• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Contato
  • Resenhas Novas

    Encontrada - Carina Rissi

    "Para mim realmente não importa onde estamos, para onde vamos, desde que você esteja comigo."
    Quando eu achava que a Carina Rissi não poderia escrever algo melhor do que Perdida, ela vem e me mostra que eu estava completamente enganada, fazendo a proeza de nos dar uma história que é ainda mais bela, sem perder o bom humor e deixar de lado a essência dos personagens.

    De volta ao século XIX, Sofia está prestes a ter o seu felizes para sempre, se casando com o amor da sua vida. Porém, em se tratando de Sofia, a garota mais atrapalhada que aquele século já viu, algo tinha que sair errado né? 

    Pra começar Sofia nada entende desta época tão diferente da sua e custa a se adaptar as maneiras e costumes que não são comuns a ela. Os trajes, o modo de falar, de se comportar, nada disso é fazia parte de sua realidade e de repente ela se vê em uma época que não aceita nada diferente e os próximos a ela são atingidos por tudo que ela faz.

    Além disso, é muito complicado mudar nossos princípios e valores de uma hora pra outra, e Sofia, teimosa como é, reluta em aceitar coisas que pra nós do século XXI são incomuns, mas para o século XIX são naturais. Por exemplo, mulheres não trabalham, não ajudam nas finanças, não tem sua independência, e essa é, acredito eu, a parte mais difícil para Sofia: largar sua independência.

    Mesmo com todos os problemas e dificuldades de adaptação, Sofia se mantém persistente e aos trancos e barrancos – com muitas trapalhadas e risadas no meio – Sofia se casa com Ian. Porém os problemas só estavam começando, e de repente Sofia se vê com a desprezível Tia Cassandra e seu filho Thomas morando no mesmo teto que ela, ainda por cima com os mexericos rondando a vila e os mistérios que Ian parece guardar.

    Tudo parece conspirar contra Sofia, que lida com tudo da maneira que já sabemos: com muita coragem, de cabeça erguida e nos proporcionando muitas gargalhadas no processo. Carina realmente se superou com esse livro que está ainda mais engraçado que o primeiro sem cair na mesmice do que aconteceu em seu volume anterior. Mesmo sendo uma continuação, Encontrada conseguiu surpreender e ser ainda melhor que Perdida.

    É uma etapa totalmente nova pra Sofia, que ela encara de maneira condizente com sua personalidade e nos proporcionando novos momentos de descontração e suspiros. A narrativa continua a maravilha que sempre é nos livros da autora: leve, despretensiosa e fluida. É impossível largar o livro, tanto pela história que nos desperta curiosidade, quanto pela narrativa que faz parecer que lemos 200 páginas em 15 minutos.

    Pra quem leu e amou Perdida, Encontrada é uma nova aventura com as mesmas características da primeira e ainda sendo inovador em seu jeito único. Recomendo de olhos fechados pra qualquer pessoa que esteja procurando um romance bonito, que trabalha bem a relação e os problemas da vida a dois ao mesmo tempo em que é leve e divertido. Sem falar nos personagens que são super carismáticos e românticos (no caso de Ian – esse homem é tudo de bom). A única palavra que resume esse livro em toda sua glória é perfeição!

    Classificação



    Beijos,