• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    A Garota Que Você Deixou Para Trás - Jojo Moyes - Intrínseca

    A Garota Que Você Deixou Para Trás
    Sinopse: Durante a Primeira Guerra Mundial, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre é obrigado a se separar de sua esposa, Sophie, para lutar no front. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos em sua pequena cidade natal, agora ocupada pelos soldados alemães, Sophie apega-se às lembranças do marido admirando um retrato seu pintado por Édouard. Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Ocupando lugar de destaque, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, a mantém ligada ao passado. Quando Liv finalmente parece disposta a voltar à vida, um encontro inesperado vai revelar o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória. Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Tecido com habilidade, A garota que você deixou para trás alterna momentos tristes e alegres, sem descuidar dos meandros das grandes histórias de amor e da delicadeza dos finais felizes.



    Jojo Moyes 
    Editora: Intrínseca
    ISBN: 9788580574715
    Ano de publicação: 2014
    Número de páginas: 384
    Tradutor: Adalgisa Campos da Silva



    A Garota Que Você Deixou Para Trás é dividido em duas partes. Primeiramente somos levados a 1916 onde conhecemos Sophie, moradora de uma  pequena cidade francesa recentemente ocupada por tropas alemãs. Sophie era uma garota alegre, bonita, vivaz e muito apaixonada por seu marido Édouard, um pintor excêntrico.

    Infelizmente a guerra veio e os vestígios de felicidade foram dizimados com ela. Agora Sophie tenta sobreviver a fome, frio e maus tratos com sua família, tendo como única fonte de esperança e alegria a volta do marido e um quadro,  A Garota Que Você Deixou Para Trás, a única lembrança da vida que tinha antes do horror da guerra.

    Na segunda parte, voltamos aos dias atuais e somos apresentadas a Liv, uma viúva jovem que ainda não se recuperou da morte do seu esposo. Liv, mesmo depois de 4 anos, não consegue acreditar que seu amado marido partiu subitamente e a vida que considerava perfeita fora destruída, bem como seus sonhos e a capacidade de ser feliz novamente. A única coisa que mantem Liv em pé são as memórias que guarda da época em que era feliz; a casa que seu marido projetou e o quadro que ganhou na lua de mel, A Garota Que Você Deixou Para Trás.

    Sophie e Liv, mesmo separadas por quase 100 anos de história são muito parecidas. Ambas perderam pessoas queridas e tiveram que conviver com essa dor, com dias em que a fé e a esperança de um futuro feliz deixaram de existir. Mas, histórias tristes existem aos montes. O que liga realmente essas duas mulheres é o quadro.

    A família de Édouard diz que a pintura foi roubada durante a guerra, e que o quadro deve ser devolvido a eles. Por outro lado, Liv não quer se desfazer do presente do marido e vai lutar com unhas e dentes para provar que a venda do quadro foi legal. É ai que ela mergulha na história de Sophie, procurando a verdade sobre o que aconteceu naquela época e conhecendo ainda mais sobre essa mulher misteriosa que estampa o quadro que tanto significa para ela.

    A Garota Que Você Deixou Para Trás é uma história tocante, dramática e intensa sobre duas mulheres que viveram em épocas diferentes, mas tiveram que demostrar muita coragem, força, determinação, fé e esperança diante de situações desesperadoras. A forma como a vida das duas se entrelaça é de um cuidado e delicadeza que me levam as lágrimas, e a amar ainda mais a forma como a autora escreve, se é que isso é possível.  

    Saldo da leitura: Livro lindo, história tocante e uma leitora completamente emocionada. O que mais se pode esperar de um ótimo livro? 


     Abraços, 

    Denise Rodrigues