poderiam ter escolhido melhores para a atuação. Eu tenho a simples opinião que todo ator deve saber tudo: cantar, dançar, atuar. Mas, nem todo dançarino engloba todas essas qualidades, se restringindo apenas a dança. E esse foi o problema dos atores nesse filme: são dançarinos e não atores! 

    Enfim, esse filme é aquele para quem gosta de música e dança. Não é para ir com muita sede ao pote achando que será como os outros, não espere nada e talvez você curta ele mais do que eu. 

    Beijinhos!
    Lai.

    A lista dos meus desejos - Grégoire Delacourt - Alfaguarda




    Grégoire Delacourt
     Tradução: André Telles
     Ficção
    152 páginas
     Preço: R$ 32,90


    Escolhi esse livro por que achei a sinopse muito interessante. Ganhar na Mega sena é sempre um assunto polêmico. Muitos acham que suas vidas mudariam para melhor com algumas cifras a mais no banco, mas Jocelyne vê tudo que sempre sonhou desmoronar depois de ganhar 18 milhões de euros.

    O livro é pequeno, mas parece uma obra de arte. A capa é delicada e tem um tom bem aconchegante. Isso mesmo, os livros também podem te proporciona momentos de paz e tranquilidade. Tem histórias que são conturbadas, mas A lista dos meus desejos é leve com questões polêmicas. A diagramação também é muito bonita. Deixou o livro com um ar poético e a história especial.

    A maior questão de todas é o fato de O que fazer com 18 milhões de euros? O que eu achei mais curioso foi o fato de uma psicóloga tem falado com Jocelyne assim que ela recebeu o dinheiro.  A moça deixou a personagem assustada com as consequências da vida milionária. Sendo assim Jo fez uma lista dos seus desejos e acrescentou ao longo do livro suas vontades materiais e não materiais.

    Jocelyne é casada com Joselyn e não tem uma relação muito boa com o marido e com os filhos. Todos estão conectados, mas não se falam muito. Os filhos saíram de casa para trabalhar cedo e o marido é aquele funcionário exemplar da mesma fábrica há anos, ou seja, faz a mesma coisa sempre e não repara muito na mulher maravilhosa que tem.

    Para passar o tempo Jo escreve em um blog de tricô e vende algumas peças e botões em seu armarinho em uma cidade pequena na França. O livro é bem sensível e gostoso de ler. Aconselho a leitura a todos que estão buscando um livro sério, leve e reflexivo.

    Beijinhos,


    Lançamento do Pequeno Guia de Beleza - Guia para toda hora de Daniela Leal


    Olá, leitores

    Hoje trago um lançamento de um livro que toda mulher deveria ter em sua mesa de cabeceira! Eu pelo menos preciso muito de um guia de beleza. Melhor ainda, quando o livro foi escrito por um médica especializada em estética!

    Eu preciso de um guia para aprender a tirar minhas espinhas, porque pelo visto vou chegar aos 80 com a cara toda empolada rsrsrs

    Quem for de Campinas ou estiver passando por lá, não pode perder este super lançamento da editora Verus.




    Beijinhos,


    Tudo em família: Bennets

    Oi, como vai você?

    Esse é o meu primeiro post então eu acho que preciso me apresentar. Eu sou Bia Albuquerque e vou começar a coluna ‘Tudo em família’ aqui com a Bia Vieira (nós duas temos um blog: Terapia do Livro) que vocês vão conhecer na próxima postagem. Ah, e nós duas temos o mesmo nome (Ana Beatriz), e sim, eu sei que vocês vão se confundir --‘.
    A coluna vai ser basicamente o seguinte; a cada 15 dias mais ou menos, eu e Bia iremos falar sobre famílias literárias que amamos. Bia Vieira é louca por Harry Potter então vocês podem esperar muita coisa relacionada, já eu amo a Jane Austen, e nada melhor do que falar sobre uma obra dela, né? Então para dar sorte logo no começo a primeira família é a Bennet!



