• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Starters - Lissa Price



    Edição:
    Editora: Novo Conceito
    ISBN: 978-85-8163-014-4
    Ano: 2012
    Nº de pág.: 368
    Série: Livro #1

    Sinopse:


    Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbador em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito. Ela acorda na vida de sua locadora e está saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado...


    Starters, apesar de já ter sido lançado há algum tempo, é uma das minhas recentes aquisições de 2014 e confesso que estava bastante ansiosa para lê-lo. Felizmente não me decepcionei. Esta distopia é narrada em primeira pessoa pela protagonista Callie, uma adolescente que, desde que perdera os pais, tornou-se responsável pelo seu irmão Tyler de apenas 7 anos e, como se isso já não fosse o suficiente, eles são sem tetos e enfrentam inúmeros desafios para conseguir água e alimento, além de fugirem dos inspetores – os caras que capturam órfãos e os levam para uma instituição onde são tratados de maneira nada agradável, além de serem obrigados a trabalhar. A jovem conta a ajuda de seu amigo Michael e, juntos, os três lutam para sobreviver em meio a uma população de idosos ricos e perversos.

    Por intermédio de um órfão, Callie fica sabendo da existência da Prime Destinations. Uma empresa comandada por um homem conhecido como O Velho e que realiza aluguéis de corpos, ou seja, após a população de idade entre 20 e 60 anos ter sido dizimada por uma arma biológica, sobraram apenas crianças, adolescentes e um oceano de idosos. Estes que, não satisfeitos com suas limitações em decorrência da idade, veem no aluguel de corpos um modo de escapar da realidade e voltar a ser jovem novamente. Assim, como a maioria possui grande poder aquisitivo, recorrem a Prime Destinations em busca de novas aventuras dentro de corpos que não são os seus. Contudo, o dinheiro pago ao adolescente é deverás tentador. E é o que atrai nossa protagonista.

    Tyler está doente, eles não têm comida, casa e perambulam sem destino pelas ruas perigosas. Com ingenuidade, Callie toma a decisão de alugar seu corpo apenas para ajudar seu irmão. Três aluguéis e terão dinheiro suficiente para viverem por longos anos sem qualquer preocupação. No entanto, algo não sai como esperado. A inquilina de Callie tem planos perigosos e a conexão estabelecida entre elas é alterada. Ela deveria ficar inconsciente enquanto a mulher quase centenária a usa, mas Callie está consciente e lúcida. Algo deu errado. É então que a garota precisa descobrir o que está acontecendo nas instalações do banco de corpos e quais são os planos que Helena fez antes de alugá-la.

    Num clima de suspense e investigação, Starters se mostra uma distopia um tanto quanto ‘macabra’. Imaginem só... Pessoas alugando pessoas. Parece algo surreal, futurista e nada natural. É uma trama bem elaborada, cheia de curvas perigosas, com uma pitada de romance e conspiração. Esta última a que mais me chamou atenção. A autora inseriu um jogo político no enredo, dando uma estruturação sólida ao texto, sem pontas soltas, esclarecendo tudo no momento certo e surpreendendo às vezes. Gostei do desenvolvimento, nada de firulas, diálogos fluidos e uma leitura daquelas que você não consegue parar.

    (Madison) Quando aluguei pela primeira vez e entrei naquele corpo de aluguel, parecia que eu estava em casa novamente. Você não teve a mesma sensação?
    (Callie) Não. Não me sinto assim. Se estivermos permanentemente no corpo de alguém, significa que essa garota nunca vai ter qualquer descanso. O cérebro dela ficará adormecido. Para sempre.
    (Madison) Isso parece totalmente desumano.
    (Callie) Você roubará a coisa mais preciosa que essas pessoas têm: sua vida.
    (Madison) Quando você fala dessa forma... Parece um sequestro.
    (Callie) É pior do que isso. É assassinato.

    Apesar da pouca idade, achei a protagonista bem centrada e objetiva, sem aqueles dramas clichês de adolescentes, exceto pela primeira paixão. Quem não passou/passará por isso na vida? Então, não tem como não simpatizar com as descobertas da garota. Para quem ainda não leu, a boa notícia é que o segundo livro é lançado em fevereiro e já pode comprá-lo em seguida – se curtir o primeiro, claro. Starters não é tão engenhoso quanto outras distopias como, por exemplo, Jogos Vorazes, mas tem seu encanto e é uma leitura bem dinâmica. Se você gosta do gênero, este livro não pode faltar na sua estante. Eu super recomendo.

    Em breve resenha de Enders.
    Abraços,
    Sabrina  Castro *-*