• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Amigas para sempre - Kristin Hannah - editora Arqueiro







     Sinopse:Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família. Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga? Neste livro, Kristin Hannah nos conta uma linda história sobre duas pessoas que sabem tudo a respeito uma da outra – e que por isso mesmo podem tanto ferir quanto salvar.


    Autor: Kristin Hannah
    Editora: Arqueiro
    Categoria: Literatura Estrangeira / 
    Páginas: 446


    Que sonho de livro! Amigas para sempre é sem dúvida um livro inesquecível, daqueles que você indica até para o vizinho. A história de Kate e Tully marcou a minha vida para sempre e destruiu o meu coração de uma forma positiva. Consegui compreender situações da minha vida ao ler e me identifiquei muito com as protagonistas, além de ficar horas chorando muito com a beleza da história.


    Com uma escrita suave e profunda Kristin Hannah cria uma teia de amor entre os personagens e o leitor que faz com que o livro se torne mais do que uma simples história. Ele passa a ser um relato pessoal e o leitor sofre com os acontecimentos finais, mas compreende os caminhos escolhidos pela autora. Preciso frisar isso, porque eu detesto momentos de profunda tristeza em livros, mas desta vez eu já li com uma visão diferente porque a autora nos leva a entender tudo de uma forma sadia, sem aquele choque final que resulta em ódio mortal pelo escritor.

      Tully é uma mulher que sofreu muito com o abandono familiar e Kate sofreu muito com o excesso de amor. Achei superinteressante essa dicotomia, pois o leitor analisa os dois lados sem tomar partido. Tem vezes que Tully mostra as vantagens de ser solteira e mais independente e outras vezes Kate mostra as vantagens de se ter uma família completa com muito amor. Eu sentia raiva de uma, depois de outra e por aí fui, até chegar ao final e descobrir que neste livro não existe certo ou errado e sim amor.

    O diferencial do livro está na amizade das duas, pois mostra um amor além do de marido e mulher, o de amigas inseparáveis que se completam. Seriam almas gêmeas do mesmo sexo, assunto que nunca li em lugar algum. O amor de uma pela outra é tão forte que contagia. Dá vontade de ter uma amizade assim.

    A trama foi muito bem construída e escrita. Parece uma novela da vida real de alta qualidade, pois os únicos vilões são as mágoas e os desentendimentos. A leitura é rápida, porém você tem vontade de parar e degustar cada capítulo. Além de ouvir as músicas que marcaram a vida de Tully e Kate. O blog livros e chocolate quente montou a playlist em uma rádio e eu não parei de ouvir até agora. Quem quiser dar uma olhada é só clicar AQUI.

    Recomendo muito a leitura e indico o segundo livro da série, Por toda a eternidade que foi lançado pela editora Novo Conceito, mas NÃO leiam a sinopse antes de ler Amigas para sempre. Eu sei que é outra situação, mas eu preferi ler este primeiro e depois passar para o outro porque tem muita coisa interligada. 

    Beijinhos,