• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Cidade de Vidro - Cassandra Clare - Galera Record







    Sinopse: Clary está à procura de uma poção para salvar a vida de sua mãe. Para isso, ela deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras, criando um portal sozinha. Só mais uma prova de que seus poderes estão mais sofisticados a cada dia. Para Clary, o perigo que isso representa é tão ou menos assustador quanto o fato de que Jace não a quer por perto. Mas nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastá-la de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe.
    Atenção! Essa resenha pode conter spoilers dos livros Cidade dos Ossos e Cidade das Cinzas!

     Confesso que comecei esse livro sem muitas expectativas, achando que seria a mesma lenga lenga dos últimos dois com os personagens e a tendência da Cassandra de só conseguir colocar ritmo na narrativa do meio pro final do livro. Porém logo de cara já percebi que estava errada. A autora conseguiu entrar no ritmo logo no inicio dando uma fluidez inesperada a narrativa e me envolvendo de uma forma que não tinha conseguido nos primeiros livros, ou pelo menos só conseguido em parte deles. 

    Não vou falar muito da história pois tudo que eu poderia dizer sem dar spoilers já está na sinopse, e como o livro todo é cheio de revelações se eu falasse um pouco que seja com certeza teria algum spoiler. Só vou dizer que nesse livro Clary vai escondida (e diga-se de passagem ilegalmente) para Idris após ser deixada pra trás por Jace e os Lightwood, atrás de um feiticeiro que tem  a resposta para salvar a vida de sua mãe e lá acaba encontrando mais problemas do que tinha previsto. E além disso, ela aparentemente está sozinha em sua busca, pois tanto os Lightwood quanto Jace não queriam ela lá.

    Somos apresentados então a um novo personagem: Sebastian. Ele é o único que parece disposto a ajudar Clary, e além de ser lindo, é gentil até demais. Ele e Clary parecem ter uma ligação incomum embora Clary não saiba o porque. Do outro lado temos Valentim que está cada vez mais poderoso e juntando seu exército de demônios enquanto a Clave fica brigando entre si tentando decidir o que fazer. Os Nephilim agora tem muito com o que lidar, só resta a dúvida se serão capazes de fazer o necessário pra lutar contra Valentim e se Clary conseguirá o que precisa pra salvar a mãe. 

    Talvez por originalmente Cassandra fosse escrever apenas uma trilogia esse é o melhor livro da série até agora e acredito que continuará sendo mesmo quando eu ler os outros três. Tudo que me incomodava e irritava nos dois primeiros livros some nesse. Não temos a narrativa arrastada da autora, pelo contrário ela assume um ritmo eletrizante e completamente viciante, fica impossível largar o livro antes de terminar, prova disso é que eu devorei o livro em menos de um dia. 

    Além disso, não temos aquele triângulo amoroso extremamente irritante entre Clary, Simon e Jace. Parece que finalmente eles finalmente se resolveram sobre o que sentem e não ficam tentando forçar nada. Sem faalr que Clary deixou de ser tão irritante assumindo a culpa por tudo e parece mais disposta a fazer as coisas, lutar e tudo mais. Ela cresceu muito como personagem nesse livro. Além de que o livro não foi tão focado nesse parte mas sim na batalha e creio que isso tenha ajudado e muito. 

    Como eu disse antes, por ter sido originalmente uma trilogia o livro é todo bem estruturado, a trama é bem amarrada, sem deixar pontos soltos, e temos ação do início ao fim. É um livro que te deixa sem fôlego, a cada momento temos alguma coisa acontecendo, mais uma revelação, mais uma batalha, mais alguma coisa. A narrativa da Cassandra evoluiu nesse livro e, espero eu, parece que vai continuar assim nos próximos livros. 

    Bem, gostei muito desse livro. O que não tinha me agradado nos últimos melhorou infinitamente nesse e não tenho do que reclamar. Finalmente posso ver o porque de a série ser tão famosa e ter tantos fãs. Recomendo que toda pessoa que goste de sobrenatural, de fantasia e de uma trama bem escrita leia esse livro. E se você, assim como eu, estava desanimado com a série, não fique, vale muito a pena persistir na leitura!

    Beijos,
    Lari Gaigher