    PoesiaDay - Luís Vaz de Camões



    Olá, leitores

    Hoje resolvi inovar e trazer algo diferente para os meus leitores. Vimos muitas resenhas, lemos muitas crônicas, mas pouco exploramos as poesias nesse universo da blogosfera. Pensando nisso, montei um post especial sobre Luís Vaz de Camões um poeta que dispensa apresentações.

    Estou fazendo uma pós- graduação de Literaturas da Língua Portuguesa e quero compartilhar com vocês um pouco do que estou aprendendo. A primeira aula foi sobre o “O Amor e o Desconcerto do mundo”. Na época, o Barroco ainda era muito presente e nasciam muitas ideias Renascentista. Camões faz parte do movimento Maneirista que questiona o amor até então proibido pela igreja. Amar só a Deus, pois o homem tinha que pagar penitência pelos seus pecados. 





    Um das poesias mais famosas de Camões que foi musicada por Renato Russo mostra bem o desconforto do escritor perante o amor, mas deixa claro o seu sentimento. Tudo muito bem mascarado.Naquela época amar era heresia e forca.

    Amor é um fogo que arde sem se ver;

    É ferida que dói, e não se sente;

    É um contentamento descontente;

    É dor que desatina sem doer.

    É um não querer mais que bem querer;

    É um andar solitário entre a gente;

    É nunca contentar-se e contente;

    É um cuidar que ganha em se perder;


    É querer estar preso por vontade;

    É servir a quem vence, o vencedor;

    É ter com quem nos mata, lealdade.


    Mas como causar pode seu favor

    Nos corações humanos amizade,

    Se tão contrário a si é o mesmo Amor?


    Vocês já pararam para imaginar uma vida sem amor? Ou uma vida reprimindo o amor? Imaginem o sofrimento do autor e a satisfação ao descobrir o que é o amor!

    Para terminar, deixo vocês com outra poesia também famosa do autor que tem um dos versos finais mais bonitos que já li. Para mim a definição de amor é exatamente isso:


    Busque Amor novas artes, novo engenho,

    para matar me, e novas esquivanças;

    que não pode tirar me as esperanças,

    que mal me tirará o que eu não tenho.


    Olhai de que esperanças me mantenho!

    Vede que perigosas seguranças!

    Que não temo contrastes nem mudanças,

    andando em bravo mar, perdido o lenho.


    Mas, conquanto não pode haver desgosto

    onde esperança falta, lá me esconde

    Amor um mal, que mata e não se vê.


    Que dias há que n'alma me tem posto

    um não sei quê, que nasce não sei onde,
    vem não sei como,e dói não sei porquê
    Última curiosidade! Vocês sabiam que nesta época os autores não colocavam títulos nas poesias. Para achar uma obra temos que usar o primeiro verso.

    Beijinhos,

    Espero que tenham gostado, amado, se emocionado com a nova coluna :)


    Abra e descubra: Quotes cativantes - O Teorema de Katherine - John Green


    Olá, leitores!



    Faz muito tempo que não posto o Abra e Descubra. Para voltar com a corda toda resolvi escolher um livro que chegou esta semana e que vem sendo objeto de desejo de muitos blogueiros. O Teorema de Katherine é mais um livro do maravilhoso escritor John Green que me deixou sem palavras após ler " A culpa é das estrelas". Ele é sem dúvida um dos melhores escritores do mundo e além disso é um gato!

    Como funciona a brincadeira: Escolha um livro que você nunca leu, mas tem vontade de ler e abra em qualquer página. Leia tudo e selecione o quote mais interessante da página. Só tenha cuidado para não abrir em uma página no final e descobrir como a história termina. A intenção é incentivar você a pegar o livro esquecido e deixar com que o quote te conquiste para que você passe o livro na frente de outros na sua fila de espera

    Só tem uma coisinha que está me incomodando. A capa branca! Tenho neura da limpeza com capas brancas, são lindas, mas sujam mais! :/

    Quote especial:
    " É possível amar muito alguém, ele pensou. Mas o tamanho do seu amor por uma pessoa nunca vai ser páreo para o tamanho da saudade que você vai sentir dela." pp. 141

    Hum! Concordo em número, gênero e grau! Saudade é um sentimento de outro mundo!
    Sinopse:Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.


