• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    À beira da sepultura - Jeaniene Frost


    "Ele vai aprender que muitas mulheres podem satisfazê-lo por um curto período de tempo, mas, quando se apaixonar, apenas uma vai sustentá-lo para sempre."
     No terceiro volume da série, Cat e Bones estão metidos em mais problemas do que podem contar. Por sua aparição à corte de Ian, nenhum disfarce que Cat use realmente a esconde e todos parecem reconhecer a Ceifeira Ruiva, o que a coloca em constante perigo.

    Isso se prova quando Cat e sua mãe são sequestradas e quase mortas por alguém do passado de Cat, o que nos leva a conhecer mais detalhes de sua origem e põe à prova o relacionamento recém estabilizado de Cat e Bones.

    Claro que não é apenas o passado de Cat que vem a tona; um antigo amor de Mencheres (e antigo caso de Bones) resolve aparecer e se vingar, causando o príncipio de uma guerra, colocando vampiros uns contra os outros e deixando todo mundo em perigo, na iminência de serem atacados a qualquer momento. 

    Patra é uma verdadeira vadia vilã! Ela é cruel, sem escrúpulos e sabe onde atacar. Além disso, ela não é ninguém mais, ninguém menos que filha de Cleopátra (isso mesmo, a famosa rainha egípicia) e uma feiticeira poderosa, que não hesita em usar seus poderes.

    Somando-se todos esses problemas, pode-se chegar a conclusão de que Cat e Bones estão totalmente ferrados! Além de ter de lidar com os seres do passado que resolvem aparecer, tem de lidar com os problemas do próprio relacionamento - que apesar de não ficarem tanto em evidância ainda existem.

    Algo que eu amei nesse livro e que a autora mostrou manejar bem foi que ela não mostra tanto romance ao longo do livro e mesmo assim ainda é bom. Aquela parte mais "romântica" do livro é bem menos evidenciada, e apesar de ser pouca, é bem quente. Porém as partes de ação, da guerra iminente e dos perigos mais que compensa essa falta - que aliás caiu muito bem, deixa o livro muito mais natural e bem menos forçado (não que os outros livros tenham parecidos forçados, muito pelo contrário!). 

    A autora soube nos envolver na história, nos deixar completamente por dentro, sentindo como se estivéssemos ali, no perigo com eles. Além disso, vários outros personagens foram inseridos (como Vlad <3 - sim o Drácula!) e são todos tão cativantes quanto os protagonistas. Se tem algo que eu sempre gostei nos livros da Jeaniene é que ela sabe dar importância aos personagens secundários! Eles sempre aparecem muito na história e às vezes se tornam até nossos favoritos.

    Apesar de ser um livro com muita ação, À beira da sepultura não deixa de ter emoção, e muitas vezes durante a leitura eu quase chorei em agonia ou ri desenfreadamente com as observações sarcásticas de Cat. Essa guerra e o passado dos protagonistas vieram para abalar suas estruturas e deixá-los em conflito constante. 

    Como sempre estou encantada com o modo como a Jeaniene narra os livros e constrói suas histórias. Sempre nos envolvendo muito, nos fazendo participar e sentir o que está acontecendo com os protagonistas. Cat é simplesmente brilhante, sarcástica, forte, impulsiva; uma mistura de coisas que nos faz amá-la. Esse não é simplesmente mais um livro de vampiros, é O LIVRO DE VAMPIROS!

    Classificação



    Beijos,