• Home
  • /
  • Sobre o blog
  • /
  • Colunas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Anuncie
  • Resenhas Novas

    Tudo em família: Os Salvatore


    Olá pessoal! Quem aí ama o Damon (Ian Somerhalder) levanta a mão! \o/ Pois é, eu sou uma terrível admiradora dos vampiros, e pra mim Damon é um dos melhores (Klaus também, mas isso fica pro próximo post). Desde que The Vampire Diaries estreou eu sou viciada na série e tenho uma queda pelo ator e personagem que ele encarna. Hoje então resolvei trazer a minha primeira família favorita de vampiros! (Foi a primeira que eu conheci e me apaixonei, mas houve outras depois dessa, que vocês conhecerão em outros posts).

    Bem, a família Salvatore é bem simples: temos a mãe Salvatore que morreu por complicações do parto de Stefan, o pai Giuseppe Conde di Salvatore, Damon e Stefan.

    Sobre a matriarca Salvatore pouco sabemos, a não ser que era extremamente ligada ao filho mais velho Damon e muito amorosa, tanto que após sua morte, todos foram marcados de alguma forma,

    Giuseppe era um pai rigoroso, que vivia para as relações de poder da aristocracia, sendo que era uma importante peça nesse meio. Exatamente por isso cobrava muito de seus filhos - principalmente o primogênito Damon - chegando a castigá-lo fisicamente, o que gerou uma relação de ódio entre eles. Era o tipo de pai que não expressava abertamente seu amor (se é que o tinha) e era muito frio, especialmente após a morte da mulher.



    Damon é o tipo de anti-herói que todo mundo ama. É o homem cruel, sem escrúpulos e impulsivo que tem todos os defeitos desculpáveis pelo sofrimento que teve na vida. É o típico bad boy de carteirinha assinada, com um sarcasmo matador e um rosto - e corpo - lindo de morrer. Como mencionei era muito agarrado com a mãe e após sua morte se ressentiu de seu irmão mais novo e entrou em uma onda de rebeldia contra seu pai, fazendo o possível para contrariá-lo. Tinha um ódio abertamente declarado contra Giuseppe e fazia de tudo para irritá-lo. Após se tornar vampiro isso apenas se acentuou, já que ele abraçou seus novos instintos e se jogou de cabeça em sua nova vida.









    Stefan é o exato oposto de Damon. Enquanto um é fúria e emoção livres, o outro é serenidade e calmaria. Um é o cara mal, a ovelha negra da família, e o outro é o bonzinho, o mocinho da história. Fez o possível para agradar o pai e ser o filho exemplar. Isso, claro, até entrar em conflito com seu irmão por causa de Katherine (a biscate <3). Mesmo assim, após sua fase mais rebelde, Stefan tentou ser o mais correto possível, e agir como uma pessoa normal, de bom caráter, fugindo de seus instintos vampíricos ao contrário do irmão.



    Vou parar por aqui pra não dar spoilers desavisados para os leitores que ainda não acompanham e pretendem acompanhar a série - tanto a de TV como a de livros. Deu pra ter uma ideia geral sobre os personagens, e sua completa oposição, mesmo que sendo irmãos. Vale ressaltar que sempre preferi o Damon, a cara de bonzinho do Stefan simplesmente me dá tédio, enquanto o sarcasmo e a frieza (com sentimentos escondidos) de Damon me deixa apaixonada!

    Espero que tenham gostado e em breve trarei outra família vampiresca, que chega a ser melhor que essa: A Mikaelson (Klaus e Elijah *----*).

    Beijos,