    Espero ler em breve! Alguém já leu? Comentários são sempre muito bem vindos :) 

    Beijinhos,



    Adeus, por enquanto - Laurie Frankel - Paralela





    Sabe quando lemos um livro e o personagem principal é tão marcante que se torna mais importante do que a história? Então aconteceu isso comigo em Adeus, por enquanto. Eu fiquei tão viciada em Sam, que sempre que lembrava da história pensava assim: “Tenho que ver como Sam está.” ou “Onde será que Sam se enfiou?Engraçado isso, porque não me lembro de ter passado por experiência parecida em nenhum outro livro. Foi muito bom conviver com Sam.
    Sinopse:
    E se o amor continuasse além da vida?Laurie Frankel, a talentosa autora de "Atlas do amor", inova em seu segundo romance, no qual conta a história do jovem casal que estendeu seu amor para além dos limites da vida. Não é milagre e nem magia, é pura ciência da computação! Graças ao software que Sam Elling, um divertido programador do MIT, desenvolve, torna-se possível conversar com projeções perfeitas de pessoas queridas que morreram. Assim, ele ajuda sua namorada a superar a perda recente da avó.Esta é uma história de amor do século XXI, encantadora e original, que nos faz pensar na vida (real e virtual) e na morte, nas paixões e nas perdas. Se de fato nada dura para sempre, talvez o amor desafie a ordem natural, e dizer adeus pode ser apenas um começo.

    Adeus, por enquanto é um livro intenso e forte, porque fala sobre a morte e sempre quando falamos disso entramos em um estado de medo. O medo da morte é muito comum, mas e se um gênio da computação inventasse um Software capaz de trazer a pessoa amada para perto de você novamente? Você saberia lidar com isso? Essa é a principal questão do livro. Sam inventou um programa poderoso, mas as dificuldades de lidar com o novo e com a morte são muito maiores do que ele imaginava. As questões abrangem vidas, lembranças e pessoas que criticam tudo e todos pelo simples prazer de ser do contra.

    Uma das várias questões interessantes do livro foi o fato de Sam ter inventado dois softwares perfeitos, que as pessoas dariam tudo para ter, mas na hora crucial para o desenvolvimento, elas desistem. Primeiro ele inventou um programa para descobrir sua alma gêmea e é assim que conhece Meredith uma mulher inteligente, divertida guerreira e perfeita para Sam. Eles formam um casal lindo. Segundo Sam, cria Repouse um software inteligente que reproduz através de emails e conversas por vídeo tudo o que a pessoa fez em sua vida virtual, ou melhor, a pessoa morta volta a vida na internet.

    O livro é cansativo, mas não de um lado negativo e sim, bem positivo. Ele te consome, te faz querer ler mais e te faz pedir para parar, porque as questões são pesadas.Lidar com as tristezas dos outros mesmo que sejam personagens é bem complicado porque é real. São fatos que acontecem todos os dias e podem acontecer com qualquer um. Fiquei imaginando que se eu tivesse uma filha e ela morresse precocemente eu me sentiria como os Benson e gostaria de ter mais uma chance com ela mesmo que de uma maneira moderna e virtual.

    Sam é um personagem diferente e sem rótulos. Ele é inteligente, mas divertido na medida certa. Ele é engenheiro da computação, mas é romântico e apaixonado por Meredith. Ele é inseguro, mas ao mesmo tempo louco por sua capacidade de inventar tecnologias impossíveis. Sam é real, Sam é de outro mundo. Sam é tão incrivelmente Sam que só lendo para ver.

    A capa é linda e muito significativa. O clima é mórbido, mas o cotidiano e o amor quebraram um pouco a tristeza e deixaram o livro leve.

