• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Movie day: Apocalipse


    Esse final de semana assisti a um dos filmes mais conflitantes que já vi na minha vida. Além de ser um dos piores também, com um enredo sem pé nem cabeça e muito mal desenvolvido. Apocalipse, como vim a descobrir depois, é uma adaptação de uma série de 12 livros (que nunca irei ler!) que trata de um dos assuntos mais polêmicos da religião: o arrebatamento - não que isso fique claro logo no início, só descobrimos mais pra frente do que se trata, pois mesmo os conhecedores do assunto teriam dificuldade em identificar o que estava acontecendo.



    Bem, pra quem não sabe o arrebatamento é um acontecimento previsto na Bíblia, que diz que os verdadeiros crentes serão levados ao céu, ao paraíso. Embora tenham algumas diferenças do que está escrito na Bíblia, o tema do filme é basicamente esse: os conflitos dos que são deixados pra trás após esse acontecimento repentino.

    A história é narrada do ponto de vista de Chloe, que volta da faculdade para o aniversário de seu pai, mas descobre no aeroporto que este vai viajar a trabalho (ele é piloto de avião) e quando o encontra descobre também que ele tem um caso com uma das aeromoças. No mesmo dia conhece um famoso jornalista investigativo que está para embarcar no avião de seu pai e que, assim como ela, é cético em relação as crenças religiosas.



    Primeiramente Chole culpa sua mãe por todos os problemas da família, taxando-a de louca por falar frequentemente de religião e ter uma fé incondicional em Deus, A própria Chloe não compreende essa fé, pois não consegue aceitar que se Deus existisse ele deixaria coisas tão ruins acontecerem com as pessoas.

    Após o arrebatamento, onde sua mãe e irmão foram levados, Chloe se vê sozinha, em desespero e tentando entender o que aconteceu. Ao mesmo tempo fica preocupada com o pai que está em pleno voo com problemas técnicos por conta do pânico que o arrebatamento causou no avião. 



    O filme é todo muito pouco crível. O caos mais parece uma bagunça desorganizada, e sem sentido, afinal pessoas sumiram, mas todo o mundo resolveu que devia matar alguém, roubar alguma coisa, ou destruir patrimônios. Os diálogos são muito repetitivos e sem conteúdo, é sempre a mesma questão sobre "Deus existe? Então porque coisas ruins acontecem?". O filme parece não ter história, não tem profundidade ou uma discussão crível que valha a pena. 



    Acredito que tanto os religiosos quanto os fãs de filmes fantásticos se decepcionaram com a adaptação. O ponto alto da coisa toda foi os problemas no avião e a dúvida se eles conseguiriam ou não pousar. Isso e o anão super engraçado que soltava piadas a torto e a direito. Fora isso o filme é uma completa perda de tempo, com efeitos especiais sem graça e sem o menor conteúdo.

    Beijos,