• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    {Resenha} Eu te quero - Irene Cao - Suma de Letras

    Sinopse: Elena perdeu tudo.
    Os dois homens mais importantes de sua vida. A alegria do trabalho bem-feito. O carinho e a segurança com Filippo e a paixão e o sexo arrebatador vividos com Leonardo.
    Seus dias são uma descida ao inferno. Nada parece ter sentido, nem mesmo o mundo da arte ao qual se dedicava tanto.
    Toda noite vai a boates, bebe demais e acaba saindo com um homem diferente, mas nunca encontra o prazer que sentia com Leonardo – seu corpo não reage e o desespero a domina.
    Em Eu te quero, a vida de Elena mudará de forma inesperada. Em uma manhã, o destino fará com que acorde ao lado de Leonardo sem entender o que está acontecendo. Entre o sonho e a realidade, ela terá de decidir mais uma vez que caminho seguir e se um futuro junto a seu amado ainda é possível.
    O que significa o convite tão especial do homem que não conseguiu esquecer? Ela decide se arriscar em um tudo ou nada. Mas o passado é um demônio que Leonardo não conseguiu vencer... e o último perigo pode ser fatal.
    No volume final da trilogia italiana, continuação de Eu te vejo e Eu te sinto, Leonardo e Elena precisam vencer as lembranças do passado para viver um grande amor.

    Atenção! Essa resenha pode conter spoilers dos outros livros da trilogia.

    Após um espera agonizante entre o fim - desesperador, devo dizer - do segundo livro Eu te sinto e o lançamento do terceiro e último Eu te quero, finalmente pude ter o prazer de ler a conclusão da trilogia da Irene Cao e devo dizer que apesar de ter amado o final e achar que a narrativa da Irene continua incrível, Eu te quero foi o livro mais fraco da trilogia. Não que ele tenha sido ruim, pelo contrário, mesmo sendo o mais fraco ainda é muito melhor que outros livros do mesmo gênero.

    Bem, a história começa meses depois do trágico término de Elena e Leonardo e ao mesmo tempo a perda de seu melhor amigo e namorado Felippo. Após ter seu coração destruído por seu amor e as revelações de seus segredos, Elena se afunda em auto-destruição. Ela se recusa a realmente sentir a dor que está dentro dela e prefere fugir e viver em excessos. Excesso de sexo, festas, bebidas. Ela começa a se destruir aos poucos, cada vez mais se afundando.

    Ela já não se importa com mais nada, não quer mais sentir, amar e prefere usar os homens acreditando que diversão é tudo o que ela precisa. A "antiga" Elena não existe mais e com ela, vão seu emprego, seus amigos e diria até sua dignidade.

    Isso até um imprevisto acidente acontecer e ela sê ver em uma situação inesperada com Leonardo. Ele então a convida para sua casa na Sicília e ela sem ter mais nada a perder e mesmo querendo, não conseguindo se afastar de seu amor, aceita a proposta.

    Lá, na terra natal de Leonardo ela passa a saber muito mais sobre ele e seu passado, e com isso, acaba se apaixonando ainda mais. O problema é que ela não sabe se pode se entregar mais uma vez, mas Leonardo não vai desistir assim tão fácil, e nesse tempo dos dois na ilha ele se mostra um novo homem, mostra um lado dele que até então Elena não conhecia e fica difícil resistir a esse Leonardo.

    O destino porém é cruel, e acontece algo inesperado que tem o poder de destruir o que eles estavam construindo ou apenas uni-los mais ainda. Sinceramente eu fiquei em tensão o tempo todo nessa parte, esperando sem saber o que poderia acontecer, e confesso que foi o contrário do que eu imaginei. Elena amadureceu ainda mais depois de tudo que passou e se mostra uma mulher muito mais forte, capaz de suportar muita coisa.

    Confesso que não gostei muito da fase auto-destruição da Elena, talvez porque eu não seja assim, mas achei perfeitamente compreensível, afinal cada um lida com sua dor de uma maneira. Leonardo continua o mesmo homem maravilhoso, intrigante e intenso de sempre. A única coisa que talvez tenha mudado é que passamos a conhecer o lado mais romântico dele, que mesmo assim ainda é muito calado, misterioso, apenas mais atencioso com Elena. 

    Irene Cao continua com a narrativa madura e envolvente que eu tanto gostei no livro. Ela tem um jeito de narrar que me deixa presa ao livro a todo momento, e ela descreve tão bem as cenas mais quentes e interações entre o casal que parece que eu sinto toda a intensidade do momento. Eu te quero foi um pouco mais leve que os dois primeiros, sem tanto daquela sensualidade e sedução latentes tão costumeiras entre o casal, mas ainda assim foi intenso. Acho que não tem outra palavra pra descrever a relação de Elena e Leonardo, eles são intensos.

    Amei o final do livro, foi um tanto inesperado mas perfeito! Foi simplesmente emocionante e deu um desfecho digno à trilogia. Recomendo para todos os fãs de erótico que leiam essa trilogia maravilhosa! 

    Beijos,
    Lari Gaigher