• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Os assassinos do cartão-postal - James Patterson e Liza Marklund




    Sinopse: Uma viagem para conhecer as mais belas cidades da Europa é o sonho de qualquer pessoa. Porém, o detetive da NYPD Jacob Kanon não está interessado nos pontos turísticos. Após receber a notícia do brutal assassinato de sua filha e namorado, mortos em Roma, Kanon viaja para o Velho Continente para tentar juntar pistas sobre o crime que mudou sua vida. E a onda de assassinatos está só começando: jovens casais são encontrados mortos em Paris, Copenhague, Frankfurt e Estolcomo. Os crimes parecem não estar conectados, com exceção de um cartão-postal enviado para o jornal local da cidade de cada nova vítima. Quando a repórter sueca Dessie Larsson recebe um postal, Kanon junta forças com o jornalista e partem para o novo destino para tentar capturar o serial killer.


    A editora Arqueiro me deixou muito curiosa com o livro quando enviou o cartão postal, igual ao da capa, para a minha casa. Eu adoro James Patterson e fiquei ansiosa porque a capa chamou muito a minha atenção. Li esperando um belo suspense e não me decepcionei. “Os assassinos do cartão postal” é sinistro e as mortes são bem macabras.

    O diferencial do livro é que desde o primeiro capítulo o leitor descobre  quem são os assassinos, mas os detetives envolvidos no caso nada sabem e entram em uma busca frenética pelos responsáveis. Quando descobrem não conseguem provas para incriminá-los e a história vira de pernas para o ar. Mais assassinatos são cometidos e os verdadeiros assassinos estão soltos rindo da polícia Sueca.

    Sim! A história se passa na Suécia! Eu adorei porque os autores citam lugares interessantes, pontos turísticos da Europa e usam a língua sueca em várias situações. Gostei muito da ambientação do livro, pois saiu um pouco da rotina de romances policiais americanos e eu pude conhecer lugares exóticos lendo sobre mortes horríveis! James Patterson resolveu deixar os seus leitores nervosos e chocados, pois os corpos eram encontrados com a garganta cortada na posição de obras de artes famosas. Isso quando não tinham seus órgãos sexuais arrancados.

    Eu devorei o livro em 3 dias e como sempre,gostei muito do estilo da escrita do Patterson que narra a história em pequenos capítulos sem perder o foco. Posso estar errada, mas acredito que a Liza Marklund veio para dar um leve toque de Romance na narrativa já que acontece algo diferente dos outros títulos do autor.  Como romântica assumida eu adorei a mistura de suspense e romance fofo. O final também é bem interessante, mas não posso revelar mais.

    Os personagens principais contribuíram muito para o desenvolvimento da história. Dessie é uma repórter sueca com uma bagagem familiar bem complexa e Jacob um típico policial americano que não cumpre as regras. Depois que a filha foi brutalmente assassinada, ele perdeu a vontade de viver, mas lutou para achar os culpados. A história é bem dramática, mas o suspense e a narrativa leve dão fluidez ao livro.Recomendo a leitura! Amei a história e fiquei com vontade de ler mais suspenses como este!
     
    Beijinhos,