    Para terminar não posso deixar de comentar a narrativa. O narrador me parece ser Onisciente, mas eu nunca tinha lido um livro assim. Eu senti que estava lendo os pensamentos de Sam, mas na verdade tinha alguém contanto a história e depois achava que estava lendo a cabeça de Meredith. Muito diferente! Amei! \o/

    “Ela não estava esperando por ele no aeroporto, o que era estranho. Não estava lá quando ele passou pela segurança, e não estava perto das esteiras de bagagem, e não ligou desesperada de um congestionamento dizendo que chegaria em um minuto.” P. 32

    Recomendo a leitura! Assistam o booktrailer, foi ele que me conquistou!




    Beijinhos,



    Movie Day: Espelho, Espelho meu.

    Segundo colocado da enquete realizada no blog.


    SINOPSE: Após a morte do rei (Sean Bean), sua esposa (Julia Roberts) assume o comando do reino. Extremamente vaidosa, ela passa a cobrar cada vez mais impostos para sustentar uma vida de opulência. Ao mesmo tempo mantém presa em seu quarto a enteada, Branca de Neve (Lily Collins). Ao completar 18 anos, Branca de Neve resolve sair do castelo e conhecer a realidade do reino. Horrorizada com a situação de fome e miséria do povo, ela retorna decidida a derrubar a rainha.

    Esqueçam aquela Branca de Neve que vocês conheceram quando crianças. A Branca de Neve da vez é cômica, decidida e corajosa. Digo, corajosa porque não é todo mundo que tem coragem de ficar morando com aqueles anões, eles são feios e assustadores, eu com certeza acordaria de noite assustada ao percebê-los perto de mim. Além disso, a coragem dela é tanta para enfrentar (a Julia Roberts sempre será para mim uma linda mulher), a rainha que é comicamente má. Eu acho que nunca amei tanto uma vilã como amei nesse filme. Achei a atuação da Julia ótima, ela estava linda (como sempre) e muito muito engraçada! As cenas delas com o príncipe foram as melhores... 


    A interpretação da Lily Collins não foi lá essas coisas, ela possui uma limitação de interpretação. A sua personagem tem suas virtudes: decidida e corajosa, mas a Lily não é uma boa atriz, e isso está claro no filme. 

    O filme é uma gostosa surpresa, dando uma nova vida àquele velho conto de fadas, cheio de efeitos especiais e com um figurino de dar inveja, afinal não foi à toa que foi indicado em 2013 ao Oscar de Melhor de Figurino. É bom lembrar, que apesar de ser uma readaptação do conto de fadas "Branca de Neve e os sete anões", o filme não deixa de lado alguns elementos da história original, ou seja, ele não perde totalmente a sua essência.

    Tenho certeza que esse filme será figurinha garantida na Sessão da Tarde. É um filme gostoso, mas que não devemos esperar MUITA coisa... é apenas aquela comédia para um domingo a tarde, que mostra outra versão da Branca de Neve.

    Os Romances de época vieram para ficar! \o/

    Olá, meninas

    Como eu sei que temos muitas leitoras que amam um Romance de época, resolvi entrar nessa onda romântica e ler também! Estou ansiosa com os lançamentos e por isso quero pedir a ajuda de vocês para divulgar essa ideia e mudar de vez o panorama deste gênero no Brasil. Esse texto é uma reprodução adaptada da querida Elimar Souza! Espero que gostem :)


    Três autoras românticas que prometem balançar os corações das leitoras brasileiras no lançamento de seus livros dia 15 de Abril! Com tramas sensuais e com fundo histórico, Madeline HunterLisa Kleypas Julia Quinn chegaram para ficar, e inauguram um novo momento da Literatura Romântica Brasileira. A boa receptividade desses romances pode significar a vinda de outras autoras do mesmo gênero e quem sabe contagiar de vez o nosso povo.

    Já imaginaram? Emma Wildes, Catherine Anderson, Elizabeth Hoyt, Loretta Chase... São tantas que nem consigo me lembrar de todas. Ajudar na divulgação de tais romances  é mais do que uma tarefa. É uma obrigação. 




