• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry - Agir


    O Pequeno Príncipe

    Sinopse: A história do Pequeno Príncipe atravessa gerações pelo seu encanto. Vale a pena colocar as crianças em contato com este menino sensível que ensina que nós somos os responsáveis por tudo que faz parte da nossa história e que cabe a cada um de nós resolvermos o que fazer e como olhar para ela.













    Antoine de Saint-Exupéry
    Editora: Agir
    ISBN: 9788522005239
    Ano publicação: 2013
    Número de páginas: 91
    Tradutor: Dom Marcos Barbosa



    O livro é narrado em primeira pessoa como uma espécie de relato onde o narrador, um adulto, nos conta sobre o dia em que estava viajando quando o seu avião caiu no meio do deserto e ele é surpreendido ao encontrar um garoto pequeno, de cabelos loiros e rosto gentil que dizia ser de outro planeta e falava sobre as viagens inacreditáveis.

    Através de seu olhar ingênuo o pequeno Príncipe começa a relatar como era no planeta, sobre os vulcões, pores do sol e sobre a flor que um dia nasceu lá. Uma  flor muito voluntariosa, se quer saber. Por causa dela o pequeno Príncipe decide viajar por outros planetas, sendo um deles a terra.

    Mas, antes de chegar a terra ele conheceu planetas com habitantes pra lá de peculiares, porém, se você prestar atenção, não será difícil notar algumas semelhanças com os seres humanos. 
    Em meio a tantas viagens O Pequeno Príncipe aprende, e nos ensina, diversas lições sobre bondade, amizade e companheirismo. Tudo isso envolto da delicadeza e doçura de um garoto que está descobrindo novos mundos.

    É difícil falar sobre um livro que fez e faz parte da vida de tanta gente. Alguns dizem que ele é para crianças, outros, leitura de miss, mas eu creio que O Pequeno Príncipe é um livro indicado para todas as idades, gêneros, raças e crenças. Um livro que de forma singela nos mostra lições importantes, que infelizmente muitos se esquecem de guardar.  E eu, uma apaixonada por livros infantis, não poderia deixar de recomenda-lo a vocês.

    Antes de me despedir quero deixar a frase que mais me tocou e que conseguiu resumir lindamente o que senti ao término da leitura desse livro.

    "A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar...”

    Abraços, 

    Denise Rodrigues