• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Movie Day: Malévola


    Oi pessoal! Hoje trouxe pra vocês um filme fantástico! Totalmente surpreendente e sensacional! Acho que todo mundo aqui deve conhecer a história da Bela Adormecida né? A princesa amaldiçoada por uma bruxa má, que espeta seu dedo em uma roda de tear e cai num sono profundo até que um beijo de amor verdadeiro a desperte? Pois é.. mas e se essa história não fosse bem assim? E se a bruxa má tivesse sua própria história?


    Pois bem, esse é o filme de Malévola. A nossa não tão adorada (ou adorada sim, eu particularmente a adoro, haha) bruxa má. Essa é a história dela, a história de como ela se tornou tão má assim. Primeiro, quero dizer que a escolha da atriz pra interpretar Malévola foi muito feliz! Não há ninguém melhor que Angelina Jolie pra representar a crueldade em pessoa e ainda assim mostrar uma certa bondade escondida. 



    Bem, a história começa mostrando que havia dois reinos. Um com o Rei, e todas as coisas de um reino normal, e o outro (seu vizinho) um reino onde viviam criaturas mágicas e ninguém as governava, uns cuidavam dos outros. Dentre elas havia essa fada que era a mais poderosa de todas,a que tinha as maiores asas e protegia todos do reino: Malévola.

    Sim meus caros, malévola era uma fada, uma fada boa diga-se de passagem. Era ainda uma menina quando conheceu Stefan, um menino ambicioso que morava no reino vizinho. Eles passaram a se ver frequentemente e tornaram-se bons amigos, começaram a se amar. Porém o amor de Stefan não foi mais forte que sua ambição que o levou a se afastar e, após uma vitória de Malévola sobre o exército do rei, incumbido a matá-la. 

    O problema foi que Stefan não teve coragem de matá-la, ao invés disso tirou dela a coisa que ela mais amava: suas asas. Malévola então perdeu o prazer da vida. Traída por seu melhor amigo e amor e sem a coisa que era sua maior felicidade ela acaba se tornando uma pessoa triste, solitária, e má. Ela toma para si um corvo, Diaval, como seu fiel companheiro e informante. 



    Anos depois, ao saber do batizado da filha de Stefan, então rei, ela decide comparecer e lançar uma maldição na menina, a maldição que todos já conhecemos. Porém, ao contrário do que conhecemos, Malévola acompanha todo o crescimento da criança, sempre por perto e ás vezes até interagindo com ela. 

    E bem, não vou falar muito mais que isso pois estragaria a história pra quem ainda não viu, só vou dizer que quando a maldição acontece ficamos descobrindo o motivo da escolha dessa maldição por malévola e como a princesa Aurora sai dela. 



    A história é muito original. Na minha opinião até melhor que a clássica Bela Adormecida que já conhecemos. Malévola é uma personagem singular, que tem uma história por trás do que ela se tornou. Uma personalidade muito complexa até. É uma personagem que eu estou apaixonadíssima. E que foi belamente interpretada por Angelina Jolie, que conseguiu, brilhantemente, captar a essência de Malévola.

    O filme foi muito bem produzido, os efeitos especiais foram magníficos, o elenco foi muito bem escolhido. A princesa Aurora é a encarnação da doçura e inocência. Uma alma puramente bondosa e que descobrimos, muito capaz de perdoar. O Rei, muito ambicioso e obsessivo, também foi belamente interpretado por Sharlto Copley.  



    Enfim, o filme é maravilhoso. Quem não ama contos de fadas não é? Mas mais do que eles, quem não ama odiar os vilões? hahaha. Eu particularmente sempre preferi os vilões, eles me intrigam muio e sempre  - ou quase - despertam minha curiosidade. Só posso recomendar esse filme, e que venham os próximos da Disney! 

    Beijos,
    Lari Gaigher