    Dia 15 de abril o negócio vai ferver no twitter, no Facebook e em todas as mídias sociais! Porque nós, blogueiras literárias, com a ajuda de vocês, leitoras, faremos um movimento, mostrando que esses romances têm sim um público fiel, e que vai ajudar leitoras que ainda não tiveram a oportunidade de ler nada delas, possam desfrutar desse prazer inigualável. 

    Crie uma frase e coloque a HASTAG #RomEpocaArqueiro. Nossa intenção é espalhar a notícia por toda a net, sem folga, fazendo todo mundo conhecer os Romances de Época da Arqueiro. Lembrando que esse é um movimento sem qualquer fim lucrativo para as envolvidas (que somos nós, leitoras). É uma iniciativa nossa, como forma de apoio e colaboração para com a Arqueiro, que realizou um dos muitos sonhos literários das leitoras amantes de históricos. 


    Coloque essa imagem no seu perfil e compartilhe durante todo o dia 15 de abril


    Participe e ajude a nova onda literária do momento a conseguir mais e mais leitores. Temos certeza que você não vai se decepcionar...


    .............................................................................................................................................................

    Beijinhos,


    Na passarela - Série Cabeça de Vento- Meg Cabot - Galera Record



    Alerta: Esta resenha pode conter spoiler, visto que, é o 3º livro da série.

    Na passarela é o último livro da série Cabeça de Vento da minha autora favorita Meg Cabot. Preciso dizer que o segundo livro, Sendo Nikki, me decepcionou um pouco, mas este ficou muito bom e superou todas as minhas expectativas para o final. Esta série é diferente dos outros livros da Meg, porque foi escrita em cima de um tema voltado para a ciência, mas com muito humor e romance, o que fez a história ficar bem mais interessante e divertida.

    Sinopse:Em Watts está fugindo: das notas da escola, dos compromissos de trabalho, das cobranças da família e dos amigos. Mas, principalmente, dela mesma. Uma viagem inesperada com Brandon Stark faz com todos fiquem furiosos, mas ela nem pode explicar seus motivos. Pensou em chantagem? Acertou.

    As repetições cansativas sobre Christopher melhoraram e Em Watts ficou mais corajosa, apesar de não ter concordado com algumas atitudes. Achei que ela protegeu Nikki demais, mesmo sabendo que a rival não faria o mesmo. Aliás, gostaria de ter visto mais a Nikki no livro, achei que ela ficou um pouco apagada.

    Lulu continuou dando um show de fofura no terceiro livro da série e gostaria muito de ver uma história narrada por ela. Em Watts é divertida, mas Lulu é tão legal que um livro dela seria muito interessante e curioso. O jeito que ela vê a vida é bem bonito e espalhafatoso, sem dúvidas uma ótima personagem. Christopher me surpreendeu e virou um mocinho bem bad boy, ao contrário de Brandon que virou mocinho bobo e sem sal. Queria ter visto mais maldade de sua parte e mais luta. Eu sei que é um Chik Lit, mas o tema é tão diferente que imaginamos todos os tipos de coisas para os personagens.

    Eu gostei muito da capa, mas preciso falar do comentário que meu namorado fez quando me viu lendo:“Carol, que vestido esquisito. Está sobrando roupa, ai!” rsrsrs. A imagem da capa é uma ideia de uma cena no final. Só posso dizer isso, se não estraga a surpresa!

    O que mais gostei da série foi a criatividade em torno de um tema inovador dentro de um gênero bem popular. É difícil sair do esquema de Chick Lit, no qual, a mocinha está com problemas e o mocinho vai ajudá-la. Nesta série, também tem o mocinho e a mocinha também está em perigo, mas o diferencial está justamente na parte científica, ou melhor, no momento em que Em Watts percebe que seu cérebro foi transplantado para a cabeça de uma modelo milionária. Todas as garotas do mundo gostariam de estar em seu lugar, menos ela. Fora que essa tecnologia vai além de um experiência, pois, realmente deve existir pessoas que desejam ficar mais novas e fariam qualquer coisa por isso, até trocar de corpo.

    Bom, recomendo a leitura. Gostei do livro e li em dois dias como todo livro da Meg Cabot.

    Beijinhos,