• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Um cão cigano - Patrícia Rati

    "Desde então, sentia uma mistura de amor e medo; a tristeza e a obrigação, tudo conjugado assim, no mesmo pensamento. Acontecia um cataclismo dentro dele."

    Antes de começar a falar desse livro queria primeiro parabenizar e editora pelo maravilhoso trabalho que está fazendo com a diagramação e edição. A capa é linda demais, a diagramação está muito bem feita e eu amei a fonte utilizada! 

    Enfim, Um cão cigano e outros pequenos contos, como o próprio nome já diz, é um livro de contos. Nunca li livros desse tipo, embora, vez ou outra, tenha lido um conto. O conto principal do livro é o Um cão cigano, que fala sobre a vida de Arnaldo, e como ele vai se perdendo em si mesmo ao longo do tempo.

    Tudo começa com uma negociação de Arnaldo com ciganos, que ao irem embora, deixam pra trás um cachorro que logo se instala na fazenda e se junta a tantos outros que ali moram. A chegada desse cão cigano desencadeia uma sequencia de acontecimentos que levam Arnaldo a começar a se deteriorar mentalmente .

    Conforme acompanhamos os devaneios de Arnaldo ele nos mostra sua vida desde a infância. O modo como aprendeu a cuidar da fazenda, como teve em seu cachorro o primeiro amigo, como constituiu família. Vemos também um pouco sobre os dois filhos, os empregados que mais são parte da família, acompanhamos a trajetória de todos que fazem parte da vida de Arnaldo e que de alguma maneira chegaram até ali com ele.

    O livro trata muito de cotidiano, da vida simples e descomplicada no campo e da própria questão do ser humano. A autora mistura os devaneios de Arnaldo com o que realmente acontece ao ponto de em alguns momentos não conseguirmos diferenciar. Com uma narrativa bem trabalhada, e uma linguagem mais  rebuscada, Patricia nos conta sobre a vida e seus pequenos disparates.

    Além desse conto, outros pequenos após ele também trazem essa questão da vida. Os meus favoritos foram "Música" e "Escuta", que me marcaram muito, um mostrando o prazer da música, o encanto que ela traz a quem sabe apreciar e o outro tratando de família, de amor e de tragédias que não sabemos porque acontece conosco.

    Todos os contos, por mais que sejam curtos, trazem alguma coisa de relevante. Gostei muito dos assuntos abordados pela autora e as histórias que trouxe em seus contos, assim como sua narrativa, que mesmo quando está dizendo algo ordinário se torna bonita. No geral é um livro que eu apreciei muito e me fez ter vontade de ler outros contos similares.

    Classificação



    Beijos,