• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Cidade das cinzas - Cassandra Clare - Galera Record

    Sinopse: Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace.
    Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?
    Nessa sequência de tirar o fôlego da série Os Instrumentos Mortais, Cassandra Clare atrai os leitores de volta para o lado mais obscuro do submundo de Nova York, onde amar nunca é seguro e o poder se torna a mais mortal das tentações.

    Atenção! Essa resenha pode conter spoilers de Cidade dos Ossos (resenha aqui)!

    Honestamente eu fiquei muito na dúvida se dava 3 ou 4 estrelas pra esse livro. Já li Cidade dos Ossos há um bom tempo e até esse final de semana enrolei pra ler Cidade das Cinzas. Não consigo me sentir envolvida com a narrativa como a maioria das pessoas fica. Acho a história incrível, e todo o mundo inventado pela Cassandra Clare é sensacional, mas acho que a escrita dela não consegue me convencer muito. Sem falar que a Clary me irrita demais. Não consigo gostar dela e o triângulo amoroso entre ela, o Simon e o Jace é extremamente irritante. Enfim, vamos a história e depois eu falo mais sobre minha opinião do livro.


    Após os acontecimentos de Cidade dos Ossos, a vida de todos sofre uma mudança drástica, mas principalmente a de Jace e Clary que descobrem ser irmãos, o que (obviamente) os impede te ter um relacionamento amoroso que era a intenção de ambos. Mas mais do que isso, Jace sofre com a descoberta de que praticamente toda sua vida foi uma mentira, que seu pai não é Michael Wayland e sim o temível Valentim: inimigo de todos e que pretende destruir a Clave.

    Após essa descoberta Jace passa a ser alvo de desconfiança dos pais de Alec e Isabelle que eram como se fosse sua família, que acreditam que ele possa ser um espião implantado por Valentim na Clave e suspeitam que ele saiba de todos os planos de Valentim ao contrário do que alega. Então Jace fica sem ter pra onde correr afinal Clary era sua irmã embora não quisesse, sua família, quem deveria apoiá-lo não acredita nele e seu pai é um Caçador de Sombras perigoso que só tem planos malignos.

    Não bastasse isso A Espada da Alma - segundo dos Instrumentos Mortais - é roubada, assassinatos das crianças do submundo (licantrope, vampiro, fada e feiticeiro) acontecem e a Inquisidora aparece. Esta acredita mais do que nunca que Jace é cúmplice de Valentim e está determinada a puni-lo e pegar Valentim.

    A partir daí é que o livro começa a ficar bom. Do meio pro final é que eu gostei mais, teve mais ação, o livro pegou o ritmo e fluiu bem, mas antes disso foi esforço pra mim continuar a leitura. A Clary me irrita culpando a si mesma e ao Jace por tudo que acontece e o triângulo amoroso entre ela, Simon e Jace pra mim é uma coisa que não funcionou pois Clary tem zero química com Simon.

    Uma das coisas que me agradam e que me fazem continuar a leitura (além do fato de ser uma história interessante apesar dos apesares) é o Jace e o Magnos. O humor negro e sarcástico do Jace é o ponto alto pra mim, adoro quando tem diálogos com ele. E Magnos é o cara. Acho que é meu personagem preferido até agora, melhorou muito do primeiro livro pra esse e é um dos melhores personagens!

    Tirando tudo que me irritou a história do livro é realmente boa. Quando ela entra no ritmo fica difícil parar, tem muita ação e a adrenalina corre solta. É uma história sem igual, todos os fãs de sobrenatural vão gostar da série, Cassandra Clare foi abençoada em conseguir criar algo tão original, e é pela história que dou 4 estelas!

    Beijos,
    Lari Gaigher