• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Eu te sinto - Irene Cao - Suma de Letras

    Sinopse: É inútil resistir à paixão quando ela te escolhe. O inesperado reencontro de Elena e Leonardo em Roma os levará ao verdadeiro amor? Elena virou a página. Os dias de paixão e loucura com Leonardo a tornaram uma mulher mais forte, a conduziram ao lado sombrio do prazer, mas agora são apenas uma lembrança que de vez em quando atravessa seu pensamento. Hoje Elena sabe o que quer e escolheu Filippo: é por ele que deixou Veneza e se mudou para Roma. A vida deles juntos é uma perfeita harmonia, tanto na cama como fora dela. Mas apagar de vez o passado, se o destino faz de tudo para impedir isso, é impossível. Porque a história com Leonardo parece ainda não ter acabado: basta um encontro casual para reacender o fogo que, na verdade, nunca tinha apagado.É noite de seu aniversário de 30 anos, e Elena não poderia imaginar que o restaurante onde Filippo a levou para comemorar seria... o de Leonardo! Aquele olhar que toca o coração e, em seguida, um único beijo, roubado na cozinha do local, são um emocionante novo começo. Em Eu te sinto, a continuação de Eu te vejo, não há mais regras, agora as cartas estão na mesa: não é mais necessário esconder o amor e o sexo, não é mais uma mera busca do prazer em estado puro, mas um reencontro de almas que se pertencem. Até quando o segredo mais inconfessável de Leonardo vem à luz e Elena deverá decidir se está disposta a pagar o preço.
    Atenção! Essa resenha pode conter spoilers de Eu te Vejo!!

    Depois de ser abandonada por Leonardo, o homem que introduziu Elena aos mais diversos prazeres e quem brincou com seus sentidos, esta está destroçada e só pensa em reconstruir sua vida em outro lugar ao lado de Filippo, seu amigo de longa data que nutre sentimentos de mais que amizade por ela, e por quem ela se permitiu sentir algo mais. 

    Agora, tempos depois de sua aventura com Leonardo, Elena vive uma vida estabilizada e e tranquila com Filippo. Os dois passaram a morar juntos e criaram uma rotina de casal que deixou Elena feliz. Principalmente porque Filippo a trata bem, é atencioso, a ama, é divertido, parece não ter defeitos. O homem que quase passou despercebido no primeiro livro, aparece mais no segundo e passamos a conhecer mais dele. Da sua personalidade calma, segura e o quão fofo ele pode ser. Com ele a seu lado Elena se sente segura e começa a ter uma perspectiva de todo um  futuro a seu lado. Um futuro sem Leonardo.

    Mas por coincidência, ou destino, ou o que quer que queira chamar, Filippo leva Elena para comemorar seu aniversário num restaurante fino, que ela descobre pertencer a Leonardo. O reencontro dos dois é explosivo e culmina em um beijo apaixonado que abala as estruturas e convicções de Elena.

    Ela ainda tenta fugir dessa atração absurda que há entre os dois, mas basta uma ligação de Leonardo para sua determinação ruir e mais uma vez ela se vê envolvida com o irresistível chef italiano.

    Leonardo chega e toma o que quer. Apesar de todas as tentativas frustradas de Elena de fugir, Leonardo não a deixa escapar. E apesar de tudo ainda ser nos mesmos termos de antes - sem compromisso, sem promessas - a cada encontro que os dois tem os sentimentos de Leonardo parecem aflorar mais.

    Como no primeiro volume a narrativa da autora foi o que mais me encantou. Ela continua com aquele tom mais adulto e maduro de antes o que torna a história um tanto sedutora e envolvente. As cenas eróticas e o cenário continua muito bem explorado pela autora. Ela descreve tudo bem detalhado, vívido, mas sem ser excessiva. 

    A evolução dos personagens do primeiro para o segundo livro é marcante, e mais uma vez terminei o livro meio desesperada com o final, absurdamente precisando da continuação, não acreditando que a autora pode fazer uma coisa dessas comigo. Fazer uma revelação bombástica no final e me deixar assim! Enfim, o padrão de qualidade continua o mesmo, e estou absolutamente encantada coma escrita de Irene, ela totalmente me conquistou! Recomendo muitíssimo a obra! 

    Beijos,
    Lari Gaigher