• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    {Resenha} Princesa Adormecida - Paula Pimenta - Galera Record


    Sinopse: Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim...



    Olá, Pessoas!


    Tenho que começar a minha resenha dizendo que esse livro tem todos os componentes que costumam me atrair em um livro: É Juvenil, nacional, adaptação de um conto de fadas, e por último, mas não menos importante, é da Paula Pimenta, uma das minhas escritoras favoritas! Porém, contudo, entretanto, todavia, a sinopse simplesmente me desanimou. Confesso que protelei bastante a leitura até que dei um basta e resolvi lê-lo e contar para vocês minhas impressões do livro.

    Bom, o livro é uma adaptação do conto da Bela Adormecida. Nessa nova versão somos apresentados a Anna Rosa, uma garota órfã que foi criada pelos seus três tios superprotetores e desde os 11 anos frequenta um internato feminino. Apesar de se sentir presa, Ana nunca foi uma garota rebelde. Porém, com a chegada dos dezesseis anos ela resolve sair com as amigas e acaba sendo descoberta pelos tios. Depois dessa escapada, os tios de Anna aprovam, mesmo que a contra gosto, que a sobrinha tenha um pouco mais de liberdade. Mas, com uma condição, que ela jamais fale com estranhos, dê informações pessoais ou arrume um namorado antes de chegar a maior idade.

    Depois dessa escapada, Anna Rosa começa a receber mensagens de um garoto misterioso chamado Phil. A princípio ela não quer se envolver ou falar sobre coisas pessoais com um estranho, mas não demora muito e o Phil consegue conquistá-la com suas mensagens fofas e amáveis. Eles se tornam amigos e, pouco depois, Anna já está suspirando, completamente apaixonada e contando os dias para que possa conhecer o garoto dos seus sonhos, se esquecendo completamente das recomendações dos tios.

    O que Anna Rosa não sabia é que o cuidado dos tios não era exagerado. Pouco depois do seu nascimento, Rosa, era objeto de vingança de uma mulher que não se conformava com o casamento de seus pais, assim eles foram obrigados a fazer um grande sacrifício em nome da proteção da filha. Dez longos anos depois a vingança ainda não tinha sido esquecida, e Anna, nem podia imaginar que sua história de amor poderia se tornar um verdadeiro circo de horrores.

    Princesa Adormecida conseguiu recriar um conto de fadas sem fugir do contexto do original, porém, usando elementos novos e criativos.  Eu fiquei extremamente curiosa para saber como a Paula iria conseguir encaixar uma bruxa má e um sono de cem anos numa história contemporânea e no final tive que aplaudir mais uma vez a grande escritora que ela é.  

    Quem já leu alguma obra da Paula sabe do que eu estou falando quando digo que seus livros são nada menos que adoráveis. E quem não leu, podem procurar sem medo! O máximo que pode acontecer é que vocês, assim como eu, virem fãs de carteirinha! 

    Abraços, 

    Denise Rodrigues