• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Boneca de Ossos - Holly Black - Novo Conceiro





    Sinopse: POPPY, ZACH E ALICE sempre foram amigos. E desde que se conhecem por gente eles brincam de faz de conta – uma fantasia que se passa num mundo onde existem piratas e ladrões, sereias e guerreiros. Reinando soberana sobre todos esses personagens malucos está a Grande Rainha, uma boneca chinesa feita de ossos que mora em uma cristaleira. Ela costuma jogar uma terrível maldição sobre as pessoas que a contrariam. Só que os três amigos já estão grandinhos, e agora o pai de Zach quer que ele largue o faz de conta e se interesse mais pelo basquete. Como o seu pai o deixa sem escolha, Zach abandona de vez a brincadeira, mas não conta o verdadeiro motivo para as meninas. Parece que a amizade deles acabou mesmo...

    Boneca de Ossos é um livro surpreendente. Por mais que seja um livro infantil, para crianças de 8 a 13 anos, não consegui deixar de me encantar pela história! Primeiro que a narrativa da Hollly Black é apaixonante, e segundo que a história em si, apesar de fantasiosa, passa uma mensagem fantástica, uma que todos deviam levar pras suas vidas.

    Poppy, Zach e Alice são amigos que gostam de criar seus próprios mundos particulares, onde suas histórias são realidade e podem ser quem quiserem ser. Eles sempre se juntam depois da escola pra brincar e encenar suas aventuras. Zach é William, a Lâmina o pirata capitão do navio "Pérola de Netuno", Alice é Lady Jaye, a habilidosa ladra que passou a navegar com William após uma tentativa frustrada de roubar sua carteira, e Poppy é atualmente uma sereia que tentava enfeitiçar algum tripulante do navio e levá-lo para as profundezas do mar. 

    Conforme a brincadeira prosseguia os três amigos bolavam diversas situações em que seus personagens passavam por diversas aventuras sempre perigosíssimas. Mas tudo rodava em torno da Grande Rainha. Na brincadeira ela era a mais poderosa do reino que dava as missões ao capitão William, mas que não podia sair de sua torre. Na vida real ela era a boneca de porcelana velha e misteriosa que a mãe de Poppy guardava com todo cuidado dentro de uma cristaleira. Era a única boneca que eles estavam proibidos de mexer. 

    Os três adoravam brincar juntos, e embora brincar de bonecos fosse coisa de criança e eles não tivessem mais essa idade, não ligavam pra isso e viviam para suas histórias. O problema é que quando se vai crescendo deixamos essas coisas pra trás e chega uma hora quem temos que encarar a adolescência, e mesmo não querendo abandonar isso, Zach se vê obrigado pelo seu pai a nunca mais brincar com Poppy e Alice. 

    Após romper bruscamente com a brincadeira, deixando a história de William, a Lâmina inacabada e sem revelar suas verdadeiras razões por trás disso, Zach procura evitar ao máximo as garotas. E é bem sucedido até as duas o procurarem em plena madrugada com a Grande Rainha nas mãos e uma história louca de um sonho sobre fantasmas e restos mortais que Poppy teve e jurava ser verdade. 
    Os três então embarcam em uma última aventura em nome da Grande Rainha e partem no meio da madrugada para uma cidade desconhecida, sozinhos atrás de um túmulo e um final pra essa história. 

    Com eu disse antes apesar de ser uma história fantástica, e obviamente infantil, passa uma mensagem muito legal sobre o que realmente significa crescer e amadurecer. Uma coisa pela que todos nós passamos, essa fase em quem deixamos as brincadeiras e as histórias pra trás pra cair de cara na realidade. Mas crescer não quer dizer que devemos deixar pra trás nossa infância e nossos sonhos, e isso que o livro nos passa.

    A narrativa de Holly Black é muito envolvente, os personagens são cativantes e não tem como não se identificar com Poppy, Alice e Zach e pela fase que eles estão passando. O livro tem de tudo um pouco: aventura, terror, mistério e até romance. É pra todos os gostos. Recomendo a todos que o leiam, vão se surpreender.

    Ah, e a diagramação e capa do livro estão lindas! Foi um trabalho muito bem feito, o livro está cheio de ilustrações lindíssimas!

    Beijos,
    Lari Gaigher