• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Quotes Cativantes: Entre o Agora e o Nunca


    Olá Leitores! O quotes cativantes de hoje é de um livro que eu AMO demais! É um new adult perfeito, com uma história linda, o que rende muuuitos quotes maravilhosos pra essa coluna, haha. Esses dias estava pensando em uma situação e me veio uma frase desse livro, aí corri pra reler alguns trechos e rendeu muitos post it no meu livro, haha. Enfim, vamos ao que interessa e colocar logo essas citações!

    "Dor é dor, gata. Só porque o problema de uma pessoa é menos traumático do que o de outra, não significa que deva doer menos."

    Esse é o quote que eu mais gosto do livro, acho que porque eu conheço muitas pessoas que parecem fazer uma competição de quem sofre mais, ou então menosprezam sua dor porque acham que "tem gente que tá numa situação pior". Sei lá, só concordo muito com o Andrew quando ele diz isso.

    "— Bom, acho que talvez meu pai é que tava certo… Ele sabia das coisas e usava aquele papo furado de homem-não-chora pra disfarçar.
    — Pra disfarçar o quê?
    — Que nada dura pra sempre… É melhor evitar a emoção do que cair na conversa dela e virar escravo dela, e como nada dura pra sempre, no fim, tudo o que um dia foi bom sempre acaba doendo pra cacete." 

    Eu também adoro esse quote! Ele consegue ser tão profundo de algum jeito bom, é uma verdade inevitável né: nada dura pra sempre. Acho que eu to ficando melancólica demais,hahaha. Vou colocar mais dois pra fechar o post, um mais romântico e uma mais engraçado pra quebrar esse clima, hahaha.

    "Te amei desde aquele dia em que olhei nos teus olhos pela primeira vez, me encarando do alto da poltrona daquele ônibus. Talvez eu não soubesse disso ainda, mas percebi que alguma coisa aconteceu comigo naquele momento, e que eu jamais poderia abrir mão de você."

    Fofo demais, o Andrew. Queria um desses na minha vida <3

    "— Você nunca chora? — pergunto. — Nem por outros motivos? Alguma vez você já chorou?
    Ele bufa.
    — Claro. Todo mundo chora, até caras fortões como eu.
    — Tá, me diz uma vez.
    Ele responde com facilidade:
    — Um… um filme me fez chorar, uma vez — mas de repente parece constrangido, e talvez arrependido da resposta.
    — Qual filme?
    Ele não consegue me olhar nos olhos. Sinto o clima pesando menos entre nós, apesar do motivo por trás do peso.
    — Que importa isso? — Andrew desconversa.
    Sorrio e chego mais perto dele.
    — Ah, conta logo, vai, que foi, acha que vou rir de você e te chamar de mulherzinha?
    Ele abre um tênue sorriso por baixo do rubor constrangido do seu rosto.
    — Diário de uma Paixão — ele diz, tão baixo que não consigo entender direito.
    — Você disse Diário de uma Paixão?
    — É! Chorei vendo Diário de uma Paixão, tá?
    Andrew me dá as costas e eu uso todas as minhas forças para não cair na risada. Não acho nada engraçado ele ter chorado vendo Diário de uma Paixão; o que é engraçado é ele ficar tão humilhado por admitir.
    Eu rio. Não consigo segurar, o riso simplesmente escapa." 

    Esse aqui ficou mais um big quote, mas adoro demais essa parte do livro, hahaha, é tão coisa de homem fazer esse tipo de coisa, não querer admitir que chora também, hahaha. Enfim, é isso pessoal, espero que tenham gostado dos quotes tanto quanto eu amo, e quem ainda não leu esse livro, se faça o favor porque ele é lindo demais!

    Beijos,
    Lari Gaigher