• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Cidade dos ossos - Cassandra Clare - Galera Record


    Sinopse: O primeiro encontro de Clare e Jace não poderia ter sido... pior. Ela presencia um crime cometido por Jace e outros adolescentes tatuados e equipados com chicotes brilhantes e armas pra lá de esquisitas. Ele, um nephilim - filho de anjos com humanos - que tem como missão caçar demônios; ela, uma mundana que não se sabe por que tem o dom da Visão... Mas as diferenças entre os dois não impedem que em 24 horas Clary se veja envolvida pelo mundo de Jace e dos Caçadores de Sombras; a mãe dela desaparece e a própria Clary é atacada por um demônio. Aparentemente, ela não tem a quem recorrer além de Jace. Mas por que um demônio estaria interessado em uma mundana como Clary? E como de uma hora pra outra ela tem o dom da Visão e percebe o Mundo de Sombras? Todos, inclusive Clary, querem saber...


    A primeira vez que vi esse livo, foi anos atrás, em uma livraria aqui da cidade, quando ele não era tão conhecido como é hoje. De cara, eu já me interessei pelo livro. Toda essa atmosfera sobrenatural que vemos na sinopse me conquistou. E como uma fã de Supernatural, não poderia deixar de me interessar por caçadores de demônios. Mas mesmo assim, não comprei o livro. Anos depois, quando todo mundo começou a falar dele e o quanto ele era bom, resolvi comprar e ler de uma vez. E devo dizer que me decepcionei um pouco. Não que o livro seja ruim, mas com esse alvoroço todo, achei que seria tipo o melhor livro da minha vida, e não foi bem assim. 

    O livro conta a história de Clary Fray, uma mundana (humano normal) que presencia um assassinato em um clube chamado Pandemônio. O mais estranho do assassinato é que só ela pode vê-lo, e corpo do morto desaparece, não deixando nem rastro de sangue para trás.Até mesmo seu amigo Simon não consegue enxergar o que aconteceu.


    A partir daí, Clary é apresentada a um mundo totalmente novo e descobre que o assassinato que ela viu, foi na verdade obra de Caçadores de Sombras, e o que ela achou que fosse uma pessoa morrendo, era na verdade um demônio. E ela está mais envolvida nesse mundo do que ela pensa. 

    Ao longo do livro somos apresentados ao mundo dos Shadowhunters (Caçadores de sombras) e descobrimos que além deles, os humanos também dividem o mundo com vampiros, lobisomens, demônios e feiticeiros.

    O foco da trama é o sumiço da mãe de Clary, e o retorno de Valentim, um poderoso Shadowhunter que está atrás da Taça da Mortalidade. E para impedir Valentim de conseguir o que quer e achar a mãe de Clary, Jace, Isabelle, Simon e Alec passam por diversas situações e "aventuras" para tentar descobrir pistas. Isso acontece ao mesmo tempo em que Clary vai descobrindo coisas sobre a própria vida e o porque de ela conseguir ver o Mundo de Sombras quando ninguém mais pode.

    Por ser um livro introdutório à série, o começo dele foi bem fraquinho, é difícil entrar no ritmo e te prender á leitura. Porém, mais pro final a coisa pega fogo, e a história fica muito boa. Os personagens também são muito bons. Não tive aquela coisa com a Cary, mas adorei todo o sarcasmo do Jace. Adoro as tiradas dele, o que muitas vezes me fazia morrer de rir (eu rio de quase qualquer coisa). Mas o personagem que eu mais gostei foi Magnus, o feiticeiro, ele é sensacional, muito cativante e até divertido.

    A narrativa do livro, como eu disse antes, não é muito envolvente no começo, mas no final fica viciante e você fica louco pra saber o que vai acontecer com a Clary e quais serão as próximas descobertas. É uma leitura bem fácil e rápida se você resistir a primeira parte mais chata. Os cenários também são super bem construídos, e a história é muito bem formulada também. A Cassandra soube conduzir a história.

    Eu realmente gostei do livro, não foi nada extraordinário, nem nada do que eu esperava, mas ainda assim foi bom, e eu super recomendo a leitura. Pelo jeito que acabou o livro, tenho certeza que os próximos serão bem melhores.

    Beijos,

    Larissa Gaigher