• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    {Resenha} Manhã de núpcias - Os Hathaways 4 - Lisa Keyplas- Editora Arqueiro





    Sinopse: Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.

    Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.
    Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.
    Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar. Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.
    Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito.




     

     Eu estou muito preocupada com a minha sanidade mental quando esta série terminar. Simplesmente, não consigo viver sem os Hathaways, muito menos sem Lorde Ramsay que me deixou louca neste livro. Esperei pela história de Leo a série inteira e não me decepcionei, pelo contrário a leitura me agradou o tempo todo. Lias Keyplas sabe como deixar seus leitores extasiados e apaixonados por seus personagens. 

    Cada livro da série conta a história de um irmão da família Hathaway que cresce a todo vapor. O primeiro é sobre Amelia e Cam, depois Win e Merripen, Poppy e Harry e por fim, Leo e a governanta mais irritante do mundo.  Catherine Marks é uma personagem determinada, forte e muito bonita, mas um grande segredo do passado vai retornar para sua vida e deixar seu mundo de pernas para o ar. 

    Por outro lado, Leo descobre que precisa se casar e ter um filho homem dentro de ano sob pena de perder Ramsay House para duas herdeiras do passado que voltaram para assombrar a vida da família. Só que Leo nunca se viu envolvido com uma mulher por muito tempo, até que um sentimento puro e inocente o pega de surpresa em uma das milhares de discussões com Catherine.  Os dois descobrem que sentem algo um pelo outro e tentam se afastar, mas quando um amor é verdadeiro nada pode destruí-lo.

    Neste livro a autora brincou mais com os personagens principais e colocou mais romance do que cenas picantes, o que para mim foi ótimo, porque eu adoro uma briga antes do “felizes para sempre”.  Leo é um homem bonito, inteligente, petulante e irônico já Catherine é uma mulher astuta, guerreira, bonita e forte. Juntos vão botar fogo na leitura e fazer o leitor grudar no livro até a última linha. 

    Este livro superou todas as minhas expectativas! Lisa Keyplas arrasou na construção do enredo, na inserção de novos problemas e trabalhou bem Harry e Poppy que foram personagens marcantes do último livro e não poderiam ficar de fora deste. Preciso bater palmas para a autora, Manhã de núpcias é sensacional! Agora preciso confessar que não sei o que esperar do livro de Beatrix, pois ela sempre foi uma personagem sem sal e pouco explorada, na minha opinião. Será que o último livro nos reserva surpresas maravilhosas?  Espero que sim! 

    Para terminar que tal um quote picante:


    “Gostaria de fazer mais do que desenhá-la nua. Quero desenhar com pena e tinta diretamente em sua pele... flores ao redor dos seus seios, trilhas de estrelas descendo pelas suas coxas {...} Quero mapear seu corpo, seu norte, seu sul, leste e oeste.” P. 82


    Recomendo a leitura imediata da série inteira! Sem dúvida uma das melhoras que já li!